China multa Alibaba em 2,33 mil milhões de euros por violações antimonopólio

Jolanda Flubacher / World Economic Forum

O fundador do Alibaba, Jack Ma

As autoridades chinesas multaram o gigante’ de comércio online Alibaba em 18,2 mil milhões de yuan (equivalente a 2,33 mil milhões de euros) por abuso de posição dominante, noticiou este sábado a imprensa estatal na China.

A multa segue-se a uma investigação contra a Alibaba que começou em dezembro. O grupo foi acusado de exigir exclusividade aos comerciantes que desejavam vender os seus produtos na plataforma, contornando os sites de compras online rivais.

O montante foi determinado após os reguladores terem decidido multar o grupo em 4% das suas receitas de 2019.

Alibaba e outras grandes empresas tecnológicas chinesas estão a enfrentar pressões das autoridades, preocupadas com a sua crescente influência no país, onde os consumidores utilizam estas plataformas para comunicar, fazer compras, pagar contas, reservar táxis, contrair empréstimos e uma série de outras tarefas diárias.

A Alibaba, em particular, tem estado sob escrutínio desde outubro. Na altura, o co-fundador Jack Ma acusou os reguladores chineses de estarem ultrapassados, por expressarem preocupação com a expansão do braço financeiro de Alibaba – o Grupo Ant -, focado na concessão de empréstimos, gestão de riqueza e seguros.

O multimilionário – que era, até maio, o homem mais rico da China – também lamentou que os bancos chineses continuem a operar com uma forte mentalidade de “loja de penhores”, exigindo garantias antes de emprestar — um modelo que não alimenta o crescimento futuro, segundo Jack Ma.

Em vez disso, o fundador do grupo Alibaba defende o estabelecimento de um novo sistema bancário inclusivo e universal.

Depois destas declarações, Ma deixou de aparecer em público e a imprensa internacional tinha especulado sobre o seu paradeiro, chegando mesmo a utilizar o termo “desapareceu” após o atrito que teve com o Governo chinês, que forçou a suspensão da Oferta Pública Inicial da sua empresa Ant Group. O grupo seria objeto da maior oferta pública de aquisição da história.

Várias semanas depois, o multimilionários reapareceu numa reunião virtual com professores rurais, após meses de incerteza sobre o seu paradeiro.

Ma deixou a presidência de Alibaba em 2019, 20 anos após a sua fundação, e não exerce quaisquer cargos executivos, embora seja acionista maioritário da empresa.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Toma lá Jack, que para aprenderes a não criticar o regime chinês em público!…
    Não demorou muito a receber o “troco” e, assim já ficou a conhecer melhor o seu país…

RESPONDER

"Era como se a morte estivesse num copo." No século XVIII, o gin estava a arruinar a Inglaterra

A bebida alcoólica tornou-se tão popular no Reino Unido que os empresários começaram a utilizar todo o tipo de aditivos para enriquecerem. No século XVIII, o gin tornou-se a maior droga que o homem poderia consumir …

Vacinar animais contra a covid-19? Dezenas de zoos nos EUA estão a avançar com a ideia

Cerca de 70 jardins zoológicos e espaços de conservação nos Estados Unidos estão a administrar a vacina da farmcêutica veterinária Zoetis aos seus animais. Não são só os humanos que estão a ser vacinados contra a …

Lewis Hamilton: "Eu não disse que estava a morrer"

Acidente com Max Verstappen originou dores no campeão; Helmut Marko disse que já era "espectáculo" a mais. Troca de palavras entre os dois candidatos ao título. Como se esperava, o acidente que envolveu Lewis Hamilton e …

Autorretrato de Frida Kahlo deverá ser vendido por um valor recorde de 30 milhões de dólares

A Sotheby’s espera ultrapassar os 30 milhões de dólares (mais de 25 milhões de euros) com o autorretrato da pintora mexicana Frida Kahlo, no qual aparece também o seu marido Diego Rivera. O autorretrato Diego y …

David Luiz: "Um dos dias mais especiais da minha vida" - e ainda se fala sobre Jorge Jesus

Flamengo ficou mais próximo de mais uma final da Libertadores, depois de derrotar o Barcelona de Guayaquil. David Luiz estreou-se. O Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil por 2-0, na primeira "mão" das meias-finais da Copa …

Iémen. Escassez de alimentos empurra 16 milhões de pessoas para a fome, revela ONU

Pelo menos 5 milhões de pessoas no Iémen estão à beira da fome e outros 16 milhões estão "a caminhar para a fome", num país dilacerado pela guerra civil. O Programa Mundial de Alimentos (WFP, na …

Presidente da Tunísia governará por decreto, ignorando partes da constituição

O Presidente da Tunísia, Kais Saied, declarou que governará por decreto e ignorará partes da constituição, enquanto se prepara para mudar o sistema político, gerando críticas imediatas da oposição. Desde 25 de julho, dia em que …

Alemanha deixa de pagar quarentena a trabalhadores não vacinados

A Alemanha vai deixar de indemnizar trabalhadores não vacinados que forem forçados a quarentena devido ao coronavírus, por ser "injusto pedir aos contribuintes que subsidiem aqueles que se recusam a ser vacinados", disse na quarta-feira …

Governo acaba com recomendação do teletrabalho

O Conselho de Ministros decidiu acabar com a recomendação da opção pelo teletrabalho e eliminar a testagem em locais de trabalho com mais de 150 trabalhadores. Estas medidas integram a terceira e última fase do plano …

Cansado de denúncias, Betis pede aos seus sócios: "Portem-se bem"

Clube onde jogam dois portugueses quer que os adeptos tenham um "comportamento adequado" durante os jogos no Benito Villamarín. O Betis de Sevilha jogou seis vezes até agora, nesta época. Quatro desses encontros foram disputados em …