Centeno era “o supra sumo da barbatana”. PSD dá-se muito melhor com João Leão

Tiago Petinga / Lusa

O deputado do PSD Duarte Pacheco

Com 30 anos de história como deputado no Parlamento, o social-democrata Duarte Pacheco considera que é muito mais fácil lidar com o actual ministro das Finanças, João Leão, considerando que o seu antecessor, Mário Centeno, era “arrogante”.

Com João Leão “a relação melhorou por uma razão muito simples: podemos defender aquilo em que acreditámos sem arrogância na lógica de acharmos que somos o supra sumo da barbatana e os outros são todos uns ignorantes”, relata Duarte Pacheco em entrevista ao Eco.

“Sentimos que esse era muitas vezes o pensamento do doutor Mário Centeno. Isso provocava atrito porque nenhum de nós é o supra sumo da barbatana e todos temos de ter a humildade de pensar sempre que há argumentos tão válidos como os nossos que devem ser analisados”, acrescenta o deputado do PSD.

“Muitas vezes o doutor Mário Centeno, nos debates, entrava como se entrasse para um campo de boxe na lógica de vir aqui para sair como um vencedor, dizendo coisas que ele sabia que muitas vezes não eram verdade”, sustenta ainda Duarte Pacheco.

Já “o actual ministro das Finanças mostrou uma postura muito mais construtiva ao nível do Parlamento”, considera ainda.

Fazendo a comparação entre Rui Rio e Passos Coelho como lideres do PSD, Duarte Pacheco aponta que “são dois estilos completamente diferentes”.

Mas no caso do actual presidente, o deputado refere que compreende a estratégia menos intervencionista. “Se falar todos os dias, as pessoas deixam de dar atenção ao que estou a dizer. Portanto, vale mais falar quando entendo que há algo realmente importante”, acredita.

Duarte Pacheco também diz que o facto de apoiar uma proposta “boa, independentemente de onde vier”, “reforça a sua credibilidade”.

“Se nos dividirmos todos, se os laranjas só votarem no que é laranja, se o outro que é verde só votar no que é verde, etc, o PS vai passando entre os pingos da chuva“, analisa.

Por isso, o PSD está no combate “para defender o que é melhor para o país“. “Se é melhor para o país fazer entendimentos com quem quer que seja para aprovar uma determinada medida, aprovámos essa medida”, vaticina.

Na antecipação das eleições autárquicas, Duarte Pacheco constata que “pode haver entendimentos com todos os partidos da área política [do PSD] e mesmo não sendo alguns da [sua] área política, com a exclusão do partido Chega se mantiver as mesmas posições radicais em muitas áreas completamente fundamentais”.

Duarte Pacheco também assume que, caso da recuperação da economia o permita, o PSD estará disposto para apoiar um eventual aumento do salário mínimo nacional em meados de 2021.

Já quanto à sua inclusão na lista de candidatura de Luís Filipe Vieira à presidência do Benfica, ponto onde assume a discordância com Rui Rio, Duarte Pacheco defende a escolha pessoal de cada um.

Deixem-nos ser nós próprios. Se a pessoa gosta de futebol, gosta de futebol”, salienta. “Não fiquei a apreciar mais a gestão do António Costa ou do Mário Centeno na pasta das Finanças por serem benfiquistas”, argumenta ainda.

Duarte Pacheco nota que acredita no “projecto [de Vieira] para o Benfica”. “Se ali ao lado fez uma gestão incorrecta de património que levou a perdas e que tenha de ser responsabilizado por isso, então que a justiça actue. Uma coisa não tem nada a ver com a outra”, defende.

“Se ele deve ao Novo Banco tem de pagar”, acrescenta, frisando, contudo, que é preciso “separar as coisas”.

  ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Bom seria que este Pacheco nos mostrasse o que fez em 30 anos de deputado!…
    .
    Sobre o Vieira do Benfica:
    “Se ele deve ao Novo Banco tem de pagar”
    Hahahahaaa…

    • Caro leitor,
      Se quiséssemos responder-lhe usando a linguagem que usa na maior parte dos seus comentários, diríamos, usando frases suas que usa muito frequentemente, que “devia ter vergonha na [termo que não queremos repetir] da cara” em vir aqui fazer a [outro termo que não queremos repetir] de comentários que faz, e ainda vir perguntar porque lhe cortam os comentários.
      Mas como não queremos, aqui fica: não, não tem que comentar ao gosto do ZAP, apenas tem que o fazer de forma educada.
      Ou então, pode fazer o que lhe apetece, mas depois “tenha vergonha na tal [termo que gosta de usar] da cara” e não venha aqui queixar-se de que os seus comentários de [outra palavra que adora] foram banidos.

RESPONDER

Domingo invulgar: 17 grandes jogos para ver, em poucas horas

A ementa começa em França, ao meio-dia, e acaba no Chile, já depois das oito da noite. Não estamos perto do Carnaval mas vem aí um "domingo gordo" no futebol. Vários jogos grandes, uns mais mediáticos …

Sporting 1-0 Moreirense | Capitão Coates embala leão

O Sporting igualou hoje o FC Porto na liderança provisória da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o Moreirense, por 1-0, em jogo da nona jornada. O capitão Sebastián Coates marcou, aos …

Relatório médico indica que jovem chinês morreu após beber uma garrafa de Coca-Cola em dez minutos

Um homem chinês morreu depois de beber uma garrafa de 1,5 litros de Coca-Cola em dez minutos, informaram os médicos num relatório. O jovem de 22 anos, que não tinha doenças subjacentes, dirigiu às urgências do …

Universidade no Reino Unido tem arquivo de "casas assombradas"

A Universidade de Sheffield, no Reino Unido, tem um arquivo aberto ao público com quase 80 mil fotografias de "casas assombradas" de várias feiras populares. Para muitos, o medo é parte integrante da experiência de uma …

J&J acusada de usar manobra para impedir processos judiciais relativos à venda de pó de talco com propriedades cancerígenas

A Johnson & Johnson está a ser criticada por usar uma manobra para impedir cerca de 38 mil processos judiciais que alegam que o famoso baby powder da marca causa cancro. De acordo com a NPR, …

Tondela 1-3 FC Porto | Hat-trick de Taremi castiga insolência beirã

O iraniano Mehdi Taremi foi a grande figura da vitória do FC Porto em casa do Tondela, por 3-1. Os homens da casa marcaram primeiro, mas cedo se viram reduzidos a dez elementos e tiveram …

Chamam-lhe "Lady Trump". A candidata a governadora do Nevada que está a gerar polémica

Conhecida como "Lady Trump", Michele Fiore anunciou a sua candidatura a governadora do estado do Nevada em estilo, gerando polémica nos Estados Unidos. Michele Fiore, vereadora de Las Vegas, anunciou esta terça-feira a sua candidatura a …

Benfica abre inquérito a envolvimento de colaboradores em negócio de ações da SAD

O Benfica abriu um inquérito interno para averiguar o possível envolvimento de dois colaboradores num eventual negócio de transação de ações da SAD ‘encarnada’, informou hoje o clube, em comunicado. “Tendo em conta as recentes notícias …

Um hipopótamo na água

Tribunal norte-americano reconhece hipopótamos de Pablo Escobar como pessoas jurídicas

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do legado deixado na Colômbia por Pablo Escobar, recebeu o estatuto de "pessoas jurídicas". Um tribunal federal dos Estados Unidos defendeu que os descendentes dos hipopótamos do barão da …

Mais rapidez e menos ruído. E-bikes permitem que militares em ação passem despercebidos

Os soldados do Regimento de Cavalaria da Infantaria Montada de Queensland, na Austrália, estão a testar e-bikes para perceber se o veículo poderá ser uma opção válida para operações no terreno. Passar despercebido no terreno é …