Comissão de Gestão avança com processo-crime contra Bruno de Carvalho

Nuno Fox / Lusa

Bruno de Carvalho, antigo presidente do Sporting

A Comissão de Gestão do Sporting, liderada por Artur Torres Pereira, vai avançar com um processo contra o presidente destituído, Bruno de Carvalho.

Através de um comunicado, a Comissão explica que decidiu “participar criminalmente o ex-presidente destituído pelos sócios junto do Ministério Público por fraude e usurpação de funções“, assim como participar os factos à Comissão de Fiscalização.

De acordo com o Record, que avançou com a notícia, a decisão foi tomada depois de Bruno de Carvalho ter tentado congelar as contas do clube. Segundo o desportivo, Bruno de Carvalho ter pedido aos bancos que trabalham com o Sporting para bloquear as contas e quaisquer operações ou transações, por ainda se considerar ainda presidente do clube.

“Hoje, numa manifestação de desespero de quem já não respeita nada nem ninguém, o ex-presidente destituído pelos sócios deu uma nova prova da permanente irresponsabilidade com que intervém ilegal e abusivamente na vida do Sporting, lançando a confusão e semeando a divisão no clube”, pode ler-se no comunicado.

No comunicado, a CG explica que Bruno de Carvalho recorreu aos mesmos documentos utilizados na passada sexta-feira, quando se dirigiu a Alvalade e alegou ser ainda presidente, e “permitiu-se enviar durante o dia cartas a bancos com os quais o SCP mantém relações comerciais (…) se permitiu pressionar os referidos bancos para impedir que as contas bancárias do SCP continuem neles a ser movimentadas pelos órgãos do clube legitimamente em funções”.

A Comissão sublinha, contudo, que os bancos não aceitaram o pedido. “Esta desesperada iniciativa não obteve sucesso, tendo as referidas entidades bancárias recusado participar nesta tentativa de fraude”.

Bruno de Carvalho nega

Bruno de Carvalho, através de comunicado, negou ter avançado para qualquer tentativa de congelamento das contas do Sporting ou da Sporting SAD.

No mesmo documento, conta o desportivo, o antigo presidente do fala num “novo exercício de despudorada desonestidade intelectual” por parte da Comissão de Gestão liderada por Artur Torres Pereira.

“É evidente que ninguém procurou congelar qualquer conta bancária do Sporting C.P. Estas expressões devem-se a grosseira ignorância frequentemente manifestada pelos comissários de JMS (vulgo comissão de gestão) que, manifestamente, não dominam o léxico que usam”, garantiu na missiva.

Também no dia de ontem, o antigo presidente dos leões confirmou ter enviado mensagens aos jogadores do Sporting antes da partida com o Vitória de Setúbal. No entanto, sublinhou que “em momento nenhum assinou presidente“, mas antes, com “um forte abraço”, revela o diário.

A mensagem de Bruno de Carvalho surgiu depois do presidente destituído ter reivindicado o seu cargo de presidente na passada sexta-feira. O antigo presidente deslocou-se até ao Estádio de Alvalade, onde entregou uma providência cautelar que, alegadamente iria anular a Assembleia Geral Extraordinária que o destituiu a 23 de julho.

O documento nunca chegou a ser revelado e Artur Torres Pereira, presidente da comissão de gestão do clube, acusou Bruno de Carvalho de mentir.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Num dia apareceu no Sporting afirmando peremptório que nunca tinha deixado de ser Presidente.
    No dia seguinte… pufff … o presidente putativo desapareceu do Sporting e da comunicação social.
    Qual o próximo episódio ? A prisão, provada a sua responsabilidade no atentado de Alcochete ?

RESPONDER

Da "obsessão por cargos" à "subserviência ao PS". Críticos internos do BE descarregam na direção

A convenção do Bloco de Esquerda está marcada para os dias 22 e 23 de maio. Os grupos críticos da direção do partido já têm preparada uma extensa lista de críticas. De acordo com o Observador, …

Pela primeira vez, a idade da reforma pode cair (e a culpa é da pandemia)

A idade da reforma é determinada pela esperança média de vida. No entanto, a pandemia e o consequente aumento da mortalidade podem fazer cair esse indicador, levando a um recuo histórico na idade da reforma. Até …

Onde estão os antigos "donos disto tudo" no desporto?

Sporting parece estar em ano de regresso ao topo do futebol. Mas outros clubes dominadores, ou desapareceram, ou andam discretos. "Felizmente não subimos à I Divisão", admite o presidente do HC Sintra. "Donos disto tudo" pode …

Após chumbo ao aeroporto do Montijo, Governo quer mudar a Lei para tirar poder aos municípios

O chumbo ao aeroporto do Montijo, depois de os municípios da Moita e do Seixal terem reprovado o projecto, não demove o Governo da empreitada. Em cima da mesa estão três soluções e a intenção …

Vacina da Janssen deverá ser aprovada na Europa a 11 de março. Imunizante só requer uma toma

A Agência Europeia do Medicamento convocou uma reunião extraordinária para concluir a avaliação da vacina à covid-19 da multinacional Janssen, com vista a colocá-la rapidamente no mercado. Neste sentido, espera-se que haja mais uma vacina contra …

Medina leva nega. Bloco, PCP e PAN querem concorrer sozinhos em Lisboa

O anúncio de que Carlos Moedas vai encabeçar a candidatura PSD/CDS à Câmara Municipal de Lisboa uniu a direita, mas não mudou a estratégia da esquerda. O Bloco, o PCP e o PAN querem concorrer …

Coates alcançou feito sem paralelo na Europa

Coates não comete uma única falta há mais de um mês, embora tenha sido totalista de minutos nesse período. É o único jogador das principais ligas europeias a consegui-lo. Provavelmente já não se lembra da última …

"Nunca batem certo". Madeira contesta dados do boletim da DGS

As autoridades regionais madeirenses afirmam que "os números fidedignos são os dados reportados, diariamente, pela Direção Regional de Saúde". A Direção Regional da Saúde (DRS) da Madeira contestou, esta terça-feira, os dados reportados nos boletins da …

I Liga pondera reduzir número de equipas a partir de 2022/2023

O desportivo Record avança esta quarta-feira que a Liga de Clube pondera reduzir o número de equipas em competição na I Liga já a partir da época de 2022/2023. Em cima da mesa está a redução …

Sob risco de expulsão, Fidesz de Orbán deixa bancada do Partido Popular Europeu pelo próprio pé

O partido Fidesz, liderado pelo primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán, vai deixar a bancada do Partido Popular Europeu no Parlamento Europeu. De acordo com a agência Reuters, o partido Fidesz, que governa a Hungria, anunciou esta quarta-feira …