Resposta a uma só voz. Depois das sanções do ocidente, China e Rússia unem forças

Ministério dos Negócios Estrangeiros russo

O chefe da diplomacia russa, Sergei Lavrov, e o homólogo chinês, Wang Yi.

Os chefes da diplomacia de Moscovo e Pequim reuniram-se em Guilin e denunciaram as duras críticas e sanções que o ocidente tem perpetuado contra os seus países. Agora, querem a realização de uma cimeira dos membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU.

“A interferência nos assuntos internos soberanos de uma nação sob a desculpa de promover a democracia é inaceitável”, referiram os chefes da diplomacia da Rússia, Sergei Lavrov, e da China, Wang Yi, num comunicado conjunto no final de um encontro na cidade chinesa de Guilin, avança o Diário de Notícias.

As reações dos representantes dos dois países surgem depois de novas sanções dos EUA e da União Europeia (UE) – no caso de Moscovo pelo envenenamento do opositor Alexei Navalny, no de Pequim pelas violações dos direitos humanos da minoria uigur. Não só as sanções, mas também algumas críticas do ocidente têm desagradado as duas potências.

Os diplomatas denunciam uma “turbulência política global”, por isso pediram uma cimeira dos membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Na opinião da China e da Rússia, “a forma de abordar os assuntos internacionais deveria basear-se em princípios reconhecidos pela legislação internacional”, que consideram essenciais para o desenvolvimento da sociedade. Os dois países defenderam um “multilateralismo aberto, igualitário e não ideológico”.

O encontro entre Lavrov e Wang Yi surgiu depois de uma cimeira entre a China e os EUA em Anchorage, no Alasca.

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, deixou claro que as ações da China “ameaçam a ordem baseada em regras que mantêm a estabilidade global” – falando da repressão aos uigures em Xinjiang, da situação em Hong Kong ou as ameaças a Taiwan, mas também dos ciberataques ou da coação económica a países aliados.

Do lado chinês, o diplomata Yang Jiechi lembrou que os EUA não são um exemplo de democracia, citando o movimento Black Lives Matter.

Ainda assim, as primeiras conversas entre a administração Biden e a China foram classificadas como “duras”, mas “construtivas”.

De recordar que os EUA, numa ação concertada com a UE, o Canadá e o Reino Unido, impuseram sanções contra vários indivíduos chineses, por causa da repressão dos uigures, com Blinken a falar mesmo em “genocídio”.

No caso da UE, as sanções agora impostas à China são as primeiras desde o embargo de venda de armas, após a repressão na praça de Tiananmen em 1989. Pequim respondeu a Bruxelas com a proibição de entrada a dez europeus, incluindo cinco eurodeputados, e quatro instituições.

Outro assunto que marca de forma negativa as relações do ocidente com Pequim, é o facto da China continuar a afastar responsabilidades sobre a origem da covid-19.

Também as relações do ocidente com a Rússia não são melhores.

Depois das sanções impostas no início do mês em resposta ao envenenamento de Navalny, o presidente norte-americano, Joe Biden, irritou ainda mais o homólogo russo, Vladimir Putin, ao apelidá-lo de “assassino”.

Na UE, o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, responsabilizou Moscovo pelo “ponto baixo” das relações, falando em “desacordos em muitas áreas” num telefonema com Putin.

Por isso, como prova da aposta nas relações transatlânticas, Michel convidou Biden para participar, por videoconferência, na cimeira europeia desta quinta-feira.

“É tempo de reconstruir a nossa aliança transatlântica”, acrescentou.

Em causa está a reunião do Conselho Europeu de quinta e sexta-feira, na qual os líderes europeus voltarão a abordar a resposta coordenada à pandemia de covid-19, nomeadamente numa altura de novos aumentos de casos de infeção a nível comunitário e de imposição de novas medidas restritivas.

Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. Olha que dois!…
    Duas ditaduras manhosas que não respeitam os seus próprios povos, unidas contra o Ocidente…
    Isto é também o resultado do Trump ter virado as costas aos aliados europeus, preferindo lamber as botas ao Putin!…

  2. A UE prefere andar sempre a ameaçar a Rússia por questões de lana caprina, e agora vão-se queixar da Rússia optar por se aliar à China. Tivesse a Europa preferido a diplomacia às ameaças e talvez a Rússia tivesse optado por uma cooperação com a Europa, mas como somos governados por imbecis, foi o contrário que fizemos.

    • Mais diplomacia?!
      Deve ser piada…
      A Alemanha, como precisa do gás russo esta sempre a dizer “amém” com a Rússia e o resultado disso é o que se tem visto: patrocínios do Kremelin a partidos de extrema-direita europeus, assassinatos por encomenda em solo europeu, ocupação da Crimeia, Guerra civil na Ucrânia, um avião de passageiros cheio de gente abatido, manobras militares junto às fronteiras da UE/NATO, opositores políticos abatidos ou presos, propaganda/apoio pro Brexit, etc etc, etc…

      • Isto deve ser anedota! Quem promoveu a subversão na Ucrânia, na Bielorússia, na Venezuela e na Bolívia? Quem assassina com misseis lançados de drones? Quem levou a NATO até às fronteiras da Rússia, já depois do desmantelamento do Pacto de Varsóvia? Quem promoveu a guerra civil na Ucrânia? Quanto à Crimeia foi por um acto de autodeterminação, com voto de mais de 95% num referendo, que ela solicitou a reunificação com a Rússia. O que admira é a paciência da Rússia depois de ser alvo sistemático das agressões da Europa e dos EUA. Mas um dia a paciência vai esgotar-se e depois vai-se ver como é…

        • Deves estar a fazer confusão… só pode!…
          O que tem isso a ver com a UE??!
          Os países vizinhos da Rússia não podem fazer parte da NATO? Mas a Rússia ainda manda no que os vizinhos fazem ou deixam de fazer?… está boa…
          Essa da autodeterminação da Crimeia também é para rir…
          Quem promoveu a guerra civil da Ucrânia? Deixa-me pensar… terá sido a Rússia com armamento, mercenários e até militares?!
          O míssil russo que abateu o avião cheio de passageiros foi comprado no Ebay e claro que a Rússia não teve nada a ver com o que se passou…
          A Rússia alvo de agressões?!
          Hahahaaa… a ditadura russa agradide tudo e todos (incluíndo os próprios russos) que põe em causa o domínio do todo poderoso (e multi milionário) Putin!!
          Não fosse a dependência do gás russo por parte da Alemanha e a história seria outra… aí talvez a Rússia (regime do ditador Putin) já não abusasse tanto da sorte e da impunidade por parte da UE…

            • Não é uma questão de beber, é ignorância de um adolescente ainda virgem e que acredita que o mundo se divide em “bons” e “mauzões”. Tudo isto não passa de retórica, folclore político para anestesiar os trouxas ocidentais, se é que a maioria destes acredita nesta farsa. O problema real é a imparável emergência da China como a maior potência mundial.
              Os ocidentais não passam de crianças se compararmos com a milenar cultura chinesa, quem não compreende o básico, não entende nada. É a cultura que vai fazer da China a potência do futuro. Os chineses nunca serão corrompidos pelos ditos valores ocidentais, sobreviveram milénios porque têm uma cultura única, onde não existe o supérfluo e o desperdício do capitalismo selvagem, nunca foi fácil, nem o é na actualidade quando os chineses, enquanto povo, têm um nível de vida que nunca tiveram, o que as tretas ocidentais parecem ignorar é que uma esmagadora maioria da população apoio o respectivo governo, confiam no mais saudável partido político que existe à face da terra, chamem-lhe “comunista” ou “único”, isso para a maioria dos chineses é treta ocidental.
              Em 1950, o que era a China? Um dos mais pobres países do mundo. E o que é 70 anos depois? Um país vivo, em plena expansão, enquanto os países ocidentais entraram em plena decadência, “democrática”, pois claro. Os povos não precisam de democracia, precisam de governos competentes ao serviço do povo, que os decadentes conceitos ocidentais considerem que a China vive em ditadura, não me parece que tais tretas interesse à maioria esmagadora do povo chinês.

            • “…confiam no mais saudável partido político que existe à face da terra, chamem-lhe “comunista” ou “único”…”
              “Os povos não precisam de democracia, precisam de governos competentes ao serviço do povo, que os decadentes conceitos ocidentais considerem que a China vive em ditadura, não me parece que tais tretas interesse à maioria esmagadora do povo chinês.”
              Hahahahaaa…  este de certeza que não bebeu, porque ainda não há bebidas a provocar estes efeitos!…
              .
              Muito bom… quase a chegar perto deste raciocínio delirante, só as teorias dos iluminados da terra-plana (ou das vacinas com chips)!…
              Traduzindo: o governo chinês está ao serviço do povo!!
              Claro que “tretas” como democracia “não tem interesse” para esmagadora do povo chinês porque a opinião do povo chinês conta ZERO para o assunto e, o melhor é nem ousar ter uma opinião (e muito menos opinar publicamente) porque costuma correr mal!!
              O paizinho (PPC) é que sabe o que é melhor para as criancinhas (povo chinês) são apenas “carne para canhão” sem direito a opinião ou pensamento próprio e reféns da máquina do regime chinês!
              Emigra para lá que eles tomam conta de ti… claro que depois vais ter que ter mais cuidado com os disparates que dizes/escreves e, esquece o Google, o Youtube, a Wikipedia, o Twitter, o Facebook, a Netflix, a CNN, o Le Monde, a Al Jazeera, a BBC, a HBO, o Google Maps, etc, etc, etc – está tudo bloqueado na China – para evitar os “decadentes conceitos ocidentais”, claro!..
              Cultura chinesa?!
              Mais uma vez: hahahaaaa… com a “cultura chinesa” a China ainda estaria na Idade Média!
              E, em certos aspectos, ainda está!… andam a espalhar pelo mundo a chamada “medicina tradicional chinesa” (curandeiros com agulhas, etc), mas quando alguns chinês rico tem “uma dor de barriga” a sério, vem logo a correr para a “decadente” Europa ou EUA – onde, por acaso, moram milhões de chineses, certamente já corrompidos pelo ocidente!…

      • Você é um consumidor nato de propaganda.
        Papa todas as ‘mentiras’ que nos mandam para cima, sem as questionar.
        Para as mentes mais simples basta imaginar um cenário simplista do tipo “Guerra das Estrelas”. Qual dos lados lhe parece mais com “O Império”?
        E fala de Crimeia??? Um bastião Russo há mais de 1000 anos, onde está estacionada a 2ª maior frota naval da Rússia, agora passava para as mãos de um país governado por déspotas proto-nazis, declaradamente anti russos. (um país que foi criado pelos Soviéticos e cuja capital, Kiev, foi a primeira capital na origem da própria Rússia)

        • A sério?! E, sabes qual é o meu signo?
          Se não for pedir muito, anuncia aí as previsões semanais…
          Nota-se logo que percebes de propaganda!…
          .

        • Não interessa se a Crimeia foi território russo há 10, 100, 1000 ou 10.000 anos; o que interessa é que atualmente é território ucraniano!!
          .
          “… agora passava para as mãos de um país governado por déspotas proto-nazis…”
          Agora?!!
          Bem… deves ter acordado no século errado!….
          O território da Crimeia foi cedido à Ucrânia pela USSR nos anos 50, aceite pelo Rússia no fim da URSS e assim reconhecido pela comunidade internacional, pela ONU, etc, etc.
          Há apenas meia-dúzia de “amostras” de países que apoiam a Rússia nesta questão – tipo a Coreia do Norte; Venezuela ou Síria – o que já diz tudo sobre o assunto.
          O que são “proto-nazis”?!
          Nem o Google conseguiu ajudar!…
          .
          Convém relembrar que, além da anexação da Crimeia, a Rússia cortou o acesso portos do sul da Ucrânia – os mais importantes do país e, o acesso  da Ucrânia ao Mar Negro!…
          Um “pormenor” mais importante até do que a anexação da Crimeia…

        • Lamento mas não vi o(s) Guerra das Estrelas…
          Nem tinha pensado nisso mas, tendo em conta que a Rússia é, de longe, o maior país do mundo (2x EUA e 4x UE), parece-me um bom princípio para um Império…
          O “imperador” já lá está e é sem dúvida o Putin (agora no poder, pelo menos, a 2036!) e, um mestre da propaganda como poucos!…

        • Bem me parecia que essa estória do “bastião Russo há mais de 1000 anos” era mentira!…

          “Os factos e os mitos sobre a Crimeia”
          “A história da Crimeia conhecida pela humanidade tem alguns milénios. A península da Crimeia fez parte do Império Russo durante 134 anos, da União Soviética, durante 33 anos e há 63 anos que pertence à Ucrânia soviética e independente.”

          JN, 22 Maio 2017

  3. Apesar de tudo isto o ocidente especialmente a Europa continuará a ser boa cliente sobretudo da China, portanto uma tempestade num copo de água em que os outros dois serão os últimos a rir e se ficarão a borrifar para o que se pensa por cá em relação a eles.

    • … é um bom argumento, pelo menos melhor do que “vamos ver quem tem o membro maior”, coisa que historicamente não costuma ser imagem de marca do chinês…
      No entanto a Europa não é só boa cliente da China, a Europa é dependente da China! E é isso que me preocupa, não existe qualquer Plano B para compensar facilmente uma “chantagem” chinesa e eles sabem disso, a nível de estratégia não temos hipótese com os chinês. (Ahh e tal… mas temos o membro maior…)

      • Sim, mas os EUA são tão dependentes da China como a Europa e, de certa forma, quase todo o mundo “ocidental”!
        O que seria por, exemplo, da Apple sem a China, quando 99% da produção dos seus equipamentos passa por lá?
        Pensando na Covid, 98% dos princípios activos dos medicamentos vem da Índia ou da China… e a China é o maior exportador de produtos farmacêuticos!…

  4. Sim, mas os EUA são tão dependentes da China como a Europa e, de certa forma, quase todo o mundo “ocidental”!
    O que seria por, exemplo, da Apple sem a China, quando 99% da produção dos seus equipamentos passa por lá?
    Pensando na Covid, 98% dos princípios activos dos medicamentos vem da Índia ou da China… e a China é o maior exportador de produtos farmacêuticos!…

RESPONDER

Cientistas foram à procura de matéria escura e acabaram por encontrar energia escura

Uma equipa de cientistas foi à procura de matéria escura e pode ter encontrado energia escura em vez disso. Os investigadores querem ter a certeza que não foi uma casualidade. A energia escura é uma forma …

Role play ao serviço da Ciência. Investigadores fingem ser Neandertais para estudar caça a aves

Uma equipa de investigadores espanhóis decidiu adotar a "dramatização" científica para reconstruir um novo elemento do comportamento Neandertal: a cooperação com os membros do grupo enquanto usa fogo e ferramentas para caçar gralhas no interior …

Estoril 0-1 Sporting | Figueira deu o fruto que saciou o leão

Foi preciso surgir um erro crasso do guarda-redes estorilista (até então a fazer uma belíssima exibição) para o campeão nacional poder respirar de alívio e festejar a quarta vitória na Liga, esquecendo por agora a …

A tinta mais branca do mundo ajuda a poupar energia nas casas - e pode eliminar de vez o ar condicionado

Uma equipa de investigadores da Universidade de Purdue desenvolveu uma tinta tão branca que revestir um prédio com ela pode reduzir, ou até mesmo eliminar, a necessidade de ter ar condicionado. Depois de testar mais de …

Costa promete "lição exemplar" à Galp depois de "tanto disparate" em Matosinhos

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou hoje que “era difícil imaginar tanto disparate, tanta asneira, tanta insensibilidade” como a Galp demonstrou no encerramento da refinaria de Matosinhos, prometendo uma “lição exemplar” à empresa. Falando em …

Porto 5-0 Moreirense | Días, Taremi e Fábio, o trio maravilha

O Porto foi o primeiro dos “grandes” a entrar em campo e deu o mote, e que mote. Os “dragões” receberam o Moreirense e golearam sem apelo nem agravo, por 5-0, graças a uma segunda …

Ronaldo volta a marcar pelo United em jogo com final frenético

O português Cristiano Ronaldo voltou hoje a marcar pelo Manchester United, mas foram Lingaard e David de Gea que ‘brilharam’ na vitória sobre o West Ham, por 2-1, em jogo da quinta jornada da Liga …

O Cumbre Vieja, num dos complexos vulcânicos mais ativos nas Canárias, entrou em erupção

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou hoje em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. Na zona, …

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …