Comissão da CGD não vai apresentar queixa contra Banco de Portugal

José Sena Goulão / Lusa

O governador do banco de Portugal, Carlos Costa

A comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos não vai apresentar queixa contra o Banco de Portugal, alegando que os argumentos jurídicos não são sólidos o suficiente.

Apesar de o relatório final da comissão parlamentar de inquérito ser bastante crítico à gestão do Banco de Portugal durante os últimos anos, não vai ser apresentada queixa no Ministério Público contra a instituição financeira. A comissão entende que o relatório foi útil, mas que não foram retiradas conclusões significativas para avançar com um processo.

No entender dos deputados, não havia argumentos jurídicos sólidos o suficiente para apresentar uma queixa por crime de desobediência. Isto devido a um relatório de avaliação de acompanhamento do Banco de Portugal ao BES, que o Parlamento e a comissão têm pedido, mas que ainda não foi entregue.

O BdP entende que o facto de este se tratar de um relatório sobre a gestão do Banco Espírito Santo, não tem enquadramento no inquérito à gestão da CGD. O deputado Luís Leite Ramos explica, em declarações ao jornal Expresso, que “neste caso, o argumento utilizado não é negar informação. É dizer que a informação ultrapassa o objeto da comissão” e que estariam a violar o direito de segredo com a sua entrega.

Então, os deputados dividiram-se sobre a validade e importância do relatório da gestão do BES. Em sentido contrário, a situação foi diferente no processo apresentado contra a Associação Coleção Berardo, no qual os deputados não têm dúvidas que houve um crime de desobediência.

A auditoria feita pela Ernst & Young (EY) à CGD foi alvo de uma participação à Comissão do mercado de Valores Mobiliários (CMVM) por alegadas “incorreções e inverdades” do relatório. Os gestores Fernando Faria de Oliveira, Norberto Rosa, Jorge Tomé, Francisco Bandeira e José Araújo e Silva subscreveram a queixa.

Os deputados dizem ter feito a sua própria leitura dos processos, defendendo que o relatório da EY não foi base dos trabalhos da comissão e afastando-se da polémica.

O relatório, apesar de individualizar alguns gestores em particular, critica todas a gestões entre 2000 e 2015 — período no qual “foram identificadas práticas de concessão de crédito na CGD que desrespeitaram recorrentemente critérios de prudência e boa gestão”.

O relatório acabou por sentenciar que “a CGD não foi gerida de forma sã e prudente” e que “desviou-se da sua missão enquanto banco público“. Além dos administradores, também os supervisores foram criticados, realçando que, apesar de terem sido comunicadas irregularidades ao Ministério das Finanças e ao Banco de Portugal, não há “evidência de diligências efetuadas no sentido de as colmatar”.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Estes Srs. , tanto falam de projectos contra a corrupção na grande Casa da Democracia, que por fim vê-se o resultado. A culpa morre Solteira,ou seja quando não se resolve o “Problema” é porque não existe Problema. Andam todos a solta, isso é que é evidente !….. Lei cega só de um olho !

Assunção Cristas contra o "ditador" verde e André Silva contra a "despesista" demagoga

O debate deste sábado, transmitido pela RTP3, sentou frente-a-frente os líderes do CDS e do PAN. Assunção Cristas contou quantas vezes o programa do adversário usa a palavra "proibir" e André Silva acusou os centristas …

Poluição no rio Lis arrasta-se há mais de 20 anos

A poluição na bacia hidrográfica do rio Lis arrasta-se há mais de duas décadas, com o contributo das descargas ilegais das suiniculturas, mas a construção da estação de tratamento de efluentes suinícolas tem sido adiada …

No Quénia, há meninas a faltar às aulas por não terem acesso a tampões

No Quénia, há adolescentes que não têm dinheiro para comprar pensos higiénicos ou tampões. Por isso, faltam às aulas. O Expresso conta a história de uma menina queniana, de 14 anos, que não aguentou ser humilhada …

As sestas podem ser boas amigas do coração

Fazer uma sesta uma ou duas vezes por semana pode reduzir o risco de ataque cardíaco ou AVC. No entanto, se fizer mais sestas do que o recomendado, os benefícios desaparecem. Uma equipa de cientistas decidiu …

Qual o tamanho mínimo para que um planeta possa ser habitável? Cientistas responderam

Uma equipa de cientistas de Harvard revelou o tamanho crítico abaixo do qual um planeta nunca pode ser habitável, mesmo que esteja numa área com uma distância à sua estrela que permita a existência de …

Criatura com "cabeça de canivete suíço" deu origem aos escorpiões e às aranhas

Encontrada no Canadá, esta nova espécie de fóssil provou ser o quelicerado mais antigo, situando a origem dos escorpiões e das aranhas há 500 milhões de anos. Com o tamanho de um dedo polegar, olhos em …

Benfica 2-0 Gil Vicente | "Águia" q.b. bate minhotos aguerridos

O Benfica cumpriu frente ao Gil Vicente, no Estádio da Luz, e venceu por 2-0, com um golo a fechar a primeira parte e outro a abrir a segunda. A formação “encarnada” sentiu muitas dificuldades para …

Há cidades que, em 2050, vão ser quentes demais para se visitar

Em 2050, há cidades que vão ser vítimas do flagelo das alterações climáticas. As altas temperaturas vão impedir que os turistas explorem cada recanto destas metrópoles. Os efeitos das alterações climáticas são cada vez mais visíveis.. …

As legislativas não se ganham nas sondagens, alerta Costa

Após ter sido divulgada mais uma sondagem este sábado, António Costa afirmou que as eleições não se ganham nas sondagens e apelou para a mobilização de modo a garantir a vitória. O secretário-geral do PS, António …

Prémios IgNobel: uma máquina para mudar fraldas e uma pizza anticancro

Os vencedores da 29.ª edição dos prémios IgNobel foram anunciados na quinta-feira, na Universidade de Harvard, no Estado norte-americano do Massachusetts. Os prémios IgNobel - uma paródia dos prémios atribuídos pelas academias suecas e norueguesa - …