Chefe da PSP agredido na esquadra enquanto protegia mulher

Um chefe da esquadra do Montijo da Polícia de Segurança Pública foi agredido dentro das instalações policiais, quando tentava “salvaguardar a integridade física de uma senhora que se refugiou naquele local para se livrar das agressões do filho e pedir socorro”.

O caso aconteceu no sábado à tarde, no Montijo. Mas já não é o primeiro. “Ao arrepio das regras instituídas, permite, reiteradamente, que um polícia fique sozinho na esquadra em diversos turnos de serviço”, prossegue o texto.

Segundo explica o sindicato, neste mais recente caso, o Chefe Meireles, o agredido, encontrava-se sozinho na esquadra no momento em que a senhora entrou no local, para pedir ajuda, já que estava a ser ameaçada pelo filho que exigia “dinheiro para a droga”, conta o Jornal de Notícias.

O agente foi então agredido pelo filho da senhora que demonstrou “um enorme sentimento de impunidade e desprezo pelo outro”.

O suspeito pôs-se em fuga sem que o agente o perseguisse, porque, como se encontrava sozinho, “não podia abandonar a esquadra para perseguir o criminoso“, conclui o sindicato, que deixa críticas ao Governo e à Direção Nacional da PSP.

No entanto, um outra caso foi revelado através de um vídeo que circulou nas redes sociais.

Nas imagens via-se um agente da PSP da esquadra do Bairro Alto, em Lisboa a ser agredido. O agressor de 44 anos está já referenciado por outras agressões a agentes da autoridade. O episódio de violência teve lugar no dia 1 de outubro, no jardim do alto de Santa Catarina. E foi confirmado oficialmente pela PSP, conta o Expresso.

Entretanto, o Ministério da Administração Interna vem condenar “veementemente todos os episódios de violência sobre as forças de segurança”.

Segundo o Expresso apurou junto de vários responsáveis policiais, o suspeito foi detido pelos dois agentes da PSP que tinham sido chamados ao local, depois de uma queixa de que o suspeito estaria a incomodar os transeuntes.

Depois de ouvido por um juiz de instrução, o homem terá sido libertado com a medida de coação mais ligeira: Termo de Identidade e Residência. E o caso baixou a inquérito.

O agente agredido foi hospitalizado com escoriações nos braços e na mão direita e a orelha rasgada. Encontra-se ainda de baixa médica, embora não tenha ferimentos graves. Quanto ao suspeito, tem quase vinte processos por agressão, cinco deles contra agentes da autoridade.

De acordo com o Diário de Notícias, estes não serão casos isolados: todos os dias haverá agentes de autoridades agredidos. Só este ano há 380 casos.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Porto lança cartão da cidade para munícipes. Vantagens incluem descontos na cultura

O cartão foi lançado no dia 5 de abril e permite que os utilizadores tenham acesso a descontos em museus, teatros, piscinas e utilização gratuita do elevador dos Guindais. Destina-se aos moradores da cidade e …

Afinal, o SEF ainda não foi extinto. Governo vai publicar decreto-lei

Afinal, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) ainda não foi extinto. Segundo o Ministério da Administração Interna, o Governo vai "aprovar por decreto-lei a orgânica do novo serviço público [SEA] e as novas competências …

Mais quatro mortes e 553 casos nas últimas 24 horas

De acordo com a Direção-Geral da Saúde, Portugal registou nas últimas 24 horas 553 novos casos de covid-19 e quatro mortes associadas à doença. Portugal regista hoje mais quatro mortes relacionadas com a covid-19, 553 novos …

Familiares das vítimas do voo MH-17 na Ucrânia vão pedir indemnizações

Uma das advogadas das vítimas do voo MH-17 da Malaysia Airlines anunciou que 290 familiares apresentaram pedido de indemnização contra os quatro suspeitos do acidente. Uma advogada das vítimas do derrube do voo da Malasya Airlines …

1.º de Maio. CGTP duplica lotação, UGT festeja online com ex-ministros socialistas

As centrais sindicais voltam a estar divididas quanto às comemorações do 1.º de Maio. A CGTP vai organizar dois desfiles e duplicar a concentração na Alameda Dom Afonso Henriques; a UGT cancelou qualquer iniciativa presencial …

"Vice" da bancada do PS contestado por pedir autocrítica do partido sobre Sócrates

Pedro Delgado Alves defendeu que o PS deveria refletir sobre a ação de José Sócrates. O deputado foi contestado por outros dirigentes do grupo parlamentar, nomeadamente Ana Catarina Mendes, que reagiu de forma dura à …

Japão responde à China e garante que derrame de Fukushima será seguro

O vice-primeiro-ministro japonês, Taro Aso, reafirmou esta sexta-feira, em resposta às críticas da China, que a descarga da central nuclear de Fukushima aprovada pelas autoridades japonesas estará dentro dos limites de segurança da água potável. "Estou …

Ninguém quer "a batata quente" do caso Sócrates. Ivo Rosa e Carlos Alexandre com nota máxima

Os juízes Ivo Rosa e Carlos Alexandre foram avaliados com a nota máxima de "Muito Bom" pelo Conselho Superior da Magistratura em inspecções realizadas entre 2013 e 2018, ou seja, abarcando o período da investigação …

João Leão afasta criação de imposto de solidariedade para pagar crise pandémica

O ministro das Finanças, João Leão, argumenta que a criação de um imposto de solidariedade para pagar a crise pandémica não ajudaria nem seria benéfica. Em entrevista ao semanário Expresso, o ministro das Finanças, João Leão, …

Isabel de Castela ficou conhecida por cheirar mal. Novos documentos põem fim aos mitos

A famosa rainha Isabel I de Castela, em Espanha, era conhecida por se lavar pouco e cheirar mal. Contudo, documentos recém-descobertos mostram que possuía uma quantidade enorme de perfumes de grande valor. Isabel I financiou a …