Documentos mostram que China tinha “exército de trolls” para censurar a covid-19

O Governo chinês pagou a um “exército de trolls” para invadir as redes sociais e com conversas para distraírem as pessoas do novo coronavírus.

Li Wenliang foi um dos médicos que, inicialmente, tentou alertar a comunidade médica para a existência de um novo coronavírus em Wuhan, na China. O profissional de saúde foi recriminado pela polícia, acusado de “espalhar rumores” e, num triste desfecho, acabou por morrer infetado. Pela internet circulavam rumores que o Governo chinês pode ter estado envolvido na morte do cientista.

De acordo com diretivas confidenciais enviadas a funcionários de propaganda e agências de notícias locais, as autoridades avisavam para o “efeito da borboleta” que esta notícia poderia ter e rapidamente trabalharam para suprimi-la e recuperar a narrativa, escreve o site de jornalismo de investigação independente ProPublica.

As autoridades ordenaram aos sites de notícias para não enviarem notificações com a notícia da morte do cientista; disseram às redes sociais para gradualmente remover o seu nome das páginas de assuntos do momento (trending); e criaram legiões online de falsos comentadores para inundar as redes sociais com conversas para distraírem as pessoas da morte do cientista.

“À medida que os comentadores lutam para orientar a opinião pública, eles devem ocultar a sua identidade, evitar patriotismo rude e elogios sarcásticos e ser elegantes para alcançar resultados”, apelava o Governo chinês nas diretivas.

De forma a gerir aquilo que aparecia na internet chinesa no início do ano, as autoridades emitiram ordens rígidas sobre o conteúdo e o tom da cobertura noticiosa, pagando a trolls para inundar as redes sociais com tagarelice partidária, explica o ProPublica.

Os documentos mostram ainda que as restrições da China às informações sobre o surto do novo coronavírus começaram no início de janeiro, ainda antes de ele ter sido identificado definitivamente.

Em várias ocasiões, países como os Estados Unidos acusaram a China de tentar esconder minimizar a importância da covid-19, apesar de alegadamente estarem cientes do seu potencial pandémico e fatal.

Um relatório dos serviços de inteligência norte-americanos divulgado em abril concluiu que a China falseou os dados sobre a severidade da covid-19. Os EUA estimam que o número de mortes e casos de infeção divulgados por Pequim sejam falsos, intencionalmente abaixo face à realidade da pandemia naquele país.

Os documentos consultados pelo ProPublica incluem mais de 3.200 diretivas e 1.800 memorandos e outros arquivos dos escritórios do regulador da internet do país. Também incluem arquivos internos e códigos de computador de uma empresa chinesa, Urun Big Data Services, que cria software usado por governos locais para monitorizar discussões na Internet e gerir ‘exércitos’ de comentadores online.

Daniel Costa Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. em PT tambem ha um “exercito de Trolls” a fazer Propaganda pro-marxista.
    Aliás, em todo o lado que meta a Xuxalhada / Comunada “Democratica” há um maquinaria de desinformação a “atacar” o Cerebro das Pessoas.
    Hoje faz 2.000 Anos nasceu a “Luz” para nos livrar do “Mundo das Trevas”; dos “Trolls”

    • Nem queremos ditaduras estalinistas (extrema esquerda) nem nazis (extrema direita). No meio, abrangente e com bons princípios, é que está a virtude.
      Não vale apena votar em pessoas que não têm quaisquer princípios democráticos, cívicos e sociais e que não têm o mínimo de competência para desempenhar funções no governo. Chega para lá de incompetência. Não quero o país a regredir 10 anos ou mais.

RESPONDER

As mudanças climáticas estão a contribuir para a alteração do sabor do café

Há muito tempo que se tem conhecimento que as mudanças climáticas têm tido um impacto negativo no ambiente e na população, o que não se sabia é que este fenómeno também está a afetar o …

Químicos encontrados na comida e no ar ameaçam a fertilidade dos homens

Em apenas algumas gerações, a contagem de espermatozoides humanos pode diminuir para níveis abaixo daqueles considerados adequados para a fertilidade. Esta é a afirmação alarmante feita no novo livro da epidemiologista Shanna Swan, "Countdown", que reúne …

"Nomadland" é aposta na reabertura das salas de cinema

As salas de cinema reabrem já na segunda-feira e a grande aposta é Nomadland – Sobreviver na América, da realizadora Chloé Zhao. O premiado filme Nomadland – Sobreviver na América, da realizadora Chloé Zhao, é a …

Invasão ao Capitólio recriada através de vídeos divulgados nas redes sociais

A VICE recriou a invasão ao capitólio, no dia 6 de janeiro de 2021, através de vídeos divulgados pelos manifestantes nas redes sociais. Os resultados das eleições presidenciais norte-americanas não convenceram toda a gente. Uma parcela …

França cria delito de "ecocídio" para punir poluição ambiental

A lei resulta de uma recomendação da Convenção de Cidadãos pelo Clima e visa penalizar casos de poluição ambiental com crime específico. A câmara baixa francesa aprovou, este sábado, a criação do delito de “ecocídio” para …

Estação de metro abandonada em NY é o set de filmagens secreto mais bem guardado de Hollywood

A Bowery Station, uma estação de metro em Nova Iorque, permaneceu abandonada durante cerca de 20 anos, mas desfruta agora de uma nova vida. Tudo começou em 2016, quando Sam Hutchins, um veterano da indústria cinematográfica, procurava …

Nacional 0-1 FC Porto | Dragão cansado não facilita

O FC Porto foi à Madeira vencer o Nacional por 1-0. Quem pensou que seria jogo de goleada para os “azuis-e-brancos” enganou-se por completo. Os insulares deram luta, só permitiram um golo, por parte de Mehdi …

João Leão aposta num OE de "expansão" (e mantém a fé num acordo à esquerda)

O ministro das Finanças, João Leão, acredita que o sétimo Orçamento do Estado será aprovado com os partidos à sua esquerda. Ao semanário Expresso, João leão explicou que os próximos Orçamentos do Estado não serão de …

Português investigou histórias por detrás das dedicatórias de Beethoven

A dedicatória do compositor Beethoven da famosa "Sonata ao Luar" a uma alegada musa foi, afinal, uma forma sarcástica de se vingar pela forma como se sentiu desrespeitado, descobriu o musicólogo e pianista português Artur …

Nos canais de Utrecht, os peixes têm uma "campainha" para passar pela barreira

Quando os peixes desovam pelos canais de Utrecht, nos Países Baixos, costumam ser bloqueados pela eclusa Weerdsluis. Agora, a cidade lançou a primeira campainha para peixes do mundo. De acordo com o Dutch Review, o sistema …