Cientistas russos querem clonar mamutes

Cientistas russos querem clonar exemplares dos extintos mamutes, já no início deste ano, a partir de restos mortais que se encontram em bom estado.

Os cientistas pretendem “reanimar” os antigos habitantes da Terra a partir de material genético descoberto há um ano e meio no pergelissolo – solo permanentemente congelado – das ilhas da Nova Sibéria.

A etapa mais importante da clonagem incidirá sobre a procura de células vivas. Até agora, não tinham sido encontradas células vivas nos diversos restos mortais descobertos nas últimas décadas.

Mas o mamute encontrado nas ilhas da Nova Sibéria incute esperança. O paquiderme jurássico teve as condições de conservação ideais: em épocas muito remotas, o animal caiu num poço com água, que se congelou e nunca mais descongelou.

A carne do animal tem cor vermelha e o seu sangue está também conservado, explica à RVR o director do Museu de Mamutes da Universidade Federal Nordeste, Semyon Grigoriev.

Segundo o perito, o mamute congelado das ilhas da Nova Sibéria conservou da melhor forma os tecidos moles. É também um fenómeno sem precedentes nos últimos 200 anos de investigação nesta área.

Semyon Grigoriev / Universidade Federal Nordeste

O cientista Semyon Grigoriev junto à carcaça de um mamute fêmea encontrada numa ilha remota da Sibéria em 2013

O cientista Semyon Grigoriev junto à carcaça de mamute fêmea encontrada numa ilha remota da Sibéria em 2013 em bom estado de conservação

“Isto não significa que vamos ressuscitar os mamutes e que estes se vão espalhar de novo pela região do Ártico. Se encontrarmos uma célula viva, surgirão outros problemas – por exemplo, a compatibilidade do ADN do mamute com o do elefante indiano”, diz Grigoriev.

“São, eventualmente, representantes de espécies diferentes. Nesse caso, a clonagem será inviável”, acrescenta o cientista.

Da equipa de cientistas russos fazem parte investigadores da Coreia do Sul com grande experiência de clonagem de animais domésticos, incluindo cães. Em 2011, os cientistas sul-coreanos conseguiram clones de lobo e de coiote.

Na Sibéria vai ser montado um laboratório conjunto, com moderno equipamento sul-coreano.

Ninguém na equipa coloca a hipótese de recriar a população de mamutes siberianos. Para tal, seria preciso clonar no mínimo 30 exemplares, o que é inviável.

“Mas a clonagem de um só mamute, só por si já será uma sensação, um enorme sucesso”, garante Semyon Grigoriev.

ZAP / RVR

PARTILHAR

RESPONDER

Este pôr-do-sol arroxeado foi causado por uma erupção do outro lado do mundo

A erupção do vulcão Raikoke, em junho, fez com que o nascer e o pôr-do-sol no outro lado do mundo, mais concretamente nos Estados Unidos, ficassem anormalmente roxos. Quando o outrora adormecido vulcão Raikoke, nas Ilhas …

Catarina Martins pede "voto útil" dos socialistas que não querem maioria absoluta

Catarina Martins defende que nas eleições legislativas o voto útil dos socialistas que não querem maioria absoluta é no Bloco de Esquerda, considerando que o crescimento do partido que lidera "pode ser o fator decisivo" …

Mudança do Infarmed para o Porto. Costa prometeu, mas não cumpriu

O primeiro-ministro prometeu, mas a Comissão Independente para a Descentralização não recebeu nenhum pedido do Governo para estudar deslocalização do Infarmed para o Porto. A decisão polémica de mudar a localização da Autoridade do Medicamento para …

Podem chover pedras no "lado noturno" dos exoplanetas de Júpiter

De acordo com um "relatório meteorológico astronómico", os lados escuros dos exoplanetas de Júpiter podem ter um clima bastante rochoso. As nuvens espessas de minerais vaporizados podem estar a chover pedras. Uma equipa de astrónomos da …

Boris compara Reino Unido a super-herói. "Quanto mais enfurecem o Hulk, mais forte ele fica"

O primeiro-ministro britânico comparou o Reino Unido ao super-herói da Marvel, que nunca se deixa prender, deixando subentendido o aviso de que pode ignorar a decisão do Parlamento que quer impedir uma saída sem …

Dente de rinoceronte deu aos cientistas a mais antiga informação genética já registada

Cientistas conseguiram extrair de um dente com 1,7 milhões de anos (de um rinoceronte já extinto) aquela que é a informação genética mais antiga alguma vez registada. Entre o período de há 2,5 milhões e 700 mil …

SNS "é âncora para os portugueses e sabe resistir às pressões"

A ministra da Saúde elogiou o Sistema Nacional de Saúde no dia em este cumpre 40 anos. A data só não está a ser assinalada com mais vigor devido à proximidade das eleições, explicou …

Um terço dos diplomados no curso de Aeroespacial vai trabalhar para o estrangeiro

A nota mínima de entrada no curso de Engenharia Aeroespacial do Técnico bateu um novo recorde. As oportunidades e os salários levam os diplomados para o estrangeiro. O único curso de Engenharia Aeroespacial no ensino superior …

Morreu o cantor Roberto Leal

Morreu o cantor Roberto Leal, confirmou o antigo secretário de Estado das Comunidades e da Administração Local. Tinha 67 anos e lutava contra um cancro. A notícia foi avançada pelo antigo secretário de Estado das Comunidades …

Estudo mostra que o canguru gigante tinha uma parecença com os pandas

O já extinto canguru gigante tinha uma característica muito semelhante com o panda-gigante dos dias modernos: grandes mandíbulas que lhe permitiam comer alimentos que outros animais não conseguiam. Há mais de 40 mil anos, o sudoeste …