Comunidade ucraniana pondera queixa-crime contra Câmara de Lisboa

António Pedro Santos / Lusa

Fernando Medina

No final da semana passada, a Associação dos Ucranianos em Portugal enviou um email ao presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, a exigir que a autarquia lhe dê garantias de que os dados pessoais de organizadores de manifestações não foram reenviados para o país.

“Devido à notícia sobre a revelação dos dados pessoais dos organizadores das manifestações em frente à embaixada russa em Lisboa, exigimos garantias que o mesmo não será feito com os cidadãos ucranianos que organizaram em Lisboa numerosas manifestações contra agressão russa e contra a anexação da Crimeia”, lê-se no email, a que o Expresso teve acesso.

Pavlo Sadokha, presidente da Associação dos Ucranianos em Portugal, disse ao semanário que têm sido organizados dezenas de protestos desde o final de 2013, não só em frente à embaixada da Rússia, como também à dos Estados Unidos e Reino Unido.

“Uma pessoa da Câmara Municipal de Lisboa ligou-nos posteriormente ao envio do nosso email a dizer que a autarquia iria investigar os procedimentos feitos na altura com os nossos pedidos para manifestações”, acrescentou.

O dirigente explicou que, quando é feito um pedido a informar de uma manifestação, a autarquia tem acesso ao número de pessoas esperadas no protesto, motivo e identidade dos organizadores. “Sabíamos que esses dados eram reenviados para a PSP, mas desconhecíamos que eram também passados para outros países”, afirmou.

Sadokha disse ainda que, caso se confirme que a CML reenviou os dados pessoais de ativistas, como fez no caso dos três ativistas russos em janeiro, a associação pondera fazer uma queixa-crime ao Ministério Público.

“A confirmar-se é algo de muito grave”, sublinhou, em declarações ao semanário.

“Se eles ficam a saber das nossas moradas pode ser muito problemático. Temos medo que algo lhes possa acontecer“, referiu o dirigente ucraniano, lembrando que há ativistas que se têm mostrado contra a invasão russa do território da Crimeia e que já foram ameaçados nas redes sociais.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …

Birmânia. Líder da junta volta a prometer eleições até 2023, seis meses depois do golpe militar

O líder da junta militar birmanesa, no poder desde o golpe de 1 de fevereiro, comprometeu-se novamente a realizar eleições "até agosto de 2023". “Estamos a trabalhar para estabelecer um sistema multipartidário democrático”, disse, este domingo, …

Tóquio2020. Patrícia Mamona conquista medalha de prata no triplo salto (e melhora recorde nacional)

Patrícia Mamona conquistou este domingo a medalha de prata no triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao conseguir 15,01 metros, novo recorde nacional, arrebatando a segunda medalha por atletas portugueses depois do bronze do judoca …

Trabalhadores da CP e IP iniciam hoje greve ao trabalho extraordinário e feriados

Os trabalhadores da CP - Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) entram este domingo em greve ao trabalho extraordinário e feriados, até 31 de agosto, por aumentos salariais. A greve, convocada pelo Sindicato …

Mesmo longe da Casa Branca, Trump foi o político republicano que mais arrecadou dinheiro em 2021

O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump é o político do Partido Republicano que mais arrecadou dinheiro este ano, apesar de ter deixado o cargo a 20 de janeiro, segundo a imprensa local. Os comités políticos …

Marcelo satisfeito com reabertura “sensata”. Alívio das restrições arranca hoje

O levantamento gradual das restrições em função da vacinação contra a covid-19 arranca este domingo com regras aplicáveis em todo o território continental, inclusive o limite de horário de encerramento até às 2h00 para restauração …

Restos mortais de morcego-vampiro podem desvendar mistérios sobre a espécie extinta

A descoberta da mandíbula de um morcego que viveu há 100 mil anos pode ajudar a responder a algumas incógnitas sobre a espécie extinta. Os restos mortais foram encontrados numa caverna na Argentina. De acordo com …