Chega diz que não é racista e que atual Governo é “uma extrema-esquerda”

André Ventura fala numa “extrema-esquerda que não cabe na cabeça de ninguém” e garante que o seu partido vai eleger deputados. Ventura diz ainda que, no futuro, vai “engolir o CDS”.

O líder do Chega garantiu na noite de quinta-feira que o partido não é racista e não tem “nada contra ninguém”, deixando várias críticas ao atual Governo, considerando-o “uma extrema-esquerda que não cabe na cabeça de ninguém”.

Nós não somos racistas, porque não temos nada contra ninguém, não temos nada contra raças ou etnias. Nós queremos é que todos cumpram as mesmas leis que todos temos de cumprir e todas as regras”, realçou André Ventura.

O presidente do Chega discursava numa festa-comício no Mercado da Vila, em Cascais, no distrito de Lisboa, perante várias dezenas de pessoas.

“O único país que estava imune pode agora cair nas garras de extrema-direita”, ironizou André Ventura, acrescentando que “quando a esquerda venceu em Portugal, uma extrema-esquerda que não cabe na cabeça de ninguém, a Europa se importou em ter uma esquerda miserável no Governo”.

Para o líder do Chega, o partido criado há cerca de cinco meses vai eleger deputados à Assembleia da República.

“Tivemos hoje uma nova sondagem da Pitagórica que nos mantém como um dos partidos novos com mais votos e com maior possibilidade de eleger [deputado] para o parlamento. Não é sondagem que nos move, as sondagens só no mostram a força que nós temos. Vamos ter mais do que aquilo que dizem, porque o nosso voto está enraizado”, frisou.

No palco montado no parque de estacionamento do mercado, André Ventura voltou a atacar Assunção Cristas, dizendo que a líder do CDS-PP tem feito uma campanha contra o Chega.

“Pensava que os partidos trabalhavam para apresentar programas ao país, para apresentar propostas, para melhorar a vida das pessoas, mas aparentemente o CDS trabalha para que o Chega não eleja deputados”, acusou.

Revelando confiança, o líder do Chega disse ainda que o partido “vai fazer a diferença na próxima legislatura”, caso eleja deputados, e, se acontecer, irá “engolir” o CDS-PP e o PSD.

“Quero prometer isto aqui. Em quatro anos, se entrarmos na Assembleia da República, vamos engolir o CDS, e em oito anos vamos engolir o PSD. Vamos ser o maior partido de Portugal”, concluiu.

Antes do discurso de André Ventura, foi lida uma carta de apoio do presidente do partido populista espanhol Vox, Santiago Abascal.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Nos Países Baixos, há drive-ins para as crianças poderem visitar o Pai Natal em tempo de pandemia

Muito se tem falado de como será o Natal neste ano atípico. Contudo, há países que já começam a arranjar alternativas para a época festiva. Nos Países Baixos, os drive-ins estão a ser usados para …

Vereador da Educação de Lisboa ameaça autarca com “um par de murros”

O vereador da Educação da Câmara de Lisboa afirmou, num comentário no Facebook, em resposta a uma publicação de um vogal da Junta de Freguesia do Areeiro, estar disponível para lhe dar "um par de …

Papa Francisco critica negacionistas da covid-19 e fala da morte de George Floyd

O papa Francisco, num livro esta segunda-feira publicado, criticou os opositores ao uso de máscaras ou outras restrições impostas para conter a pandemia de covid-19, sublinhando que nunca se manifestariam contra a morte do afro-americano …

Fenprof reconhece abertura da tutela do Ensino Superior para negociar apesar de divergências

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) reconheceu esta segunda-feira a abertura do Governo para negociar algumas questões do Ensino Superior, depois de uma reunião em que a tutela e a organização sindical nem sempre estiveram …

Bombeiros vão receber verba adicional de três milhões de euros

As associações humanitárias de bombeiros vão receber uma verba adicional de três milhões de euros em 2021 para fazer face aos constrangimentos financeiros devido à pandemia de covid-19, segundo uma proposta do PS hoje aprovado. Este …

Media Capital desafia ERC e elege Mário Ferreira como presidente

Os acionistas da Media Capital elegeram, esta terça-feira, o empresário Mário Ferreira presidente da dona da TVI. A assembleia-geral esteve inicialmente convocada para 28 de outubro, tendo sido suspensa, retomando hoje os trabalhos e com uma …

Estado de emergência. Maioria dos portugueses concorda com novas medidas de restrição

Uma sondagem da Intercampus para o Correio da Manhã revela que a maioria dos portugueses concorda com o regresso ao estado de emergência e com as restrições impostas pelo Governo. De acordo com o Correio da …

Taarabt é o terceiro jogador do Benfica infetado com covid-19

O internacional marroquino também testou positivo à covid-19, dois dias antes de o Benfica, que já tinha previstas oito baixas no plantel, defrontar o Rangers para a Liga Europa.  Depois de Darwin Nuñez e Julian Weigl …

Oposição israelita pedirá dissolução do parlamento e novas eleições

O líder da oposição israelita, Yair Lapid, anunciou na segunda-feira que apresentará na próxima semana uma iniciativa para dissolver o Knesset (parlamento) e convocar eleições, num contexto de tensão na coligação governamental, noticiou a agência …

PSD de Castelo Branco pede demissão da deputada do PS Hortense Martins

O PSD de Castelo Branco pediu esta segunda-feira a demissão da deputada socialista Hortense Martins, alegando que não tem condições para representar o distrito, depois de condenada a pagar o arquivamento de um processo onde …