Coreia do Norte importou milhões de dólares em bens de luxo apesar da proibição da ONU

(dv) KCNA / YONHAP

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

A Coreia do Norte não pode importar bens de luxo. Mas um relatório da C4ADS – organização sem fins lucrativos que analisa conflitos e transações mundiais – concluiu que o país importou pelo menos 191 milhões de dólares (cerca de 170 milhões de euros) em bens de luxo entre 2015 e 2017, provenientes de 90 países.

Segundo avançou o Observador esta quarta-feira, foram precisos vários meses, milhares de quilómetros e paragens na China, Japão, Coreia do Sul e Rússia. Mas dois Mercedes-Maybach S600 Guard acabaram por chegar a Pyongyang, Coreia do Norte, comprados por Kim Jong Un.

Só que, por ordem das Nações Unidas e como castigo pelo desenvolvimento de armamento nuclear, a Coreia do Norte está proibida de comprar bens de luxo. Portanto, a importação desses bens de luxo constituiu uma total violação do decreto das Nações Unidas.

Os dois Mercedes – avaliados em 500 mil dólares (cerca de 445 mil euros) cada um – entram nessa lista. Kim Jong Un tem também uma limusina avaliada em um milhão de dólares (cerca de 891 mil euros). Na garagem, o líder da Coreia do Norte guarda ainda um Rolls-Royce de luxo.

O relatório da C4ADS foi redigido com base numa investigação de oito meses. O jornal New York Times juntou-se à organização e juntos analisaram dados das alfândegas, de transportadoras e imagens satélite de zonas portuárias.

Os dois Mercedes partiram inicialmente de um porto em Roterdão, Holanda, em 2018. Foram transportados dentro de um contentor durante 41 dias até à China. Passaram depois para o Japão e seguiu-se a Coreia do Sul. Com a mudança de portos, mudavam também os navios. Na Coreia do Sul, um navio – que pertence a empresário russo já acusado de evitar sanções – recolheu os Mercedes. Quando este cargueiro iniciou a sua viagem, tornou-se um “navio-fantasma”: desligou o sistema de localização e desapareceu dos radares.

Dezoito dias mais tarde, o navio voltou a ligar o sistema de localização. Mas os carros desapareceram e tinham já sido substituídos por um carregamento de carvão. Os Mercedes foram deixados dias antes num porto russo e terão sido transportados para a Coreia do Norte de avião, explicou a investigação do New York Times.

As entidades envolvidas no transporte destes produtos usam vários navios, portos e jurisdições para baralhar as autoridades e assim evitar sanções internacionais.

Contactada pela CNN, a Daimler (empresa que detém a Mercedes), afirmou que não sabe por que meios os carros em questão chegaram à Coreia do Norte. “A nossa empresa não tem negócios com a Coreia do Norte há mais de 15 anos e segue estritamente os embargos da Europa e dos Estados Unidos”, justificou.

A C4ADS deixou alguns alertas e explicou que a questão vai muito além da compra de carros e artigos de luxo. Esta investigação levou o New York Times a questionar o quão eficazes serão as sanções das Nações Unidas para impedir Kim Jong Un de levar avante as suas ambições nucleares e se o líder norte-coreano pode estar a utilizar este sistema de transporte para importar armamento.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …