Campo de Lesbos inundado após chuvas torrenciais. Tem “condições piores” do que Moria

Uma voluntária portuguesa que está na ilha de Lesbos relatou à TSF as precárias condições em que vivem os nove mil refugiados. Uma situação que se revela muito pior, comparada com a que os migrantes tinham anteriormente em Moria. Esta noite, os residentes do novo campo foram surpreendidos por chuvas torrenciais que inundaram várias tendas.

Um mês depois do devastador incêndio que ocorreu no campo de refugiados de Moria, a ilha grega de Lesbos retomou a normalidade possível para os migrantes. Inês Avelãs, voluntária da Organização Não Governamental Fénix Humanitarian Legal Aid, contou o que tem visto à TSF, e afirma que neste momento “Já não há ninguém a dormir nas ruas”.

A jurista portuguesa que está a fazer voluntariado no local explicou que “houve pessoas que foram transferidas para a Grécia continental, especialmente as que já tinham recebido o estatuto de refugiado ou outro tipo de proteção internacional”.

Os restantes migrantes que ficaram sem teto devido ao incêndio, acabaram por entrar no novo campo de Kara Tepe, apesar da relutância de muitos. “Os processos (de asilo) não podiam continuar se as pessoas não entrassem”, referiu Inês Avelãs.

De acordo com o testemunho da portuguesa, estão no campo cerca de 9000 pessoas que vivem em condições extremamente precárias. “As condições, se não são piores do que as de Moria, são igualmente más”, compara a voluntária que está na ilha desde agosto.

Uma das preocupações da jurista é o facto do “chão ser de terra e as tendas são ao nível do mesmo”, o que faz antever um inverno de lama que deverá acabar por inundar as tendas, numa altura em que já “começou a chover”.

E parece que as preocupações da portuguesa não podiam estar mais certas. Na madrugada passada, o campo de migrantes na ilha de Lesbos ficou inundado após fortes chuvas. A tempestade, que durou várias horas, segundo fontes do Ministério das Migrações grego, inundou 80 das 1100 tendas do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) que abrigam cerca de 8.500 pessoas.

De acordo com o ministério grego, o trabalho de preparação do novo campo para o inverno está a progredir rapidamente.

A proximidade do mar é um problema e pode te ajudado a propagar as inundações das últimas horas. De acordo com o que Inês tem observado, algumas zonas do campo de Kara Tepe estão apenas a dois metros da água, separadas por um muro de 50 centímetros.

No que diz respeito à alimentação, Inês garante que “ocorre apenas uma vez por dia e os migrantes têm de esperar horas” nas filas com as pessoas “muito amontoadas”.

As condições de salubridade também são deficientes, pois “houve um aumento de casas de banho químicas, mas muitas estão inutilizadas devido à sujidade e a problemas que tiveram” explica a portuguesa acrescentando que “não há chuveiros” e que “algumas pessoas têm de tomar banho no mar“.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

As misteriosas auroras de Úrano foram finalmente detalhadas ao pormenor pelos cientistas

Auroras de Úrano foram captadas pela primeira vez em 2011 através do telescópio Hubble Space, mas as suas origens representam ainda mistérios que os cientistas não conseguem esclarecer. Pela primeira vez, os cientistas conseguiram moldar a …

Domingo invulgar: 17 grandes jogos para ver, em poucas horas

A ementa começa em França, ao meio-dia, e acaba no Chile, já depois das oito da noite. Não estamos perto do Carnaval mas vem aí um "domingo gordo" no futebol. Vários jogos grandes, uns mais mediáticos …

Sporting 1-0 Moreirense | Capitão Coates embala leão

O Sporting igualou hoje o FC Porto na liderança provisória da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o Moreirense, por 1-0, em jogo da nona jornada. O capitão Sebastián Coates marcou, aos …

Relatório médico indica que jovem chinês morreu após beber uma garrafa de Coca-Cola em dez minutos

Um homem chinês morreu depois de beber uma garrafa de 1,5 litros de Coca-Cola em dez minutos, informaram os médicos num relatório. O jovem de 22 anos, que não tinha doenças subjacentes, dirigiu às urgências do …

Universidade no Reino Unido tem arquivo de "casas assombradas"

A Universidade de Sheffield, no Reino Unido, tem um arquivo aberto ao público com quase 80 mil fotografias de "casas assombradas" de várias feiras populares. Para muitos, o medo é parte integrante da experiência de uma …

J&J acusada de usar manobra para impedir processos judiciais relativos à venda de pó de talco com propriedades cancerígenas

A Johnson & Johnson está a ser criticada por usar uma manobra para impedir cerca de 38 mil processos judiciais que alegam que o famoso baby powder da marca causa cancro. De acordo com a NPR, …

Tondela 1-3 FC Porto | Hat-trick de Taremi castiga insolência beirã

O iraniano Mehdi Taremi foi a grande figura da vitória do FC Porto em casa do Tondela, por 3-1. Os homens da casa marcaram primeiro, mas cedo se viram reduzidos a dez elementos e tiveram …

Chamam-lhe "Lady Trump". A candidata a governadora do Nevada que está a gerar polémica

Conhecida como "Lady Trump", Michele Fiore anunciou a sua candidatura a governadora do estado do Nevada em estilo, gerando polémica nos Estados Unidos. Michele Fiore, vereadora de Las Vegas, anunciou esta terça-feira a sua candidatura a …

Benfica abre inquérito a envolvimento de colaboradores em negócio de ações da SAD

O Benfica abriu um inquérito interno para averiguar o possível envolvimento de dois colaboradores num eventual negócio de transação de ações da SAD ‘encarnada’, informou hoje o clube, em comunicado. “Tendo em conta as recentes notícias …

Um hipopótamo na água

Tribunal norte-americano reconhece hipopótamos de Pablo Escobar como pessoas jurídicas

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do legado deixado na Colômbia por Pablo Escobar, recebeu o estatuto de "pessoas jurídicas". Um tribunal federal dos Estados Unidos defendeu que os descendentes dos hipopótamos do barão da …