China multa Alibaba em 2,33 mil milhões de euros por violações antimonopólio

Jolanda Flubacher / World Economic Forum

O fundador do Alibaba, Jack Ma

As autoridades chinesas multaram o gigante’ de comércio online Alibaba em 18,2 mil milhões de yuan (equivalente a 2,33 mil milhões de euros) por abuso de posição dominante, noticiou este sábado a imprensa estatal na China.

A multa segue-se a uma investigação contra a Alibaba que começou em dezembro. O grupo foi acusado de exigir exclusividade aos comerciantes que desejavam vender os seus produtos na plataforma, contornando os sites de compras online rivais.

O montante foi determinado após os reguladores terem decidido multar o grupo em 4% das suas receitas de 2019.

Alibaba e outras grandes empresas tecnológicas chinesas estão a enfrentar pressões das autoridades, preocupadas com a sua crescente influência no país, onde os consumidores utilizam estas plataformas para comunicar, fazer compras, pagar contas, reservar táxis, contrair empréstimos e uma série de outras tarefas diárias.

A Alibaba, em particular, tem estado sob escrutínio desde outubro. Na altura, o co-fundador Jack Ma acusou os reguladores chineses de estarem ultrapassados, por expressarem preocupação com a expansão do braço financeiro de Alibaba – o Grupo Ant -, focado na concessão de empréstimos, gestão de riqueza e seguros.

O multimilionário – que era, até maio, o homem mais rico da China – também lamentou que os bancos chineses continuem a operar com uma forte mentalidade de “loja de penhores”, exigindo garantias antes de emprestar — um modelo que não alimenta o crescimento futuro, segundo Jack Ma.

Em vez disso, o fundador do grupo Alibaba defende o estabelecimento de um novo sistema bancário inclusivo e universal.

Depois destas declarações, Ma deixou de aparecer em público e a imprensa internacional tinha especulado sobre o seu paradeiro, chegando mesmo a utilizar o termo “desapareceu” após o atrito que teve com o Governo chinês, que forçou a suspensão da Oferta Pública Inicial da sua empresa Ant Group. O grupo seria objeto da maior oferta pública de aquisição da história.

Várias semanas depois, o multimilionários reapareceu numa reunião virtual com professores rurais, após meses de incerteza sobre o seu paradeiro.

Ma deixou a presidência de Alibaba em 2019, 20 anos após a sua fundação, e não exerce quaisquer cargos executivos, embora seja acionista maioritário da empresa.

ZAP ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Toma lá Jack, que para aprenderes a não criticar o regime chinês em público!…
    Não demorou muito a receber o “troco” e, assim já ficou a conhecer melhor o seu país…

RESPONDER

Comandos. MP pede condenação de cinco arguidos a penas entre dois e 10 anos de prisão

O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação de cinco dos 19 arguidos no processo relativo à morte de dois recrutas dos Comandos, em 2016, a penas de prisão entre dois e 10 anos. Nas alegações …

Juventus quer Zidane para o lugar de Pirlo

O insucesso desportivo da Juventus esta temporada deve fazer com que Pirlo saia do clube. Zidane, que também estará de saída do Real Madrid, é o favorito da vecchia signora. Zinédine Zidane estará a pensar seriamente …

“Incompetência e arrogância”. Cabrita está (novamente) debaixo de fogo. Partidos pedem a sua demissão

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, está mais uma vez no centro da polémica. Depois de ter avançado com uma requisição civil para que mais de 20 imigrantes fossem transportados para o Zmar, durante a …

Fernando José é o candidato do PS a Setúbal. Ana Catarina Mendes concorre à Assembleia Municipal

O deputado e vereador socialista Fernando José é o cabeça de lista do PS às próximas eleições autárquicas para a Câmara de Setúbal e Ana Catarina Mendes à Assembleia Municipal, revelou fonte oficial do Partido …

Portugal na zona de queda dos restos do foguetão chinês

O foguete de Longa Marcha chinês que foi lançado a 29 de abril, e agora está a preocupar o mundo. As previsões é que a reentrada na atmosfera se dê até ao próximo dia 9 …

CIP propõe "almofada" pública de 8.000 milhões para resolver moratórias

A Confederação Empresarial de Portugal (CIP) propôs ao Governo criar uma "almofada" de garantias públicas no valor de oito mil milhões de euros para dar poder às empresas e levar a banca a renegociar os …

Reino Unido. Variante indiana é “preocupante“ e já infetou idosos vacinados

No Reino Unido, já foram encontradas 48 cadeias de transmissão da variante indiana e sabe-se que há transmissão comunitária. A Public Health England classifica esta variante como “preocupante”. A direção geral de saúde de Inglaterra (PHE …

Petição para cancelar Jogos Olímpicos conta já com 200 mil assinaturas

Uma petição 'online' a pedir o cancelamento dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 devido à pandemia da covid-19 ultrapassou esta sexta-feira as 200 mil assinaturas, avançou a agência Lusa. A campanha, lançada na quarta-feira pelo advogado e ativista …

“Não queremos estragar a nossa joia da coroa“. Governo pode limitar acesso da Peneda-Gerês

O Secretário de Estado da Conservação da Natureza concorda com os autarcas, sobre o impacto positivo do turismo para as populações, mas nota que o sucesso do PNPG não pode pôr em causa os valores …

Fome e seca levam milhares de angolanos a fugirem para a Namíbia

A fome provocada pela seca extrema na província de Cunene, no sul de Angola, está a levar milhares de pessoas a fugir para a Namíbia. "A estiagem provocou a rutura de 'stocks' alimentares das comunidades e …