Como é que os coalas bebem água no topo da árvores? O mistério foi finalmente resolvido

Os coalas são um dos animais mais carismáticos do mundo, mas ainda há muito que não sabemos sobre eles. Por exemplo, como é que um coala bebe água no topo de uma árvore? Não se sabia – até agora.

A forma como os coalas bebiam água sempre foi um mistério: absorvem apenas a humidade das folhas que comem? Ou descem das árvores para beber?

A resposta chegou este mês num estudo publicado na revista científica Ethology. Uma investigadora da Universidade de Sydney, na Austrália, observou, pela primeira vez, um coala a beber na natureza. Segundo a cientista, os coalas lambem a água que escorre pelos troncos lisos das árvores enquanto chove.

Para o estudo, de acordo com o EurekAlert, Valentina Mella colheu observações de coalas a beber na natureza feitas por cientistas cidadãos e ecologistas independentes entre 2006 e 2019 no Parque Regional You Yangs, em Victoria, e nas Planícies de Liverpool. Havia 44 observações de coalas ao ar livre a lamber a água que escorria de um tronco de árvore durante ou imediatamente após a chuva no Parque Regional You Yangs.

“Durante muito tempo, pensámos que os coalas não de precisavam beber muito porque ganhavam a maior parte da água necessária para sobreviver nas folhas em que se alimentam”, disse Mella, em comunicado. “Mas, agora, observámo-los a lamber a água dos troncos das árvores. Isso altera significativamente a nossa compreensão de como os coalas obtém água na natureza. É muito emocionante”.

Todos os dias, os coalas selvagens comem 510 gramas de folhas frescas de eucalipto e acredita-se que a água na folhagem em que se alimentam contribua com três quartos da ingestão de água no verão e no inverno.

Além disso, os coalas possuem extraordinárias habilidades de concentração urinária e restringem a perda de água respiratória e cutânea em comparação com mamíferos de tamanho semelhante.

A Austrália está a sofrer o maior período de seca já documentado, com severos déficits de precipitação e temperaturas máximas recorde. Os coalas sofrem stress por calor e mortalidade em massa em condições quentes e secas prolongadas e gastam mais tempo a beber em estações de água artificiais se a chuva for escassa.

Em cativeiro, os coalas bebem água, mas esse comportamento costuma ser atribuído à doença ou ao stress térmico intenso. Coalas também foram observados a aproximar-se dos humanos para aceder a água, o que também é considerado incomum.

Os coalas estudados lamberamm troncos numa ampla variedade de condições climáticas e até mesmo quando havia água autónoma disponível em reservatórios próximos. Assim, lamber água das árvores não é o resultado do stress térmico, mas sim o seu comportamento natural.

“Sabemos que os coalas usam árvores para todas as suas principais necessidades, incluindo alimentação, abrigo e descanso. Este estudo mostra que os coalas também dependem das árvores para aceder a água livre e destaca a importância de reter árvores para a conservação das espécies”, rematou Mella.

Estudos futuros poderão investigar quando e por que os coalas de diferentes áreas precisam de acesso a água livre e se a suplementação de água é necessária para algumas populações.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Sob o mote da "prudência", especialistas aconselham Governo a não avançar no desconfinamento

Manuel Carmo Gomes, o epidemiologista que deixou de participar nas reuniões no Infarmed, aconselhou o Governo a não avançar para a terceira fase de desconfinamento. E não é o único a defender a suspensão. De acordo …

Oposição quer redução de portagens. Governo responde com cortes ou aumento de impostos

O Governo disse hoje que a redução de portagens nas ex-SCUT "é legal e constitucional", defendendo que a Assembleia da República deve ajudar a encontrar a compensação para encargos de até 149 milhões de euros …

Bispo do século XVII foi enterrado com um feto. Cientistas já sabem porquê

Cientistas já sabem porque é que foi encontrado o cadáver de um feto junto dos restos mortais de um antigo bispo de Lund, na Suécia. Peder Pedersen Winstrup foi um bispo de Lund, cidade na atual …

Detenção da autarca de Vila Real de Santo António surpreende PSD. Deputado do PS envolvido no negócio

Esta terça-feira, a presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Conceição Cabrita, foi detida por suspeitas do crime de corrupção num negócio de imobiliário em Monte Gordo.  Fonte da direção do PSD disse, …

Atraso com vacina da Johnson não altera metas do plano de vacinação

O anúncio desta terça-feira do atraso da distribuição da vacina da Johnson & Johnson na Europa não vai afetar o plano de vacinação em Portugal, garantiu a task force. Mais um contratempo para o processo de …

Descoberta de bactérias comedoras de metano numa árvore comum pode ser boa notícia

A descoberta de bactérias que "comem" metano numa árvore australiana comum pode ser uma boa notícia no desafio de reduzir a emissão de gases com efeito de estufa. As árvores são os pulmões da Terra, uma …

Rio diz ser "desejável" que PSD Madeira e Açores excluam Chega de coligações

Em Portugal Continental, o PSD não aceita coligações com o Chega para as próximas autárquicas, sublinhou Rui Rio, que deseja que o mesmo princípio seja seguido nas Regiões Autónoma. Esta terça-feira, Rui Rio reiterou que …

Marcelo começa a despedir-se da emergência e passa a bola ao Governo

Depois do 15.º estado de emergência e com a situação mais controlada, o Presidente da República entende que o ideal é o Governo começar a procurar alternativas legais. Marcelo Rebelo de Sousa espera que o 15.º …

EDP abdicou de decisão do Fisco antes de vender barragens

A EDP abdicou de uma prerrogativa prevista na lei que permitia à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) abrir um procedimento de inspeção prévio antes de concluir a venda das seis barragens ao consórcio francês da …

O chapim-real tem uma cultura (e os "imigrantes" mudam-na para melhor)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Konstanz e do Instituto Max Planck, na Alemanha, descobriu que os chapins-reais são capazes de mudar a sua cultura para se tornarem mais eficientes. Nos animais, "cultura" é qualquer comportamento …