Coelho tirou bandeira do Estado Islâmico da cartola e incomodou Marcelo

Gregório Cunha / Lusa

Deputado do PTP, José Manuel Coelho, exibe bandeira do grupo terrorista Estado Islâmico no Parlamento da Madeira para incómodo de Marcelo Rebelo de Sousa

O deputado madeirense José Manuel Coelho voltou a fazer das suas, desta vez com uma bandeira do grupo terrorista Estado Islâmico, e conseguiu deixar Marcelo Rebelo de Sousa incomodado.

Tudo se passou no Salão Nobre do Parlamento da Madeira, no âmbito do Dia da Região que tem como convidado especial o Presidente da República. Após ter feito o seu discurso, o segundo da cerimónia, José Manuel Coelho exibiu uma bandeira do Estado Islâmico, provocando bastante desconforto na sala.

O Diário de Notícias refere o “mal-estar” entre os elementos presentes no Salão Nobre e nota que “Marcelo Rebelo de Sousa não escondeu o incómodo”.

O deputado do Partido Trabalhista Português (PTP) justificou o desfraldar da bandeira islâmica como “um grito de alerta” em “protesto contra os fundamentalismos” dos tribunais madeirenses, conforme cita o DN.

José Manuel Coelho ainda acusou juízes e magistrados de estarem ao “serviço da oligarquia laranja” e de perseguirem aqueles que denunciam a “corrupção” na Madeira.

Não é o primeiro episódio caricato protagonizado pelo deputado do PTP, que já tirou a roupa em pleno plenário do Parlamento madeirense.

Também já foi vestido de recluso para a Assembleia e, noutras ocasiões, levou para o Parlamento um relógio de cozinha pendurado ao pescoço e uma bandeira nazi.

Marcelo Rebelo de Sousa está na Madeira no âmbito das comemorações dos 40 anos da autonomia do Arquipélago.

SV, ZAP

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. ninguém põe esse maluco na linha. É vergonhoso para o nosso Pais a figura ridicula que esse animal faz perante o Presidente da republica.

  2. Isto é o que dá terem acabado com os hospitais para malucos, soltaram-nos todos agora temos que os aturar já não dão conta deles

  3. Com a aprendizagem os cursos de formação do Alberto durante tantos anos, quem não aprende a ofender tudo e todos. Não fazer nada contra isto não é democracia, é permissividade reles e laxismo bacoco.

  4. Não é a mesma coisa aparecer em cuecas ou trazer bandeiras ideológicas sinistras. Às vezes não percebo o que vai na cabeça de quem escreve notícia….

  5. Compreendo a atitude de José Manuel Coelho e o que simbolicamente representa todavia, reconheço que exibir um símbolo de uma organização tão sinistra, não tem justificação nem nexo de causalidade e por isso, desvalorizou os argumentos. Os que adjetivam JMCoelho, também não acrescentam valor a uma crítica que se deseja civilizada, são corpos estranhos numa sociedade que se deseja evoluída/esclarecida expurgada de insultos e de falta de respeito.

  6. e ninguem o para nas parvoices. nao ha respeito pelo simbolo da nação (presidente da republica. isto é uma afronta. acho que devia ser punido por causa do que fez (pena de 8 a 12 anos de cadeia). acho que so batendo com os costados na cadeia é que ele aprende. esta passou dos limites

  7. O TIRIRICA continua a divertir-se à nossa conta, agora até já serve a bandeira do DAESCH só lhe restará mesmo uma bomba ás costas com um detonador que poderia utilizar numa das ilhas Desertas onde ficaria muito bem estilhaçado.

Governo admite retirar cidadãos nacionais de Wuhan

As autoridades portuguesas estão a cooperar com outros países europeus para reforçar o apoio aos cidadãos nacionais que se encontram em Wuhan, onde ocorreram os primeiros casos do novo coronavírus, admitindo a possibilidade de retirá-los …

Os cogumelos podem ser muito mais antigos do que pensávamos

Os cogumelos podem ser mais antigos do que pensávamos, concluíram cientistas que dataram vestígios de micélio (constituinte dos cogumelos) com 800 milhões de anos, divulgou esta quarta-feira a Universidade Livre de Bruxelas, na Bélgica. Estudos anteriores …

Comer iogurte natural pode ajudar a reduzir o risco de cancro da mama

Uma das causas mais apontadas para o cancro da mama é a inflamação causada por bactérias nocivas. Esta tese ainda não foi provada, mas é apoiada pelas evidências até agora disponíveis de que a inflamação …

Primeiro caso suspeito de infeção por coronavírus detetado em Portugal

Foi detetado o primeiro caso suspeito de infeção infeção pelo novo coronavírus , em Portugal, anunciou este sábado a Direção-Geral de Saúde. “Este doente, regressado hoje [este sábado] da China, onde esteve na cidade de Wuhan …

Slava Semeniuta transforma chuva em atmosfera néon

O artista e fotógrafo russo Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, mistura elementos naturais e faz mágica com eles. Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, retoca fotografias de poças de água para criar composições …

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …