Chineses querem casar, mas não há mulheres que cheguem

IceNineJon / Flickr

-

Persistentes “tradições feudais” e três décadas de rígido controlo da natalidade geraram na China um excedente de 33 milhões de homens, envolvendo o país num drama social de consequências imprevisíveis.

As estatísticas oficiais falam por si: no final de 2014, a China tinha cerca de 700 milhões de homens e 667 milhões de mulheres e a diferença, à nascença, era de 115,8 rapazes por 100 raparigas.

Aquela desproporção, que há dez anos atingiu 121 por 100, está a diminuir, mas continua muito acima da média global de 103 a 107 por 100.

Neste aspeto, a China é mesmo considerada o país mais desequilibrado do mundo.

Em 2020, entre a população dos 25 aos 34 anos de idade, haverá mais treze milhões de homens do que mulheres, indicam algumas projeções.

Segundo a tradição chinesa, são os pais que transmitem o nome da família à geração seguinte. O apelido das mães não passa para os filhos.

Criticada pelas autoridades como “uma reminiscência do feudalismo“, a preferência por filhos do sexo masculino ganhou uma nova dimensão com a política de “um casal, um filho“, imposta no início da década de 1980.

“Tratei várias mulheres que fizeram múltiplos abortos apenas porque queriam um filho rapaz”, contou a ginecologista Lian Fang, citada na semana passada pela agência noticiosa oficial Xinhua.

Exceto em casos de comprovada “necessidade clínica”, os hospitais estão proibidos de apurar o sexo dos fetos, mas como Lian Fang denunciou, há médicos “sub-repticiamente” equipados para efetuar esse tipo de exames e que o fazem às escondidas.

“Se o feto for do sexo masculino, a gravidez continua. Se for do sexo feminino, normalmente, aborta-se”, afirmou a ginecologista na última sessão anual da Conferência Política Consultiva do Povo Chinês na província de Shandong, costa leste da China.

Chai Ling, uma líder do movimento estudantil que ocupou a Praça Tiananmen em 1989, exilada nos Estados Unidos e convertida ao cristianismo, fundou uma organização chamada “All Girls Allowed” (“Aceitam-se todas as Raparigas”).

Uma em cada seis raparigas perdem-se actualmente na China através de abortos feitos em função do sexo”, diz aquela ONG.

Depois de a homossexualidade ter sido retirada da lista oficial de “perturbações mentais”, em 2001, uma conhecida socióloga, Li Yinhe, tem defendido publicamente a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo, mas o assunto ainda não foi sequer agendado para discussão na Assembleia Nacional Popular.

Problema já se espalhou

A escassez de mulheres na China já se converteu também num problema regional, sobretudo no vizinho Vietname.

“De acordo com as autoridades vietnamitas, cerca de 22.000 mulheres e crianças do Vietname foram traficadas nos últimos dez anos para a China para casamentos forçados ou outros propósitos”, refere um relatório da UNICEF.

Em 2014, para tentar contrariar o envelhecimento da sociedade, o governo chinês decidiu “aliviar” o controlo da natalidade, permitindo que os casais em que um dos cônjuges é filho único possam ter um segundo filho.

As autoridades esperavam que a nova política suscitasse mais dois milhões de nascimentos, mas dos cerca de onze milhões de casais naquelas condições, apenas um milhão se candidatou ao segundo filho.

E, entretanto, o número de abortos praticados nos hospitais chineses continuou a exceder os treze milhões por ano.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não foi só a tradição, foram também razões económicas e legais. Os filhos (homens) são obrigados por lei e tradição a sustentar os pais na velhice, a assumir as suas dívidas, etc. As filhas (mulheres) estão isentas de tais obrigações; antes pelo contrário, serão os pais que têm de a suportar se ela tiver azar na vida (pode acontecer a qualquer um).
    Agora ponham-se no lugar de um casal chinês, que só pode ter um filho: escolheriam um rapaz ou uma rapariga?

    Pois é, nunca é tão fácil ou linear como parece…

  2. Se fosse cá, tinhas uma filha e não pagavas nada a ninguém! Com o dinheiro que “não pagavas” viajavas, ias para um belo lar.. mudavas de país!

    Como é óbvio estou a ser irónico, contudo somos cada vez menos as pessoas de valor e mais os gatunos!

RESPONDER

Picasso roubado há 6 anos na Holanda terá sido encontrado sob uma árvore na Roménia

Procuradores romenos estão a investigar se um quadro que apareceu este sábado na Roménia é o mesmo que há seis anos foi roubado de um museu da Holanda, noticiou a agência de notícias Associated Press. A …

O colossal drone solar da Boeing vai voar em 2019

A Aurora Flight Sciences, subsidiária da Boeing, vai lançar em 2019 o seu drone solar Odysseus, que terá a capacidade voar durante meses de forma autónoma e o objectivo de dar acesso Internet a todo …

Justiça brasileira proíbe TV de divulgar inquérito sobre morte de Marielle Franco

A decisão judicial de proibir a emissão de reportagens sobre a investigação do assassinato da vereadora carioca responde a um pedido da polícia do Rio de Janeiro e do Ministério Público. A emissora afirma que …

Relatório revela 71 locais com elevado risco de inundações em Portugal

Portugal tem 71 zonas com elevado risco de inundação, de acordo com um relatório da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) que analisou fenómenos extremos ocorridos, fazendo previsões para o futuro. O relatório "Avaliação Preliminar do Risco …

Cinco pessoas mortas por intoxicação de CO em Vila Real

Cinco pessoas da mesma família morreram este domingo, devido a uma intoxicação, no concelho de Sabrosa, distrito de Vila Real, adiantou à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Vila Real. A …

O discurso de ódio já está em Portugal

O diretor da Amnistia Internacional Portugal, Pedro Neto, alertou, em entrevista à agência Lusa, para a presença do discurso de ódio em Portugal, apontando o combate à discriminação como o maior desafio atual dos direitos …

Menino francês suicida-se após castigo por usar telemóvel na escola

Um menino de 11 anos suicidou-se na cidade de Beausoleil, perto do Mónaco, no sul da França, depois de ter recebido um castigo no colégio por ter usado o telemóvel na sala de aula. A criança, …

X-59: A nova aeronave supersónica experimental da NASA entrou em produção

A Lockheed Martin iniciou a produção do avião supersónico experimental X-59, um contrato, encomendado pela NASA, no valor estimado de cerca de 230 milhões de euros. O X-59 surgiu como a solução da empresa norte-americana para …

Hitler abraçou uma menina judia. 85 anos depois, a foto foi a leilão

Uma foto de 1933 mostra o ditador nazi ao lado de uma menina de seis anos de idade cuja avó era judia. A imagem, com uma dedicatória assinada por Hitler, foi arrematada em leilão por …

A Ciência determinou o pior ano da história da Humanidade

A Ciência determinou: 536 d.C foi o pior ano para a Humanidade. Esta é a conclusão de um estudo levado a cabo por uma equipa de cientistas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Se alguém …