Comer nozes pode reduzir o risco de doenças cardíacas

O consumo regular de nozes mostrou ser altamente benéfico no que toca à redução do risco de doenças cardíacas. Este fruto seco parece ter um efeito anti-inflamatório.

As nozes são um dos frutos secos mais nutritivos que podemos comer. Além de proteínas, hidratos de carbono e lípidos insaturados, são também ricas em zinco, potássio, fósforo, magnésio e vitamina B6.

Naquele que é o maior e mais longo estudo científico sobre os vários benefícios desta fruto seco, os investigadores descobriram que o seu consumo regular em adultos mais velhos pode diminuir o risco de doenças cardíacas, reduzindo a concentração de certos biomarcadores inflamatórios.

Os resultados do estudo publicado recentemente na revista Journal of the American College of Cardiology mostram que as pessoas na faixa etária dos 60 e 70 anos que consomem regularmente nozes podem ter uma inflamação menor, um fator associado a um risco menor de doenças cardíacas, comparativamente com aqueles que não comem nozes.

Neste estudo, mais de 600 idosos saudáveis consumiram entre 30 e 60 gramas de nozes por dia ou seguiram a sua dieta padrão, sem nozes, durante dois anos.

Dos dez marcadores inflamatórios mais conhecidos que foram medidos no estudo, seis foram significativamente reduzidos com a dieta de nozes. Entre esses marcadores destaca-se a interleucina-1β, uma potente citocina pró-inflamatória cuja inatividade farmacológica foi fortemente associada a taxas reduzidas de doenças cardíacas, explica o SciTechDaily.

“A inflamação aguda é um processo fisiológico decorrente da ativação do sistema imunológico por lesão, como trauma ou infeção, e é uma importante defesa do organismo“, começa por dizer Emilio Ros, autor principal do estudo.

“A inflamação de curto prazo ajuda-nos a curar feridas e a combater infeções, mas a inflamação que persiste com o tempo, causada por fatores como dieta inadequada, obesidade, stresse e tensão arterial alta, é prejudicial em vez de benéfica, principalmente no que diz respeito às doenças cardiovasculares”, acrescenta o investigador.

As descobertas deste estudo sugerem que as nozes são um alimento que pode diminuir a inflamação crónica, o que pode ajudar a reduzir o risco de doenças cardíacas.

Ros explica ainda que “as nozes têm uma mistura ideal de nutrientes essenciais […] que provavelmente desempenham um papel no seu efeito anti-inflamatório”.

Embora os resultados sejam altamente promissores, o estudo tem as suas limitações. Os participantes do estudo eram adultos mais velhos saudáveis com a opção de comer uma variedade de outros alimentos além das nozes.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Juno fez a maior aproximação a Ganimedes das duas últimas décadas (e as imagens são de cortar a respiração)

A NASA divulgou, recentemente, um vídeo da sonda Juno a passar por Júpiter e Ganimedes, uma das suas luas. As imagens são de cortar a respiração. Juno visitou Ganimedes em junho. As imagens foram captadas no …

Homicídio com 32 anos resolvido com a menor amostra de ADN de sempre

Um caso de homicídio ocorrido há 32 anos, que muitos consideraram impossível de ser resolvido, foi finalmente desvendado (e tudo graças à amostra de ADN mais pequena de sempre usada para decifrar um caso). De acordo …

Braços robóticos controlados remotamente podem vir a realizar cirurgias delicadas

Um equipa de investigadores está a trabalhar para eliminar movimentos rígidos nos braços robóticos, de modo a torná-los mais ágeis. O objetivo é que no futuro estes possam empilhar pratos ou até realizar cirurgias delicadas. Os …

Alemão foi forçado a remover estátua do pai por esta se parecer com Hitler

Um alemão foi obrigado a retirar uma figura de madeira de um cemitério, que seria para homenagear o seu falecido pai, por ter semelhanças com o antigo ditador nazi. As autoridades do município de Weil im …

Podcast evita morte de um condenado (seis vezes)

Curtis Flowers foi julgado seis vezes pelo mesmo promotor de justiça. Um programa de investigação mudou o seu destino. O promotor continua a acreditar que Curtis é culpado. A própria equipa responsável pelo 60 Minutes, programa …

EUA venderam álbum único dos Wu-Tang Clan (que pertencia a Martin Shkreli)

O álbum do grupo Wu-Tang Clan, confiscado em 2018 ao antigo gestor de fundos Martin Shkreli, também conhecido como "o empresário mais odiado do mundo", foi agora vendido pelo Governo norte-americano. Num comunicado divulgado esta terça-feira, …

Bezos ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA para entrar na corrida da próxima viagem à Lua

O empresário norte-americano ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA numa tentativa de reacender a batalha espacial entre a sua empresa, a Blue Origin, e a do "rival" Elon Musk, a SpaceX. De acordo com …

Clientes com certificado digital válido impedidos de entrar em restaurantes

Estão a ser reportados vários casos de clientes que, ao apresentarem o certificado digital para poderem entrar num restaurante, não conseguem fazê-lo porque o documento está a ser considerado inválido pelos dispositivos eletrónicos. Segundo a rádio …

Covid-19 trouxe "paranoia" ao mercado

Diretor do Norwich City, da Premier League, acha que os responsáveis por alguns clubes não sabem bem o que estão a fazer nos últimos tempos. O Norwich City iria jogar contra o Coventry City, num encontro …

Israel cria "task force" para reverter boicote da Ben & Jerry's na Cisjordânia

Israel criou uma task force para pressionar a empresa de gelados norte-americana Ben & Jerry's e a sua proprietária, Unilever, a reverterem a decisão de boicotar a ocupação israelita na Cisjordânia. "Precisamos de aproveitar os 18 …