Manu? “Deves chamar-me senhor presidente ou senhor”, respondeu Macron a um jovem

Stephane Mahe / EPA

O presidente francês, Emmanuel Macron

“Tudo bem, Manu?”, perguntou um adolescente, durante uma cerimónia oficial de homenagem aos veteranos de guerra, em Paris. Macron não gostou e repreendeu o jovem pela sua linguagem informal.

Esta segunda-feira foi marcada por uma cerimónia em Paris, o 78º aniversário da chamada de resistência do General Charles de Gaulle, em Suresnes, perto de Paris, uma cerimónia oficial de homenagem aos veteranos de guerra.

Um dos adolescentes que assistia à comemoração dirigiu-se ao Emmanuel Macron, tratando-o por “Manu”, o diminutivo do primeiro nome do Presidente francês. Macron não gostou, e deu um “sermão” ao jovem.

“Não, não podes fazer isso. Estás numa cerimónia oficial, comporta-te como tal. Podes armar-te em parvo, mas hoje é a La Marseillaise (hino francês). Chama-me senhor presidente da República ou senhor, certo?”, respondeu.

“No dia em que fizeres uma revolução, obténs primeiro um diploma e aprendes a sustentar-te. Só depois darás lições aos outros”, concluiu o Presidente, saudando os jovens que participavam na cerimónia de homenagem aos ex-combatentes da Segunda Guerra Mundial, adianta o Observador.

Emmanuel Macron não se esqueceu da represália e falou sobre o sucedido no seu Twitter. Na rede social, o Presidente afirmou que “o respeito é o mínimo na República, especialmente no dia 18 de junho, na presença dos companheiros da libertação”.

Depois do sermão, o rapaz pediu desculpa ao Presidente francês. Esta não é a primeira vez que Macron é apanhado pelas câmaras a dar lições àqueles que o desafiam e o desrespeitam.

Durante a campanha presidencial, no ano passado, um trabalhador em greve acusou-o de ser um homem de fato e não passar disso. “A melhor maneira de conseguir pagar um fato é arranjar um emprego“, respondeu Macron.

ZAP // Reuters

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. O Macron não podía estar mais coberto de razão. O crianço (porque se disser criança, é sexismo) foi parvinho de todo. Há momentos e momentos, para se armar em carapau de corrida.

  2. Não deixando estar coberto de razão pois estava numa cerimónia oficial, mais ainda com a carga simbólica em causa, quanto a mim deveria ter desvalorizado. Não ter sequer respondido teria sido melhor, e a “coisa” passava. É quase como o que aconteceu com o nosso ex-ministro Álvaro Santos Pereira : “chamem-me Álvaro”. Apesar de ser ministro, não deixou de ser Álvaro, não deixou ser ser competente, nem o foi mais ou menos pelo facto de ao nome se ter acrescentado Sr. Ministro. Na reportagem acima não é esclarecido sequer se o crianço em causa seria ou não conhecido do Presidente Macron. É a minha opinião.

  3. “No dia em que fizeres uma revolução, obténs primeiro um diploma e aprendes a sustentar-te. Só depois darás lições aos outros” – Ou seja, para um dia mais tarde poder dar lições aos outros, terá de ser diplomado… Não é possivel, na opinião desse individuo, que um “não diplomado”, possa ter moral e conhecimentos, para dar lições… Entre educação, e instrução há uma grande diferença! Efectivamente por uma questão de diferença de idades, devia tê-lo tratado de forma diferente, no entanto, não demonstrou qualquer indicio de desrespeito…
    Será que esse senhor participou de alguma revolução, ou é um politico “à portuguesa”?

    • Concordo. Se o jovem não esteve bem quando a tratou por Manu, ele n esteve melhor ao dizer” No dia em que fizeres uma revolução, obténs o primeiro diploma …. ” Por favor! É ridículo…não faz sentido.

  4. Esse jovem é o fruto de uma má educação que vem afectando a sociedade em geral onde a liberdade não tem tido limites e que no final acaba por se destruir a si própria!.

    • Talvez, mas convém separar a “educação” da “liberdade” e lá porque “antigamente” não haiva liberdade, não quer dizer que houvesse educação!…

  5. Compreendo todo o protocolo,acho na minha opinião que quem esteve pior foi Macron. Ele já criou filhos?ele já fez uma revolução?e aquele emprego dele é mais digno do que o emprego das outras pessoas? ele tem alguma lição de moral para dar?porque na minha opinião o que é dos outros tem dono não se mexe.

RESPONDER

Terceiro estado de emergência? "É preciso em abril preparar um maio, maduro maio"

O Presidente da Assembleia da República já deixou antever que o Parlamento irá ter de debater, na próxima semana, uma segunda renovação do estado de emergência. Em declarações ao semanário Expresso, Eduardo Ferro Rodrigues cita uma música do …

Mourinho e jogadores do Tottenham apanhados a quebrar regras de isolamento

O técnico português José Mourinho e três jogadores do Tottenham foram apanhados a quebrar as regras de isolamento social decretadas no Reino Unido, segundo avança o diário britânico The Guardian. De acordo com fotografias e vídeos …

Infetados que furem quarentena podem arriscar prisão preventiva

Em Portugal, o crime de propagação de doença tem uma moldura penal que pode ir até oito anos de prisão, admitindo ainda medidas de coação privativas da liberdade, como é o caso da prisão preventiva. Assim, …

Conquistadores espanhóis usaram técnicas indígenas para construir as suas armas

Um novo estudo concluiu que os invasores espanhóis foram obrigados a aprender com os indígenas da Mesoamérica sobre a produção de cobre. Descobertas arqueológicas em El Manchón, no México, apoiam a ideia de que invasores espanhóis, desesperados …

Açambarcamento de medicamentos por Portugal? "É um total absurdo", diz Infarmed

O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde reagiu à acusação feita por uma organização belga, que dizia que Portugal está a fazer um armazenamento excessivo de medicamentos essenciais para o tratamento …

Descoberto âmbar com 40 milhões de anos com duas moscas a acasalar

Há 40 milhões de anos, no supercontinente Gonduana, duas moscas que se encontravam a acasalar viram-se, inesperadamente, numa situação complicada. De alguma forma, este par de moscas de pernas longas (Dolichopodidae) ficou preso na seiva pegajosa …

40 marinheiros do porta-aviões Charles de Gaulle com sintomas de covid-19

Quarenta marinheiros do porta-aviões francês Charles de Gaulle apresentaram recentemente "sintomas compatíveis" com os da infeção pelo novo coronavírus e estão sob "observação médica reforçada", anunciou o Ministério da Defesa. "A partir de hoje, uma equipa …

Medidas para as prisões, apoios às empresas, suspensão de tarifas. Parlamento discute mais de 100 iniciativas

Medidas excecionais para prisões e banca, mais apoios às empresas ou à cultura ou a suspensão de propinas e das tarifas de gás e luz são alguns dos temas que vão passar esta quarta-feira pelo …

Trump tem "interesse financeiro" em farmacêutica que produz hidroxicloroquina (a sua "cura" para a Covid-19)

Donald Trump falou da hidroxicloroquina como uma potencial "cura milagrosa" para a Covid-19, apesar das recomendações contrárias de especialistas e da falta de estudos científicos válidos que confirmem os benefícios da substância. O The New …

Restos de bombas atómicas revelam longa vida dos tubarões-baleia

Cientistas estão a determinar a esperança de vida do maior peixe dos oceanos com a ajuda de testes de bombas atómicas realizados durante a Guerra Fria, entre os anos 50 e 60. Em perigo de extinção, …