Cinema oferece bilhetes a extremistas alemães para verem “A Lista de Schindler”

Um cinema na Alemanha vai oferecer bilhetes grátis a militantes de extrema-direita para assistirem ao filme “A lista de Schindler”, de Steven Spielberg, que recria a história de um empresário que salvou centenas de judeus do Holocausto.

Uma sala de cinema em Hachenburg, uma cidade no oeste da Alemanha, decidiu oferecer bilhete grátis para uma sessão do filme “A lista de Schindler”, bastando que os candidatos aos bilhetes provem ser militantes do partido Alternativa para a Alemanha (AfD), um movimento de extrema-direita, e se apresentem no dia 27 de janeiro, dia dedicado à memória das vítimas do nazismo.

A organização desta iniciativa, no momento em que o filme comemora 25 anos de estreia, explicou numa página da Internet que pretende dar “máxima visibilidade à projeção do filme e fazê-lo chegar ao maior número possível de pessoas“.

Ao dar bilhetes gratuitos a militantes do Alternativa para a Alemanha, a organização diz que “não quer argumentar que são nazis”, mas apenas criar um espaço de diálogo aberto aos simpatizantes do nazismo, para que compreendam o fenómeno da segregação.

A direção do AFD já manifestou inquietação sobre a iniciativa e o líder da organização no estado da Renânia, Uwe Junge, já protestou na rede social Twitter contra um gesto que considera pretender “colocar o AfD como sendo nacional-socialista”.

A oferta de bilhetes gratuitos ganhou o apoio dos social-democratas de centro-esquerda, cujo presidente Hendrik Hering é presidente do parlamento estadual. Hering considera que é uma boa ideia “desafiar um partido cujos membros questionam ou desprezam a cultura da lembrança”.

Por outro lado, o responsável de centro-direita de Hachenburg, Stefan Leukel, está preocupado em “trazer os membros do partido para uma discussão sem definir os termos do debate”.

Nas eleições gerais de 2017, o AfD obteve 12,6% dos votos e tornou-se a primeira formação de extrema-direita com assento no Bundestag – a câmara baixa do Parlamento – desde a década de 1950, tendo também tido resultados significativos nas eleições regionais de 2018.

O filme “A lista de Schindler” regressa em janeiro às salas de cinema, 25 anos após a sua estreia, por vontade de Steven Spielberg, o realizador, que escolheu o dia 27 de janeiro para recordar a história do empresário Schindler (1908-1974) que ajudou centenas de judeus a escapar aos campos de concentração nazis.

O filme foi um sucesso e recebeu de sete Óscars, incluindo Melhor Filme e Melhor Diretor, como também muitos outros prémios (incluindo 3 Globos de Ouro e 7 BAFTAs). Em 2007, o American Film Institute elegeu Schindler’s List como o oitavo melhor filme americano da História. É considerado pela crítica especializada como um dos melhores filmes já feitos.

ZAP ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Vacina da Johnson & Johnson chega esta semana. Portugal recebe 30 mil vacinas na quarta-feira

As primeiras 30 mil vacinas da Janssen, do grupo Johnson & Johnson, vão chegar a Portugal na próxima quarta-feira. Portugal vai receber, já na próxima quarta-feira, o primeiro lote de 30 mil vacinas da Janssen. No …

Reembolsos do IRS já começaram a ser processados (e chegam “a meio desta semana”)

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) já começou a processar os primeiros reembolsos do IRS e o valor deverá chegar à conta dos contribuintes a meio desta semana, avançou à Lusa o secretário de Estado …

Todos os anos, caem mais de 5 mil toneladas de poeira extraterrestre na Terra

A Terra está constantemente sob uma chuva de poeira espacial. Após duas décadas de recolha de material na Antártida, uma equipa de cientistas conseguiu quantificá-la: caem cerca de 5.200 toneladas de micrometeoritos a cada ano. Os …

Encontradas três "estrelas fracassadas" ultrarrápidas. Estão prestes a autodestruir-se

Uma equipa de cientistas identificou as três anãs castanhas de rotação mais rápida já encontradas. Estas estrelas, conhecidas como "estrelas fracassadas" estão a girar tão depressa que podem estar prestes a desfazer-se. Usando dados no Spitzer …

“É como ser queimado com ácido quente“. Planta venenosa australiana causa dores que podem durar anos

Os "cabelos" da planta gympie-gympie causam uma picada tão tóxica que a dor pode durar anos. Esta pode ser encontrada nas florestas australianas. A gympie-gympie, ou dendrocnide moroides, é um tipo de arbusto que recebe o …

Sporting 1-1 Famalicão | Leão volta a tremer e vê Porto a 6

Segundo empate consecutivo do Sporting na Liga NOS, e pelo mesmo resultado, 1-1. Na recepção ao Famalicão, o líder do campeonato começou bem, marcou, mas sofreu um golo de imediato e nunca mais se encontrou …

Arqueólogos descobrem túnel medieval na Polónia. Tinha restos mortais de 18 carmelitas

Uma equipa de arqueólogos descobriu um cemitério medieval onde estava sediado um mosteiro do século XIV. No local foi ainda encontrado um túnel com dezoito esqueletos de padres carmelitas. A descoberta ocorreu em Jaslo - uma …

Militantes apoiados pelo Al-Qaeda defendem uso de mel contra a covid-19

O Al-Shabaab, um grupo rebelde islâmico apoiado pela Al-Qaeda, apela ao boicote à vacina da AstraZeneca contra a covid-19. A alternativa é "cominho preto e mel". A vacina da AstraZeneca não está apenas a levantar preocupações …

Em menos de um ano, a polícia foi chamada a intervir pelo menos nove vezes na mansão dos Sussex

A vida nos Estados Unidos não tem sido fácil para os duques de Sussex. No último ano, a polícia da Califórnia foi chamada pelo menos nove menos à mansão onde o casal habita desde que …

Rivalidade entre China e Índia é obstáculo à maior aproximação entre os BRICS, diz especialista

Apesar de os BRICS representarem "o tipo de relações entre países que queremos no século XXI", a rivalidade entre a Índia e a China ainda é um obstáculo a uma maior integração, dizem os especialistas. Na …