Cientistas descobrem ave que inventou ferramenta para alcançar presas

É a primeira vez que os cientistas testemunham uma inovação tecnológica no reino animal. E a espécie que alcançou esse extraordinário avanço não é um primata, mas um pássaro.

Os corvos-da-nova-caledónia (Corvus moneduloides), uma espécie que só existe no território ultramarino francês, na Oceânia, recolhem espontaneamente material de plantas para criar os seus próprios “ganchos”, que usam para capturar aranhas e insetos.

São os únicos animais que foram observados a desenvolver ferramentas em forma de gancho. Isso permite que alcancem e retirem a sua presa de esconderijos até dez vezes mais rápido, se comparado com uma ferramenta alternativa mais comum, como um galho ou ramo.

No caso dos seres humanos, os primeiros ganchos para a pesca datam de há aproximadamente 23 mil anos e são considerados um marco nos primeiros desenvolvimentos tecnológicos.

Os arqueólogos japoneses que encontraram esses ganchos esculpidos em conchas na ilha de Okinawa, no Japão, disseram que essa foi a primeira mostra de “tecnologia marítima” e permitiu a sobrevivência humana nas ilhas.

O estudo foi publicado a semana passada na revista “Nature Ecology and Evolution”.

Christian Rutz, um dos autores do estudo sobre os corvos, disse à BBC que “a invenção dos ganchos para capturar insetos é “incrivelmente recente. Ocorreu há apenas mil gerações, o que, em termos evolutivos, é um piscar de olhos”.

“Quando se pensa que em apenas mil gerações passamos da criação dos primeiros ganchos para pesca à construção de sondas espaciais, é totalmente surpreendente”, acrescenta Rutz, investigador do Centro de Diversidade Biológica da Universidade de St. Andrews, na Escócia.

Para Rutz, o processo que levou os corvos a criarem novas ferramentas pode ajudar a compreender as origens da inovação tecnológica em seres humanos. “Quando vejo esses corvos a fazer ganchos, vislumbro os fundamentos de uma tecnologia que está em evolução”.

Humildade

Juan Lapuente, ecologista da Universidade de Wurzburg, na Alemanha, estuda o uso de ferramentas por primatas e disse que o comportamento dos corvos é “extraordinário”.

“A grande inteligência e criatividade demonstrada pelos corvos-da-nova-caledónia na fabricação e uso habilidoso de uma ampla variedade de ferramentas demonstra que a evolução do cérebro animal produziu por múltiplas vezes uma consciência avançada de forma independente”, disse Lapuente à BBC.

(dr) BBC

Os primeiros ganchos criados por seres humanos datam de 23 mil anos atrás e são considerados um marco no desenvolvimento tecnológico

“É necessária uma grande compreensão da realidade e das propriedades físicas dos objetos para usá-los como matéria-prima para fabricar as ferramentas. É necessária uma compreensão sofisticada dos problemas e uma grande criatividade para desenvolver as surpreendentes soluções usadas por esses pássaros”.

Para Lapuente, o comportamento dos corvos deve nos tornar mais humildes.

“Como seres humanos que somos, é mais fácil ver os animais que se parecem connosco, os primatas, como seres mais inteligentes e capazes inclusive de produzir as mesmas ferramentas”, explicou.

“No entanto, se retirarmos a venda antropocêntrica dos olhos, veremos que muitos outros animais que sempre consideramos simples ou pouco inteligentes dão mostras de uma grande inteligência e capacidade criativa para resolver problemas”, prossegue.

“Na verdade, os cérebros das aves contêm uma enorme densidade de conexões neurais que lhes permitem ter comportamentos altamente sofisticados. E os corvos não são os únicos: os cães e alguns insetos também podem fazer e usar ferramentas“, acrescentou o especialista.

“Devemos ser humildes e aceitar que não são apenas os animais que se parecem connosco que podem ser inteligentes. A evolução tem produzido surpreendentes máquinas de pensar com diferentes estruturas, no interior de corpos às vezes minúsculos, mas com a incrível capacidade de interpretar o mundo de forma criativa”.

Rutz também acredita que os ganchos não são “o fim da história” para os corvos, e que podemos ver mais inovações. “Eu acho que essa espécie chegará a fabricar ferramentas ainda mais sofisticadas”, disse o cientista da Universidade de St. Andrews.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Aqui nesta terrinha, as gaivotas vão ao leito da ribeira, apanham almeijões (anodontas) com o bico, sobem e depois deixam-nas cair para lhes quebrar a casca. Tentam tantas vezes quantas as necessárias.

    • Sim, também são inteligentes mas os corvos são dos mais inteligentes do reino animal. Chega a ser assustador (no bom sentido!) o que eles conseguem fazer!

Faca feita de fezes entre os vencedores deste ano dos prémios Ig Nobel

Uma faca feita com fezes congeladas e um jacaré a arrotar são alguns dos vencedores dos prémis Ig Nobel, que distinguem as invenções mais incomuns. Os prémios Ig Nobel – uma paródia dos prémios atribuídos pelas …

O hemisfério norte teve o verão mais quente de que há registo (e isso é um sinal de alerta para a Terra)

O hemisfério teve em 2020 o verão mais quente de que há registo. No geral, o Planeta Terra teve três dos meses mais quentes, e o mês de agosto foi o segundo mais quente que …

Há uma nova explicação para o naufrágio do Titanic: Uma fantástica Aurora Boreal

Todos conhecemos a história do Titanic. Também todos sabemos que o seu naufrágio aconteceu após o grande navio ter embatido num iceberg. Contudo, um investigador americano põe novas hipóteses em cima da mesa. E se …

Famalicão 1-5 Benfica | "Águia" faminta com nota artística

Após a desilusão de Salónica, que ditou um adeus precoce dos milhões da fase de grupos da Liga dos Campeões, o Benfica goleou na noite desta sexta-feira o Famalicão por 5-1, numa espécie de redenção. Neste …

O anonimato de Banksy teve um custo. Perdeu os direitos sobre uma das suas obras mais icónicas

O famoso artista de rua britânico Banksy perdeu uma longa batalha judicial pelos direitos autorais da obra "The Flower Thrower", contra a Full Colour Black, empresa que produz postais de felicitações. Banksy, o misterioso artista que, …

Reino Unido e Espanha aumentam restrições. Itália e Alemanha com quase dois mil casos

Madrid restringe movimentos de 850 mil pessoas, Itália regista um aumento dos casos de infeção nas últimas 24 horas, britânicos enfrentam novas restrições no país e Alemanha com dois mil novos casos de covid-19. A região …

Trump novamente acusado de assédio sexual. "Enfiou a língua na minha garganta", disse Amy Doris

O Presidente dos EUA, Donald Trump, foi acusado esta quinta-feira de agressão sexual por uma ex-modelo, num episódio que alegadamente terá ocorrido num torneio de ténis, em 1997. A ex-modelo Amy Dorris relatou ao jornal britânico …

Ventura pondera suspender mandato para se dedicar à campanha presidencial

O presidente do Chega afirmou hoje que o seu partido "está a analisar" no plano jurídico a questão da suspensão temporária do seu mandato de deputado para se dedicar às campanhas dos Açores e presidenciais. Em …

Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recupera, avisa neurologista

Um neurologista ouvido num documentário da RMC Sport diz que o ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recuperará. Já passaram quase sete anos desde que Michael Schumacher sofreu um acidente …

Processos com acórdãos a meias entre Rangel e Galante estão em risco

Durante dez anos, centenas de acórdãos do Tribunal da Relação de Lisboa foram feitos a meias entre Rui Rangel e Fátima Galante. Agora, esses processos estão em risco. A Procuradoria-Geral da República anunciou esta sexta-feira a …