Cidades europeias terão mais secas, inundações e ondas de calor

holgerrings / Flickr

Um estudo concluiu que em todas as cidades europeias haverá um aumento das condições de seca, particularmente na região sul, de inundações, sobretudo no noroeste, e agravamento das ondas de calor.

Selma Guerreiro, especialista em hidrologia e alterações climáticas, faz parte de uma equipa de investigadores da universidade de Newcastle que analisou pela primeira vez mudanças no impacto de cheias, secas e ondas de calor em todas as cidades europeias utilizando modelos climáticos.

A capital portuguesa está no top das capitais com um aumento da frequência e magnitude de episódios de seca. Para Braga e Barcelos é estimado um acréscimo de mais de 80% no pico dos fluxos dos rios.

De acordo com o estudo, publicado recentemente na Environmental Research Letters, o impacto de cheias, secas e ondas de calor excederá no período 2050-2100 as previsões anteriores, refere a universidade britânica em comunicado divulgado no site.

Através de projeções de todos os modelos climáticos disponíveis, associadas a um aumento global da temperatura entre 2,6ºC e 4,8ºC (decorrente de altas emissões de gases com efeito de estufa), os cientistas foram capazes de estabelecer três cenários de impacto – baixo, médio e alto.

No entanto, mesmo no cenário mais otimista, o baixo impacto, todas as cidades europeias terão um aumento do número de dias de onda de calor e do valor da temperatura máxima. No período 2051-2100, cidades espanholas como Málaga e Almería terão mais do dobro dos episódios de seca registados em 1951-2000.

No cenário mais pessimista, 98% das cidades europeias terão situações de seca mais graves e cidades da região sul poderão sofrer secas 14 vezes piores.

Face aos resultados preocupantes obtidos na investigação, os cientistas realçam a necessidade urgente de projetar e adaptar as cidades europeias para as condições meteorológicas que se podem vir a verificar no futuro.

O sul da Europa terá, segundo consta no estudo, o maior aumento no número de dias de ondas de calor, enquanto as cidades da Europa central a maior subida de valores da temperatura máxima, entre 2ºC e 7ºC, para o cenário mais otimista, e entre 8ºC e 14ºC, para o cenário mais pessimista.

Ainda assim, num cenário menos pessimista, as condições de seca só se intensificam em cidades do sul da Europa, ao passo que as cheias só pioram na região noroeste.

Lisboa e Madrid figuram na lista das principais capitais europeias com um aumento estimado da frequência e magnitude dos episódios de seca, enquanto Atenas, Nicósia, Valetta e Sofia poderão ter os piores aumentos de ondas de calor e seca.

No cenário mais grave, em diversas cidades, incluindo Braga e Barcelos, haverá um aumento de mais de 80% no pico do fluxo dos rios.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Theresa May vence moção de censura

A primeira-ministra britânica venceu a votação por 200 votos contra 117 e continua na liderança do Partido Conservador e do governo. A moção foi apresentada por membros do seu próprio partido, insatisfeitos com o acordo …

Benfica vs AEK | Grimaldo de luxo no adeus à Champions

O Benfica fechou a sua participação no Grupo E da Liga dos Campeões com uma vitória, a segunda da temporada no adeus à prova, e frente ao mesmo adversário com que alcançara o primeiro triunfo, …

Uma tonelada de chocolate invadiu as ruas de uma cidade alemã

Um "rio" de chocolate invadiu as ruas de Werl, na Alemanha, nesta segunda-feira. Um tanque de uma fábrica local produtora de chocolate transbordou, derramando cerca de uma tonelada de chocolate nas ruas da cidade que …

Formações rochosas ancestrais destruídas no Utah. Vandalismo ou fraude?

Misteriosos vídeos apareceram recentemente na Internet que mostram formações rochosas antigas protegidas no deserto do Utah a ser destruídas com explosivos. Os vídeos levantam mais perguntas do que dão respostas. Num primeiro, vê-se um arco rochoso …

Bruno de Carvalho foi a personalidade portuguesa mais pesquisada no Google em 2018

O futebol liderou as pesquisas no Google em 2018. Bruno de Carvalho, ex-presidente do Sporting, foi a personalidade portuguesa mais pesquisada. Entretanto, a palavra mais pesquisada por portugueses foi "Mundial". Destituído da liderança do Sporting e …

McDonalds vai reduzir uso de antibióticos na produção da carne

A resistência aos antibióticos representa uma ameaça à saúde global e à segurança alimentar. Quanto mais antibióticos são dados ao gado, mais rapidamente as bactérias podem adaptar-se e tornar-se resistentes. Quando se trata de reduzir o …

Além de Amália e Eusébio, quem está afinal sepultado no Panteão Nacional?

Do fado de Amália Rodrigues ao espetáculo futebolístico de Eusébio, o Panteão Nacional é morada última de vários talentos nacionais, que marcaram a História de Portugal e levaram a imagem do país além fronteiras. Mas …

Espanha anuncia aumento do salário mínimo para 900 euros

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, anunciou a subida de 22% no salário mínimo - de 735,90 para 900 euros. Num discurso no parlamento espanhol, Pedro Sánchez sublinhou que a subida será de 22%, a maior desde …

Ex-advogado de Trump condenado a três anos de prisão

Michael Cohen, antigo advogado do Presidente norte-americano, foi esta quarta-feira condenado a três anos de prisão. Esta é a sentença mais pesada já atribuída nos processos saídos das investigações sobre as suspeitas de interferência da …

Demissão em bloco dos chefes de equipa de urgência do hospital D. Estefânia

Os chefes de equipa de urgência do hospital D. Estefânia, em Lisboa, consideram que houve "quebra do compromisso" feito pela instituição de contratar mais médicos. O anúncio, feito esta quarta-feira, refere que os médicos consideram que …