China prepara um exército de mosquitos infectados para acabar com o Zika

A China está a desenvolver um programa piloto de criação de milhões de mosquitos de laboratório infectados com uma bactéria, com o objectivo de reduzir a população de Aedes aegypti, o mosquito responsável pela transmissão dos vírus do Zika, Dengue  e Chikunguña.

O programa científico prevê libertar milhões de exemplares de Aedes aegypti, infectados com a bacteria Wolbachia, para travar a reprodução global destes mosquiros.

O professor Xi Zhiyong, investigador da Universidade de Sun Yat-se, de Guangzhou, no sul da China, revelou ao China Daily que os mosquitos infectados deverão ser libertados na atmosfera, em 3 pontos da província de Guangdong, com o auxílio de drones.

Segundo o periódico chinês, os insectos a libertar são machos, não picam, e quando acasalam com fêmeas da sua espécie produzem ovos inférteis – a chave com a qual o programa pretende diminuir drasticamente a população de Aedes aegypti na região.

Apesar de não terem sido registados até agora casos de Zika na China, Guo Yuhong, cientista do Centro de Controlo de Doenças Contagiosas da China, revelou que o mosquito transmissor foi encontrado em algumas regiões do norte da China, e se encontra presente em larga escala no sul do país.

No entanto, a cientista confessa-se preocupada com o uso da Wolbachia para infectar mosquitos, uma vez que “não está ainda claro o eventual impacto no ecosistema da extinção do Aedes aegypti“.

Numa experiência semelhante realizada o ano passado, a China conseguiu reduzir 90% da população local deste insecto, e controlar um surto de dengue no sul do país.

O mosquito Aedes aegypti é responsável pela transmissão de três doenças distintas: a Zika, a Dengue e a febre Chikungunya.

Até agora, a regoão mais afectada pelo mosquito é a América do Sul, com destaque para o Brasil, país com o maior número de casos de Zika, doença que quando presente em grávidas tem sido associada a problemas de malformações do feto, como a microcefalia.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Há muito tempo que andamos a ouvir falar de soluções idênticas por outras partes do globo a verdade é que até agora parece que ainda nada resultou.

  2. E ninguém sabe explicar o porquê de só agora o Zika provocar microcefalias… Um vírus que já existe desde mil novecentos e quarenta e trocó passo. Porquê só agora?!O que pode ter despoletado essa condição?

  3. Abestalhados se a China vem fabricando mosquitos para acabar com a dengue, com certeza a ciência maligna brasileira fabricou a dengue para acabar com populações carentes.

Responder a Jul Cancelar resposta

Estado poderá recorrer a contratos a termo mais longos do que o privado

O Estado vai poder recorrer a contratos a prazo mais longos do que o privado. O diploma, aprovado no mês passado no Parlamento, prevê para o setor privado a redução da duração máxima dos contratos …

Bruno Fernandes critica horário tardio dos jogos do campeonato

No final da partida com o SC Braga, Bruno Fernandes falou aos jornalistas e aproveitou para criticar o horário tardio de alguns jogos do campeonato. A partida começou às 21h. Este domingo, 12 jogos depois, o …

Protesto em Hong Kong juntou mais de 1,7 milhões de manifestantes

Mais de 1,7 milhões de pessoas manifestaram-se no domingo, em Hong Kong, informou o movimento pró-democracia que tem liderado os grandes protestos contra a lei da extradição, desde o início de junho. Em conferência de imprensa, …

Medvedev entra no top 5 mundial do ténis. Pedro Sousa sobe 23 lugares

Medvedev, de 23 anos, que nunca tinha vencido um torneio de categoria Masters 1000, subiu três posições e figura pela primeira vez entre os cinco primeiros da tabela. O russo Daniil Medvedev, vencedor do torneio Masters …

Só 2% das escolas em Portugal têm desfibrilhadores

Apenas 129 dos 5.909 estabelecimentos de ensino em Portugal têm desfibrilhadores automáticos externos (DAE), o que representa 2,1%. Os dados recolhidos pelo Jornal de Notícias são do INEM, que assegura ainda que nas comunidades escolares existem …

Cerca de oito mil pessoas retiradas da Grã Canária devido a incêndio

Cerca de oito mil pessoas foram retiradas das suas casas em várias cidades no norte da Grã Canária na sequência do incêndio florestal que lavra desde sábado naquela ilha espanhola. De acordo com a agência de …

Guerra aberta no PSD/Porto. Líder local desafiado a demitir-se

Hugo Neto escreveu mensagem dura contra Rui Rio e agora recebeu uma carta de militantes do Porto pedindo-lhe que se demita, acusado de falta de "caráter, lealdade, responsabilidade e espírito de serviço". "Expostos os motivos pessoais, …

SNMMP promete greve cirúrgica caso acordo com a Antram falhe

Caso as negociações entre o SNMMP e a Antram falhem, o sindicato poderá voltar a fazer greve. Rui Rio acusou o Governo de montar "um circo com fins eleitorais". Depois de no domingo o Sindicato Nacional …

Taxa das bebidas açucaradas subiu preços (mas não reduziu hábitos de consumo)

Apesar dos aumentos de preço impostos aos refrigerantes, devido à taxa introduzida pelo Governo em 2017, não foram registadas menos vendas. O objetivo da medida, que pretendia incentivar a redução do consumo de bebidas açucaradas, parece …

Caos, fronteiras fechadas e falta de combustível, comida e medicamentos. Eis os efeitos do Brexit sem acordo

Documentos oficiais divulgados este domingo pelo jornal Sunday Times alertam que uma saída do Reino Unido da União Europeia (UE) sem acordo vai implicar um período de escassez de combustível, alimentos e medicamentos e o …