Documentos mostram que China tinha “exército de trolls” para censurar a covid-19

O Governo chinês pagou a um “exército de trolls” para invadir as redes sociais e com conversas para distraírem as pessoas do novo coronavírus.

Li Wenliang foi um dos médicos que, inicialmente, tentou alertar a comunidade médica para a existência de um novo coronavírus em Wuhan, na China. O profissional de saúde foi recriminado pela polícia, acusado de “espalhar rumores” e, num triste desfecho, acabou por morrer infetado. Pela internet circulavam rumores que o Governo chinês pode ter estado envolvido na morte do cientista.

De acordo com diretivas confidenciais enviadas a funcionários de propaganda e agências de notícias locais, as autoridades avisavam para o “efeito da borboleta” que esta notícia poderia ter e rapidamente trabalharam para suprimi-la e recuperar a narrativa, escreve o site de jornalismo de investigação independente ProPublica.

As autoridades ordenaram aos sites de notícias para não enviarem notificações com a notícia da morte do cientista; disseram às redes sociais para gradualmente remover o seu nome das páginas de assuntos do momento (trending); e criaram legiões online de falsos comentadores para inundar as redes sociais com conversas para distraírem as pessoas da morte do cientista.

“À medida que os comentadores lutam para orientar a opinião pública, eles devem ocultar a sua identidade, evitar patriotismo rude e elogios sarcásticos e ser elegantes para alcançar resultados”, apelava o Governo chinês nas diretivas.

De forma a gerir aquilo que aparecia na internet chinesa no início do ano, as autoridades emitiram ordens rígidas sobre o conteúdo e o tom da cobertura noticiosa, pagando a trolls para inundar as redes sociais com tagarelice partidária, explica o ProPublica.

Os documentos mostram ainda que as restrições da China às informações sobre o surto do novo coronavírus começaram no início de janeiro, ainda antes de ele ter sido identificado definitivamente.

Em várias ocasiões, países como os Estados Unidos acusaram a China de tentar esconder minimizar a importância da covid-19, apesar de alegadamente estarem cientes do seu potencial pandémico e fatal.

Um relatório dos serviços de inteligência norte-americanos divulgado em abril concluiu que a China falseou os dados sobre a severidade da covid-19. Os EUA estimam que o número de mortes e casos de infeção divulgados por Pequim sejam falsos, intencionalmente abaixo face à realidade da pandemia naquele país.

Os documentos consultados pelo ProPublica incluem mais de 3.200 diretivas e 1.800 memorandos e outros arquivos dos escritórios do regulador da internet do país. Também incluem arquivos internos e códigos de computador de uma empresa chinesa, Urun Big Data Services, que cria software usado por governos locais para monitorizar discussões na Internet e gerir ‘exércitos’ de comentadores online.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. em PT tambem ha um “exercito de Trolls” a fazer Propaganda pro-marxista.
    Aliás, em todo o lado que meta a Xuxalhada / Comunada “Democratica” há um maquinaria de desinformação a “atacar” o Cerebro das Pessoas.
    Hoje faz 2.000 Anos nasceu a “Luz” para nos livrar do “Mundo das Trevas”; dos “Trolls”

    • Nem queremos ditaduras estalinistas (extrema esquerda) nem nazis (extrema direita). No meio, abrangente e com bons princípios, é que está a virtude.
      Não vale apena votar em pessoas que não têm quaisquer princípios democráticos, cívicos e sociais e que não têm o mínimo de competência para desempenhar funções no governo. Chega para lá de incompetência. Não quero o país a regredir 10 anos ou mais.

RESPONDER

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …

A lava do vulcão de Las Palmas já destruiu mais de 200 casas, mas uma permanece intacta na devastação

Como se protegida por um manto de invencibilidade, a construção escapou à força da lava que a serpenteou para felicidade dos seus proprietários, um casal de reformados dinamarquês que escolheu fixar-se naquele território precisamente pela …