Coreia do Norte importou milhões de dólares em bens de luxo apesar da proibição da ONU

(dv) KCNA / YONHAP

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

A Coreia do Norte não pode importar bens de luxo. Mas um relatório da C4ADS – organização sem fins lucrativos que analisa conflitos e transações mundiais – concluiu que o país importou pelo menos 191 milhões de dólares (cerca de 170 milhões de euros) em bens de luxo entre 2015 e 2017, provenientes de 90 países.

Segundo avançou o Observador esta quarta-feira, foram precisos vários meses, milhares de quilómetros e paragens na China, Japão, Coreia do Sul e Rússia. Mas dois Mercedes-Maybach S600 Guard acabaram por chegar a Pyongyang, Coreia do Norte, comprados por Kim Jong Un.

Só que, por ordem das Nações Unidas e como castigo pelo desenvolvimento de armamento nuclear, a Coreia do Norte está proibida de comprar bens de luxo. Portanto, a importação desses bens de luxo constituiu uma total violação do decreto das Nações Unidas.

Os dois Mercedes – avaliados em 500 mil dólares (cerca de 445 mil euros) cada um – entram nessa lista. Kim Jong Un tem também uma limusina avaliada em um milhão de dólares (cerca de 891 mil euros). Na garagem, o líder da Coreia do Norte guarda ainda um Rolls-Royce de luxo.

O relatório da C4ADS foi redigido com base numa investigação de oito meses. O jornal New York Times juntou-se à organização e juntos analisaram dados das alfândegas, de transportadoras e imagens satélite de zonas portuárias.

Os dois Mercedes partiram inicialmente de um porto em Roterdão, Holanda, em 2018. Foram transportados dentro de um contentor durante 41 dias até à China. Passaram depois para o Japão e seguiu-se a Coreia do Sul. Com a mudança de portos, mudavam também os navios. Na Coreia do Sul, um navio – que pertence a empresário russo já acusado de evitar sanções – recolheu os Mercedes. Quando este cargueiro iniciou a sua viagem, tornou-se um “navio-fantasma”: desligou o sistema de localização e desapareceu dos radares.

Dezoito dias mais tarde, o navio voltou a ligar o sistema de localização. Mas os carros desapareceram e tinham já sido substituídos por um carregamento de carvão. Os Mercedes foram deixados dias antes num porto russo e terão sido transportados para a Coreia do Norte de avião, explicou a investigação do New York Times.

As entidades envolvidas no transporte destes produtos usam vários navios, portos e jurisdições para baralhar as autoridades e assim evitar sanções internacionais.

Contactada pela CNN, a Daimler (empresa que detém a Mercedes), afirmou que não sabe por que meios os carros em questão chegaram à Coreia do Norte. “A nossa empresa não tem negócios com a Coreia do Norte há mais de 15 anos e segue estritamente os embargos da Europa e dos Estados Unidos”, justificou.

A C4ADS deixou alguns alertas e explicou que a questão vai muito além da compra de carros e artigos de luxo. Esta investigação levou o New York Times a questionar o quão eficazes serão as sanções das Nações Unidas para impedir Kim Jong Un de levar avante as suas ambições nucleares e se o líder norte-coreano pode estar a utilizar este sistema de transporte para importar armamento.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Polaris Slingshot chega ao mercado com um sistema de transmissão inovador

A nova versão do Polaris Slingshot vem equipado com um sistema de transmissão que mescla a condução do manual com o conforto do automático. Para quem não conhece o Polaris Slingshot, apresentado pela primeira vez em …

Turistas estão a invadir Hallstatt, a aldeia austríaca que terá inspirado "Frozen"

Considerado Património Mundial pela UNESCO desde 1997, Hallstatt, na Áustria, possui apenas 778 moradores e tem uma sequência de casas em estilo alpino. Em 2010, antes do lançamento do primeiro filme da Disney, "Frozen", a cidade …

Teerão vai enviar caixa negra do avião abatido para a Ucrânia

O Irão vai enviar para a Ucrânia as gravações da caixa negra do avião ucraniano que abateu acidentalmente, na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais. Hassan Rezaeifer, chefe de investigações de acidentes do …

António Folha já não é treinador do Portimonense

O treinador apresentou a demissão do comando técnico do Portimonense, este sábado, depois de perder na deslocação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0. "Antes de me fazerem qualquer pergunta sobre o jogo, queria transmitir que …

Há pombos cowboys em Las Vegas (e voluntários estão a tentar salvá-los)

Por alguma razão, alguém decidiu colar chapéus vermelhos minúsculos de cowboy em pombos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Agora, a equipa do Lofty Hopes Pigeon Rescue está a tentar salvá-los. Há uma missão para resgatar …

Youtube encaminha milhões de utilizadores para desinformação climática

Os algoritmos do YouTube estão a encaminhar milhões de utilizadores de vídeos de empresas para a desinformação sobre as alterações climáticas, através de serviços de publicidade online, de acordo com uma investigação da comunidade virtual …

Paulo Gomes é o novo presidente do Vitória de Setúbal

O ex-vice-presidente, líder da lista D, foi eleito presidente do Vitória de Setúbal para o mandato 2020-2023, com um total de 875 votos. Paulo Gomes, de 50 anos, foi o mais votado das cinco listas candidatas, …

O mercado online de leite materno está a crescer (mas pode ser mau para os bebés)

https://vimeo.com/385229063 Para os pais que querem que o seu filho beba leite materno, mas que não conseguem produzi-lo, a possibilidade de o poder comprar na Internet pode parecer uma boa solução. No entanto, este mercado não …

Regina Duarte convidada para suceder a secretário da Cultura demitido

A atriz brasileira confirmou, na sexta-feira, ter sido convidada pelo Presidente do país para liderar a Secretaria da Cultura do Governo, após a exoneração de Roberto Alvim por ter parafraseado um discurso nazi. "É isso, recebi …

Universidade de Harvard quer criar 127 novos estados nos EUA

A Harvard Law Journal, da Universidade de Harvard, publicou um plano ousado - mas, segundo os autores, completamente constitucional - para salvar a democracia: criar 127 novos e minúsculos estados. Atualmente, todos os estados dos Estados …