/

Chegou o dia D para Passos e Costa, sondagem dá vitória à coligação

4

portugal.gov.pt

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, com o líder do PS, António Costa

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, com o líder do PS, António Costa

Pedro Passos Coelho e António Costa encontram-se esta quarta-feira no único frente-a-frente televisivo antes das eleições legislativas de 4 de outubro. Se as eleições fossem hoje, a coligação Portugal à Frente ganhava, de acordo com uma sondagem hoje divulgada.

O duelo televisivo entre Costa e Passos terá a duração de uma hora e meia, e marca a primeira vez em que um debate será transmitido ao mesmo tempo nos três canais de televisão de sinal aberto, RTP, SIC e TVI.

Este modelo aponta para que o debate Passos/Costa bata o recorde de audiências do debate mais visto em televisão, desde que há registos, que opôs em 2011 Passos Coelho a José Sócrates e foi acompanhado por 1,5 milhão de pessoas.

Passos Coelho e António Costa voltarão a encontrar-se num igualmente inédito debate transmitido pelas rádios Antena Um, TSF e Rádio Renascença, no dia 17.

O ciclo de frente-a-frente para as legislativas de 4 de outubro foi inaugurado na semana passada com o debate entre o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, e a porta-voz do BE, Catarina Martins, e prosseguiram na última terça-feira com o embate entre o presidente do CDS-PP e vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, e Catarina Martins.

António Costa defrontará Catarina Martins na TVI 24 no dia 14 de setembro e o ciclo de debates encerra no dia 18 de setembro, com o embate entre Heloísa Apolónia e Paulo Portas, também no mesmo canal.

De acordo com uma sondagem da Aximage, se as eleições fossem hoje a coligação de Passos e Portas alcançaria 38,9% dos votos contra 33,3% de António Costa, uma diferença de 5,6 pontos percentuais, algo que acontece pela primeira vez desde que Costa assumiu a liderança dos socialistas.

Este é o resultado mais baixo do PS desde setembro do ano passado, altura em que António José Seguro ainda era secretário-geral do partido.

Por outro lado, esta é a primeira-vez, desde que Costa assumiu a liderança do PS, que Pedro Passos Coelho o ultrapassa para ser primeiro-ministro.

Além da coligação, os partidos à esquerda do PS também registaram um aumento de intenções de voto, sendo que o PCP foi o que conseguiu uma subida mais acentuada. Os comunistas passaram de 7,5% em junho, para 8,5% em setembro. Já o Bloco de Esquerda subiu 0,6 pontos percentuais, de 4% para 4,6%, enquanto o Livre passou de 1,3% para 1,6% (0,3 pontos percentuais).

ZAP / Lusa

4 Comments

  1. A sondagem da Aximage CM, terá sido efectuada à minoria que aumentou a sua fortuna neste mandato, ou à maioria que aumentaram a pobreza e aos que ficaram sem trabalho e sem tecto?

    • Ironia das ironias é os mais lesados, os que empobreceram que perderam emprego, a casa e até os que emigraram, darem mostras de perceberem que a razão está para lá de 2011 e que o actual governo pouco ou nada mais poderia fazer do que cumprir o memorando imposto por credores e recuperar a independência económica pela conseguida credibilidade ao colo dos portugueses em geral e do arrojo empresarial português (exportações) – Não esqueçamos os Irlandeses e a Grécia.

  2. Um “debate” que acontece pelo que nos impuseram desde 2011 a cumprir durante 3 anos e o último ano de autonomia restaurada sem o garrote da Troika!
    Será possível um debate sobre a governação futura sem finalmente esmiuçar o que nos vergou pela 3ª vez ao garrote do FMI? O ajustamento a que nos obrigaram as tranches dos credores? É que ainda há por aí muitos com poder de voto na mão mas com dificuldades em somar e subtrair e que ainda acenam bandeirinhas do aumento da dívida!
    Lá iremos ter, espero com menos sobranceria e risinhos tolos, o António Costa candidato do status quo socratista vs Passos frio e pragmático sem ‘molesas’ para esperanças vagas e otimismos de “mercados”

  3. Mas esta sondagem saiu dos bolsos do Relvas? como o mágico que tira o Coelho? Francamente que vergonha de campanha com a Coligação a não querer debate com as outras forças politicas. Bem feita! Ontem com Costa foi o que se viu! O portas com a Catarina do BE foi trucidado. Mas esta gente pensa mesmo que o Povo Português é burro!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE