Cerca sanitária em Odemira. Autarcas surpreendidos falam em “incompetência deste Governo”

Luís Forra / Lusa

Os autarcas de São Teotónio e de Almograve, as freguesias do concelho de Odemira que estão em cerca sanitária, dizem-se surpreendidos e lançam críticas ao Governo.

As freguesias de São Teotónio e de Almograve, no concelho de Odemira, estão em cerca sanitária, devido à elevada incidência de casos de covid-19, sobretudo em trabalhadores do setor agrícola.

O presidente da câmara de Odemira, no distrito de Beja, assumiu hoje ter sido dele a sugestão de uma cerca sanitária em partes do território do concelho, mas contesta a resposta do Governo.



O executivo municipal de Odemira reivindica a tomada de medidas imediatas para o “apoio ao tecido económico local de Odemira”, devido à tomada de uma medida tão drástica.

Paralelamente, os presidentes das duas juntas de freguesia de Odemira afetadas sentem-se “surpreendidos” e “preocupados” pela decisão do Governo.

“Parece que me passou um comboio por cima”, atirou a presidente da junta da Longueira-Almograve, Glória Pacheco, em declarações ao semanário Expresso. “Ainda estou meio adormecida. Fui apanhada de surpresa e não estava à espera. É uma situação muito complexa que me ultrapassa”.

Por sua vez, o presidente da junta de São Teotónio, Dário Guerreiro, argumenta que “a freguesia está a ser mais uma vítima da incompetência deste Governo, revelada através da incapacidade demonstrada em lidar com as condições de habitação neste território ao longo dos últimos anos, colocada agora ainda mais a descoberto devido à pandemia”.

A circulação por via rodoviária de e para as duas freguesias em cerca sanitária do concelho de Odemira está interdita, assim como a permanência na via pública, exceto nas situações previstas no diploma publicado em Diário da República.

Glória Pacheco critica ainda o facto de o Governo ter tomado esta decisão sem ter feito um aviso prévio. Além disso, defende que não lhe parece que haja assim um número tão grande de infetados na freguesia: “Parece haver casos sobretudo nas habitações no interior das explorações agrícolas”.

“Não posso deixar de considerar surpreendentes as afirmações do primeiro-ministro, nas quais se mostra agora preocupado com a sobrelotação das habitações, o que isso representa para a saúde pública e a violação gritante dos direitos humanos. Mediante tais declarações depreendo que António Costa ou esta mal informado, ou não fala com os seus ministros ou secretários de Estado, pois há mais de três anos que em várias reuniões com membros do atual Governo, tenho vindo a alertar para a gravidade desta situação”, expôs o autarca de São Teotónio.

Dário Guerreiro considera que a cerca sanitária é uma fatura “demasiado pesada” para a população desta freguesia. “É uma situação preocupante, pois só no futuro conheceremos as reais consequências a nível social, económico e também a nível da saúde mental dos São Teotonienses”, sublinhou ao Expresso.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Recolher obrigatório, limitação horária nos restaurantes e restrições por concelho podem acabar hoje

Na reunião de terça-feira no Infarmed, os peritos concluíram haver condições para começar a aliviar algumas das medidas restritivas em vigor. Em Conselhos de Ministros, que se irá realizar hoje, o Governo irá definir novas …

Alerta de tsunami no Alasca depois de sismo de magnitude 8.2

A península do Alasca, a oeste dos Estados Unidos, foi atingida por um sismo de magnitude 8.2 na noite de quarta-feira (7h15 de quinta-feira em Lisboa) e já foi lançado um alerta de tsunami na …

Conselho de Ministros reúne-se para discutir próximos passos no desconfinamento

O Conselho de Ministros reúne-se esta quinta-feira para decidir os próximos passos no processo de abertura do país, dois dias depois de especialistas terem sugerido a evolução das medidas de restrição de acordo com a …

Capacete magnético mostra-se eficaz na redução de tumor cerebral

O diagnóstico de um cancro é sempre complicado, mas há partes do corpo onde a presença da doença pode ser mais ameaçadora. É o caso do glioblastoma, um tipo de cancro cerebral, que se não …

Engenheiros japoneses fizeram levitar objectos com "armadilha acústica"

Engenheiros japoneses descobriram uma forma de fazer pequenos objectos levitar usando apenas ondas sonoras, o que pode ser um passo importante para a tecnologia. A engenharia biomédica, o desenvolvimento de farmacêuticos e a nanotecnologia podem vir …

Juno fez a maior aproximação a Ganimedes das duas últimas décadas (e as imagens são de cortar a respiração)

A NASA divulgou, recentemente, um vídeo da sonda Juno a passar por Júpiter e Ganimedes, uma das suas luas. As imagens são de cortar a respiração. Juno visitou Ganimedes em junho. As imagens foram captadas no …

Homicídio com 32 anos resolvido com a menor amostra de ADN de sempre

Um caso de homicídio ocorrido há 32 anos, que muitos consideraram impossível de ser resolvido, foi finalmente desvendado (e tudo graças à amostra de ADN mais pequena de sempre usada para decifrar um caso). De acordo …

Braços robóticos controlados remotamente podem vir a realizar cirurgias delicadas

Um equipa de investigadores está a trabalhar para eliminar movimentos rígidos nos braços robóticos, de modo a torná-los mais ágeis. O objetivo é que no futuro estes possam empilhar pratos ou até realizar cirurgias delicadas. Os …

Alemão foi forçado a remover estátua do pai por esta se parecer com Hitler

Um alemão foi obrigado a retirar uma figura de madeira de um cemitério, que seria para homenagear o seu falecido pai, por ter semelhanças com o antigo ditador nazi. As autoridades do município de Weil im …

Podcast evita morte de um condenado (seis vezes)

Curtis Flowers foi julgado seis vezes pelo mesmo promotor de justiça. Um programa de investigação mudou o seu destino. O promotor continua a acreditar que Curtis é culpado. A própria equipa responsável pelo 60 Minutes, programa …