Cinema oferece bilhetes a extremistas alemães para verem “A Lista de Schindler”

Um cinema na Alemanha vai oferecer bilhetes grátis a militantes de extrema-direita para assistirem ao filme “A lista de Schindler”, de Steven Spielberg, que recria a história de um empresário que salvou centenas de judeus do Holocausto.

Uma sala de cinema em Hachenburg, uma cidade no oeste da Alemanha, decidiu oferecer bilhete grátis para uma sessão do filme “A lista de Schindler”, bastando que os candidatos aos bilhetes provem ser militantes do partido Alternativa para a Alemanha (AfD), um movimento de extrema-direita, e se apresentem no dia 27 de janeiro, dia dedicado à memória das vítimas do nazismo.

A organização desta iniciativa, no momento em que o filme comemora 25 anos de estreia, explicou numa página da Internet que pretende dar “máxima visibilidade à projeção do filme e fazê-lo chegar ao maior número possível de pessoas“.

Ao dar bilhetes gratuitos a militantes do Alternativa para a Alemanha, a organização diz que “não quer argumentar que são nazis”, mas apenas criar um espaço de diálogo aberto aos simpatizantes do nazismo, para que compreendam o fenómeno da segregação.

A direção do AFD já manifestou inquietação sobre a iniciativa e o líder da organização no estado da Renânia, Uwe Junge, já protestou na rede social Twitter contra um gesto que considera pretender “colocar o AfD como sendo nacional-socialista”.

A oferta de bilhetes gratuitos ganhou o apoio dos social-democratas de centro-esquerda, cujo presidente Hendrik Hering é presidente do parlamento estadual. Hering considera que é uma boa ideia “desafiar um partido cujos membros questionam ou desprezam a cultura da lembrança”.

Por outro lado, o responsável de centro-direita de Hachenburg, Stefan Leukel, está preocupado em “trazer os membros do partido para uma discussão sem definir os termos do debate”.

Nas eleições gerais de 2017, o AfD obteve 12,6% dos votos e tornou-se a primeira formação de extrema-direita com assento no Bundestag – a câmara baixa do Parlamento – desde a década de 1950, tendo também tido resultados significativos nas eleições regionais de 2018.

O filme “A lista de Schindler” regressa em janeiro às salas de cinema, 25 anos após a sua estreia, por vontade de Steven Spielberg, o realizador, que escolheu o dia 27 de janeiro para recordar a história do empresário Schindler (1908-1974) que ajudou centenas de judeus a escapar aos campos de concentração nazis.

O filme foi um sucesso e recebeu de sete Óscars, incluindo Melhor Filme e Melhor Diretor, como também muitos outros prémios (incluindo 3 Globos de Ouro e 7 BAFTAs). Em 2007, o American Film Institute elegeu Schindler’s List como o oitavo melhor filme americano da História. É considerado pela crítica especializada como um dos melhores filmes já feitos.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Jesus orientou primeiro treino no Flamengo, pediu compromisso e deu lição

O treinador português Jorge Jesus iniciou hoje a ‘aventura’ na equipa de futebol do Flamengo, pedindo aos jogadores “compromisso” em prol do conjunto do Rio de Janeiro, antes de orientar o primeiro treino dos ‘rubro-negros’. “O …

Maher e Safa deixaram sonhos para trás. Mas reencontraram a paz em Portugal

Os sonhos de Maher e de Safa ficaram adiados com a guerra na Síria, mas reencontraram a paz em Portugal, onde residem há dois anos ao abrigo de um programa de acolhimento de refugiados. É no …

São Francisco poderá ser a primeira cidade a proibir venda de cigarros eletrónicos

Se esta decisão for aprovada pela FDA, São Francisco vai tornar-se a primeira cidade a banir a venda de cigarros eletrónicos. De acordo com o Observador, a Câmara de Supervisores de São Francisco, nos EUA, aprovou uma …

Nunca houve tantos deslocados no mundo. São mais de 70 milhões

Um novo recorde foi quebrado no mundo em 2018, com 70,8 milhões de pessoas deslocadas das suas casas ou dos seus países, devido às guerras ou perseguições, anunciou esta quarta-feira as Nações Unidas. O relatório anual …

A monogamia foi inventada pelas mulheres (e o casamento, pelos homens)

A poligamia é natural no ser humano e a monogamia foi criada por imposição para a mulher, diz o investigador português Rui Diogo, que usa a ciência e a história para explicar a relação entre …

Morreu o DJ Zdar do duo electrónico Cassius. Caiu da janela de um prédio em Paris

O músico, produtor e DJ francês Philippe Cerboneschi, mais conhecido por Zdar, morreu aos 50 anos após ter caído da janela de um apartamento em Paris. O seu agente confirmou a "queda acidental" sem revelar …

PS quer o Estado a pagar licença sabática aos portugueses para voltarem a estudar

A criação de uma licença sabática para qualificar trabalhadores e um sistema de prémios e penalizações para combater a desigualdade salarial são medidas que o PS inclui no seu projecto de programa eleitoral. O director do …

Putin reconhece: as condições de vida dos russos pioraram nos últimos anos

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, admitiu esta quinta-feira que as condições de vida no país pioraram nos últimos anos, mas assegurou que as autoridades russas trabalham para reverter essa tendência, e enumerou os primeiros …

Marcelo, o "verdadeiro professor", é estrela em promo de La Casa de Papel

O novo vídeo promocional de La Casa de Papel tem um protagonista improvável. Marcelo Rebelo de Sousa, ou, na verdade, uma imitação do Presidente da República, faz uma chamada para a inspetora Raquel. Na chamada telefónica, …

Num só dia, derreteu 40% da área superficial da Gronelândia (e há fotografias)

Uma fotografia divulgada no Twitter do climatologista dinamarquês Rasmus Tonboe ilustra o degelo que ocorre na Gronelândia, evidenciando algumas das consequências que podem ser desencadeadas pelo fenómeno.   A imagem, que mostra um trenó a ser …