Descoberto na China novo vírus da gripe com potencial pandémico

Uma equipa de cientistas chineses descobriu uma variante do vírus da gripe suína. Esta variante é transportada por porcos, mas pode infetar humanos. Embora garantam que, para já, não há razão para alarme, os investigadores salientam que o vírus, designado G4 EA H1N1, tem um “potencial pandémico”.

Um estudo com os resultados da investigação foi publicado esta segunda-feira na revista científica PNAS.

O G4 EA H1N1 é semelhante ao vírus da gripe suína, que causou uma pandemia em 2009, e já infetou um em cada 10 trabalhadores de gado suíno da China, escreve o Observador. Os cientistas chineses alertam que o vírus já tem a capacidade de infetar humanos.

“Não há qualquer evidência de que o G4 esteja a circular em humanos, mesmo após cinco anos de exposição extensiva ao vírus. Este é o contexto chave que é preciso ter em mente”, diz Carl Bergstrom, biólogo da Universidade de Washington, ao The Guardian.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) já está a par da descoberta e realça que isto serve para mostrar que “não podemos baixar a guarda, precisamos de continuar a vigilância, mesmo durante a pandemia de coronavírus”.

“Neste momento, estamos distraídos com o coronavírus e com razão. Mas não devemos perder de vista novos vírus potencialmente perigosos”, disse, por sua vez, o coautor do estudo Kin-Chow Chang, em declarações à BBC.

Também o professor James Wood, chefe do Departamento de Medicina Veterinária da Universidade de Cambridge, disse que este estudo “surge como um lembrete” de que estamos constantemente em risco de um novo aparecimento de patógenos e que animais de criação podem atuar como fonte de importantes vírus pandémicos.

Neste mais recente estudo, os investigadores concluíram que o vírus G4 EA H1N1 é altamente infecioso, de fácil crescimento e replicação nas células humanas e causa sintomas mais sérios do que outros vírus. A vacina para a gripe também não mostrou ser suficiente para conferir imunidade às pessoas.

Telmo Pina Nunes, epidemiologista na Faculdade de Medicina Veterinária de Lisboa, diz que devemos estar atentos, embora não haja motivos para entrar em pânico. “Não implica ter uma resposta imediata, mas implica preparar essa resposta de forma eficaz”, disse o especialista ao jornal Público.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Ainda não acabou o negocio do corona, e já começam a espalhar outro “novo virus”. Nada como manter o medo bem vivo para manter o negócio activo. Há muitos testes, mascaras, gel e medicamentos para vender.
    Não há-de faltar muito para começarem a surgir os primeiros lares e doentes em uci “infetados” com mais um novo virus.

  2. Eu acho que devemos equacionar muito bem a atual globalização e a inclusão da China no comércio global, à luz da atual pandemia, de outras do passado e de outras que já se falam para o futuro.

  3. Deixem de comer animais e fica tudo resolvido. Qual é a dificuldade em perceber que essa é a raiz do problema ? As piores doenças são todas Zoonóticas (origem nos animais). Todos têm culpa, porque “exigem” um cadaverzito no prato diariamente…

    • Simplicidade, coma lá as suas ervasitas e deixe os omnivoros em paz. Respeite os outros, a principal questão aqui é a produção em grande escala, ou melhor a inspecção a essa produção.

RESPONDER

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …

Banguecoque em alerta. Mais de 70.000 casas inundadas na Tailândia

As autoridades tailandesas têm feito esforços para proteger partes de Banguecoque das cheias, que já inundaram 70.000 casas e mataram seis pessoas nas províncias no norte e centro do país. A tempestade tropical Dianmu causou cheias …

Exilados sírios obrigados a pagar taxas para evitar o alistamento obrigatório

No início deste ano, Yousef, um sírio de 32 anos que vive na Suécia, teve que pagar as taxas que lhe isentavam da obrigatoriedade de se alistar no exército da Síria, caso contrário a família …

Portugal tem cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, mais de metade em Lisboa

Estima-se que, em 2020, cerca de 485 pessoas tenham abandonado esta condição, o que representa uma descida de 39% face a 2019. Portugal terá cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, segundo os resultados de …

Simone Biles: "Deveria ter desistido muito antes dos Jogos Olímpicos"

"Uma mulher preta tem que ser a melhor, as pessoas tentam menosprezar", lamentou a multi-campeã olímpica de ginástica. Simone Biles não conquistou qualquer medalha de ouro nos Jogos Olímpicos deste ano mas foi a atleta mais …

Mãe e filho de 2 anos morrem à porta do estádio. Jogo decorreu normalmente

Queda aconteceu pouco antes de começar um jogo da Major League Baseball, em San Diego. O desporto passou para segundo plano na tarde deste domingo, pouco antes de um jogo de beisebol, nos Estados Unidos da …

"Blá blá blá". Greta Thunberg acusa líderes mundiais de não cumprirem com as promessas climáticas

Ativista considera que os anúncios feitos pelos líderes mundiais não passam de bonitas intenções que, na prática, não se traduzem em ações com verdadeiro impacto na luta contra as alterações climáticas. Greta Thunberg acusou os líderes …

Mulher com síndrome de Down perde ação judicial contra a lei do aborto no Reino Unido

Na semana passada, uma mulher com síndrome de Down perdeu uma ação judicial contra o governo britânico por causa de uma lei que permite o aborto até ao fim da gestação de fetos que poderão …

Tribunal condena corticeira da Feira por despedir trabalhadora que denunciou assédio

A corticeira Fernando Couto foi condenada pelo Tribunal da Feira a pagar uma coima de cerca de 11 mil euros por ter despedido a operária Cristina Tavares, após esta ter denunciado ser vítima de assédio …

Dupla de cientistas apresenta uma nova abordagem para reciclar plástico

Um novo estudo oferece uma abordagem totalmente nova para reciclar plástico, tendo sido inspirada na forma como a natureza naturalmente "recicla" os componentes dos polímeros orgânicos presentes no ambiente. As proteínas são um dos principais compostos …