Se o chefe da Força Aérea alemã disser outra vez F-35, será despedido

Enquanto a Alemanha continua a analisar opções para substituir os antigos caças Tornado, o chefe da Luftwaffe (Força Aérea alemã) será literalmente despedido se disser mais uma vez em público “F-35”, o nome do caça norte-americano.

“Como me disseram fontes da Luftwaffe, se o chefe da Força Aérea alemã disser F-35 outra vez, será despedido. Parece que os líderes políticos continuam a preferir opções da União Europeia (caças nucleares modernizados Eurofighter Typhoon ou caça europeu que ainda não existe)”, disse Christian Theils, jornalista e especialista militar alemão no Twitter.

Em novembro, o chefe da Força Aérea da Alemanha, tenente-general Karl Muellner, disse que o departamento precisa de um avião “de quinta geração” para “satisfazer todas as nossas necessidades”. A afirmação foi considerada um sinal de que Alemanha optaria por caças norte-americanos F-35, conhecidos pelas numerosas falhas e o preço elevado.

A Luftwaffe pediu informações sobre aviões de combate tais como F-35, F-15, F/A-18 e Typhoon europeu, mas destes apenas o F-35 corresponde ao critério “de quinta-geração”.

Posteriormente, os militares alemães distanciaram-se da preferência pelo F-35 expressada por Karl Muellner. Em particular, o vice-ministro da Defesa, Ralf Brauksiepe, afirmou em dezembro que Berlim considera como opção principal o Eurofighter Typhoon, enquanto F-15, F/A-18 e F-35 são apenas “segundas escolhas”.

A aquisição de caças norte-americanos F-35 pode ser politicamente prejudicial devido ao projeto anunciado nos últimos anos pela Alemanha e França de desenvolver um caça de quinta geração, possivelmente em cooperação com outros países europeus.

Porém, alguns analistas duvidam que França e a Alemanha sejam capazes de financiar essa iniciativa sem sacrificar orçamento destinado a programas sociais.

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. O último parágrafo acertou em cheio num ponto algo embaraçaso para a UE. A verdade é que esse Estado Social de que a UE tanto gostar de se vangloriar quando se compara aos EUA, é financiado com dinheiro que não vai para a manutenção e modernização da sua capacidade militar. Por outras palavras, a Europa troca capacidade militar por programas sociais. E pode fazê-lo porque sabe que vive sobre a proteção militar dos EUA.

    • Também seria a coisa mais idiota do mundo se a Europa tivesse um programa de proteção social como os EUA. Provavelmente, dentro de década e meia os aviões terão um papel residual do ponto de vista militar, como aliás têm hoje os carros de combate, porque não será a defesa o problema maior dos países e das regiões mas, sim, a questão ambiental

  2. Zap, há um “F-45” no segundo parágrafo (depois da citação do tweeter) que obviamente é um erro tipográfico. (tanto quanto se sabe, ainda não há um F-45)

  3. As capacidades bélicas do Eurofighter Typhon são bem melhores que as do F-35, só como exemplo, o Typhon atinge a velocidade máxima de Mach 2 enquanto que o F-35 fica-se pelos Mach 1.6, o Typhon também atinge maiores altitudes, o preço do Typhon também é bem mais baixo. A comparar com o Typhon apenas o avião Russo Sukhoi Su-57, que é melhor em termos de capacidades bélicas e é ainda mais barato, o preço deste último que ronda os 50 milhões de Eur fica bem abaixo de metade do valor de um F-35.

    • E se estiver equipado com os goodyear f1 assimetric é que é! Até dá para fazer as curvas mais depressa.
      Ó amigo, olhe que isto não é só por ter uns óculos à Top Gun que passa a dominar os ares.

RESPONDER

Decisão "vergonhosa". Iniciativa Liberal e Chega indignados com distribuição de lugares no Parlamento

Está definida a distribuição de lugares do próximo Parlamento. O Iniciativa Liberal e o Chega não estão contentes e criticam a decisão. A decisão da conferência de líderes do Parlamento sobre os lugares que os novos …

Aos 57 e com Parkison, Damásio criou uma raqueta especial e sagrou-se vice-campeão mundial

Damásio Caeiro fez mais de 50 tentativas para construir a raqueta ideal para jogar ténis de mesa e, quando conseguiu "que mão e raqueta se fundissem", sagrou-se vice-campeão mundial de doentes com Parkinson. "Tinha muita dificuldade …

"Não seja tolo!". Trump enviou carta a Erdogan para resolver conflito com os curdos

No dia 9 de outubro, Donald Trump enviou uma carta ao presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, a avisá-lo sobre a incursão da Turquia na Síria. "Não seja um tipo difícil. Não seja tolo!", escreveu o …

Catalunha em estado de sítio. Governo pede protestos pacíficos e acusa "infiltrados e provocadores"

O presidente do Governo da Catalunha, Quim Torra, condenou ao final da noite de quarta-feira os protestos violentos que se registam há três dias na região e acusou um grupo de infiltrados de estar a …

Há acordo para o Brexit

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou esta quinta-feira que alcançou “um grande acordo” com a União Europeia para o Brexit. "Temos um ótimo novo acordo", afirmou, esta quinta-feira, Boris Johnson no Twitter. O primeiro-ministro britânico anunciou …

Encontrados 20 sarcófagos de madeira bem conservados no Egito

Uma equipe de arqueólogos descobriu pelo menos 20 sarcófagos em bom estado de conservação numa tumba antiga perto da cidade de Luxor, no sul do Egito, revelou o Ministério de Antiguidades egípcio esta semana. De acordo …

Tomás Correia pode deixar o Montepio em breve

Tomás Correira, presidente da Associação Mutualista Montepio Geral (AMMG), pode estar prestes a deixar a liderança da instituição bancária. Segundo o Expresso, o gestor pode abandonar o cargo já na próxima semana. De acordo com …

Lionel Messi recebe sexta Bota de Ouro, 15 anos após a sua estreia

O futebolista argentino Lionel Messi recebeu hoje das mãos dos seus dois filhos mais velhos, Thiago e Mateo, a sexta 'Bota de Ouro' da carreira, numa cerimónia realizada em Barcelona. "Não podia ter conseguido nem sequer …

Brexit. Unionistas da Irlanda do Norte não apoiam novo plano de Boris Johnson

O Partido Democrático Unionista da Irlanda do Norte (DUP), determinante para o acordo sobre o Brexit, disse esta quinta-feira que “tal como estão as coisas” não pode aceitar o pacto que Londres está a negociar …

Votos dos emigrantes elegeram dois deputados do PS e mais dois do PSD

Os votos dos emigrantes portugueses elegeram dois deputados do PS e dois do PSD, segundo os resultados divulgados no site da Secretaria-Geral do Ministério de Administração Interna - Administração Eleitoral. De acordo com os dados conhecidos …