Comunidade Vida e Paz ajudou 420 pessoas por dia no ano passado

Comunidade Vida e Paz

Em 2019, a Comunidade Vida e Paz apoiou cerca de 420 pessoas em situação de sem-abrigo por dia e distribuiu 138 mil refeições. Além disso, a organização ajudou regularmente 26 famílias carenciadas, entre 78 adultos e 33 crianças.

De acordo com o relatório de atividades e contas da instituição, relativo ao ano passado, os 602 voluntários – distribuídos por quatro equipas que faziam diferentes itinerários pela cidade de Lisboa e no bairro 6 de Maio, na Amadora – distribuíram refeições em cem locais diferentes.

“Em 2019, a Comunidade acompanhou, diariamente, uma média de 420 pessoas, a quem forneceu 138 mil ceias, tendo registado uma ligeira diminuição em relação ao ano anterior, onde foram apoiadas, diariamente, 430 pessoas e distribuídas 140 mil ceias”, refere o documento.

Através do Programa Municipal para as pessoas em situação de sem-abrigo, a equipa técnica esteve no centro da cidade de Lisboa, principalmente nas freguesias de Arroios e Santo António, onde identificou 128 e 43 casos, respetivamente.

“Foram acompanhadas um total de 239 pessoas e destas 60 foram encaminhadas para diferentes entidades como Centros de Alojamento, Hospitais e Comunidades Terapêuticas”, diz a Comunidade Vida e Paz, que faz referência ao facto de 128 casos serem pessoas de nacionalidade estrangeira.

Estas pessoas tinham problemas do foro psicológico (58 casos), questões legais, familiares e financeiras (54), e também problemas de adição – 39 eram toxicodependentes e outros 27 alcoólicos. A equipa técnica da Amadora acompanhou 58 pessoas, entre 14 mulheres e 44 homens, enquanto a equipa técnica da Loures apoiou 73 pessoas sem-abrigo, das quais 12 mulheres e 61 homens.

O apoio às famílias carenciadas “prevê a satisfação das suas necessidades básicas” e, portanto, foram-lhes fornecidas refeições e bens alimentares, além de vestuário, mobiliário e eletrodomésticos. Esta ajuda chegou a 26 agregados familiares, o que corresponde a 111 pessoas, das quais 73 adultos e 33 crianças, o mesmo número que em 2018.

“Relativamente às características das famílias acompanhadas observamos que 50% eram famílias monoparentais e 25% famílias alargadas, com três gerações a viver na mesma habitação, com baixos rendimentos e com situação de desemprego”, lê-se no relatório.

Segundo o relatório, a Comunidade Vida e Paz investiu perto de 204 mil euros em 2019, sendo que 78% foi financiado através de apoios e candidaturas e os restantes 22% por via de auto-financiamento, e que esse valor significa uma taxa de execução de 42% em relação aos cerca de 482 mil euros do total de investimentos desse ano.

Ao contrário do que aconteceu nos dois últimos anos, a Comunidade Vida e Paz conseguiu, em 2019, obter resultados líquidos positivos de mais de 12.300 euros.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …