/

Congressista dos EUA diz que ficou infetado com covid-19 por usar máscara

1

Louie Gohmert, representante republicano do Texas no Congresso dos Estados Unidos, que frequentemente anda pelo Capitólio desvalorizando a necessidade de usar máscara, está infetado com covid-19 – e culpa o facto de ter usar máscara.

O representante republicano do Texas, Louie Gohmert, que evitava a necessidade de usar máscara, deu positivo no teste à covid-19 antes de entrar na Casa Branca na quarta-feira. Em declarações aos jornalistas, o congressista disse que a culpa de estar infetado era de ter usado máscara.

Numa entrevista à KETK, Gohmert foi questionado porque é que enfatizava a importância de usar máscaras apenas quando se está infetado com o coronavírus, em vez de em todos os momentos em ambientes públicos e em qualquer ambiente fechado. conforme recomendado por cientistas, especialistas em saúde e pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Há muitas pessoas que acham que é ótimo fazer isso a toda a hora, mas não posso deixar de pensar que se eu não estivesse a usar tanto uma máscara nos últimos dez dias ou mais, pergunto-me mesmo se teria ficado infetado“, disse Gohmert, que foi visto nos seus escritórios, na Casa Branca e noutros locais a usar uma máscara de forma intermitente e a manter distância social dos outros.

“Mas eu sei, mover a máscara, colocá-a no lugar certo, devo ter colocado algum vírus na máscara que suguei. Provavelmente é o que aconteceu”, disse o congressista.

“É realmente irónico, porque, sabe, muitas pessoas fizeram um grande escândalo por eu não usar muito a máscara”, disse Gohmert. “Mas nas últimas duas semanas, usei máscara mais do que nos últimos quatro meses“.

O uso incorreto de uma máscara, incluindo tocar-lhe e ajustá-la em público, pode levar à exposição ao vírus. As máscaras são mais eficazes quando as pessoas não tocam no rosto. Porém, a afirmação de Gohmert de que esse cenário é “provavelmente” como ficou infetado é questionável, uma vez que os especialistas dizem que o vírus se espalha principalmente durante o contato pessoa a pessoa.

De acordo com o IFLScience, Gohmert disse, num vídeo publicado no Twitter, que é assintomático. “Sou assintomático: não tenho nenhum dos sintomas listados como parte do covid-19, mas aparentemente tenho o vírus Wuhan“.

No entanto, o consegressista insiste em defender que as pessoas apenas devem usar máscara para proteger os outros quando forem positivos, apesar de ser alguém com experiência de ser um potencial propagador assintomático.

Gohmert disse ainda que “a boa notícia é que em 10 dias mais ou menos deverei estar bastante imune”. Porém, até à data, não se sabe se as pessoas com covid-19 leve desenvolvem uma resposta imune para combater outras infecções, assim como ainda não se sabe quanto tempo durará a imunidade.

Em declarações à Fox News, citadas pela CNN, Gohmert disse que iria começar a tomar a hidroxicloroquina nos próximos dias. Vários estudos mostram que o medicamento antimalárico não ajuda pacientes com covid-19.

Após a notícia do teste positivo, um assessor de Gohmert entrou em contato com o Politico, alegando que o congressista repreende os funcionários por usar máscaras. “Louie exige que toda a equipa esteja no escritório, incluindo três estagiários, para que possamos ser um exemplo para a América de como abrir com segurança”, lê-se no email. “Pode perguntar-se com que frequência as pessoas foram repreendidas por usar máscaras”.

Os Estados Unidos têm assistido a um aumento significativo de novos casos, tendo ultrapassado as 150 mil mortes esta semana. As máscaras são uma medida preventiva que reduz drasticamente esse risco.

Qualquer pessoa em contato com o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tem de fazer testes à covid-19 regularmente. Porém, milhões de pessoas que não apresentam nenhum sintoma podem tê-lo e transmitir o vírus sem saber.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.