Esta é a primeira vez que um conjunto de orcas mata uma baleia azul adulta

5

Para além de comerem animais como peixes e focas, as baleias assassinas (conhecidas como orcas) também caçam alguns tipos de baleias. Daí o seu nome.

Mas este é o primeiro caso documentado de um grupo de orcas a matar e comer o maior animal do mundo — uma baleia azul adulta.

Segundo o New Atlas, embora o estudo tenha sido apenas anunciado esta semana, o ataque ocorreu em março de 2019, e foi testemunhado por investigadores do Centro de Investigação de Cetáceos da Austrália (CETREC) e do Projeto ORCA.

Os cientistas estavam em barcos, a realizar levantamentos anuais de baleias e golfinhos perto de Bremer, no largo da costa sul da Austrália Ocidental.

Sabe-se que uma população de aproximadamente 140 orcas se desloca sazonalmente pela área, algumas das quais permanecem durante todo o ano.

“Quando chegámos, cerca de 14 baleias assassinas estavam a atacar a azul em águas de 70 metros, com as orcas fêmeas a liderar o ataque”, explicou Isabella Reeves, membro da equipa de investigação.

“À chegada, já notámos uma ferida substancial no topo da sua cabeça com osso exposto. A barbatana dorsal estava desaparecida, sem dúvida mordida pelas baleias assassinas. As marcas de dentadura eram evidentes à frente e atrás, onde outrora estava a barbatana dorsal, e até à cauda da baleia”, contou a especialista.

Naquele que é descrito como um ataque coordenado, algumas das baleias assassinas abalroaram os lados do animal maior, mordendo pedaços de pele, enquanto as outras atacaram atrás da sua cabeça.

Após o afundamento da carcaça, aproximadamente 50 baleias assassinas permaneceram na área para se alimentarem dos pedaços de carne flutuantes.

Algumas das mesmas orcas foram vistas a matar uma cria de baleia azul, duas semanas mais tarde, tendo sido observado outro ataque deste tipo no ano passado.

“Este estudo, combinado com a nossa investigação recente, destaca a necessidade de uma maior compreensão da ecologia da população de baleias assassinas, para que possamos determinar melhor o seu impacto no ecossistema marinho em águas australianas”, concluiu John Totterdell, o investigador principal do estudo.

  ZAP //

5 Comments

  1. A Orca, a utilização de “Baleia Assassina” é completamente errada. A expressão correta é “Assassina de Baleias” até porque a Orca não é uma baleia mas sim um golfinho.

    • Caro leitor,
      Obrigado pelo seu reparo.
      Independentemente da classificação taxonómica correta da Orca, a alcunha que ganhou é “killer whale”, não “whale killer” — ou seja, “Baleia Assassina”, não “Assassina de Baleias”.

  2. As orcas devem andar nos copos, primeiro atacam embarcações, agora matam baleias. Dizem que os oceanos estão a ficar mais àcidos. Deve ser o “acido” a subir-lhes ao cérebro.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.