Centeno não vai deixar prejudicar Novo Banco por debate “sem sentido”

Miguel A. Lopes / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O ministro das Finanças disse, esta quinta-feira, no Parlamento, que não irá deixar que o Novo Banco seja prejudicado por “um debate parlamentar sem qualquer sentido”.

“Não permitirei, enquanto ministro das Finanças, que uma instituição bancária com as portas abertas possa ser prejudicada por um debate parlamentar sem qualquer sentido“, disse Mário Centeno no debate dos Programa de Estabilidade e Nacional de Reformas, acrescentando que não se pode confundir o que foi a resolução do BES com o Novo Banco.

O ministro das Finanças reiterou ainda que “não houve nenhuma injeção de capital no Novo Banco sem auditorias”. “Podemos e devemos tomar decisões com o máximo de informação disponível, mas não há ausência de controlo“, assegurou.

O governante disse ainda que a quebra económica associada à covid-19 não deve afetar “as instituições, a estabilidade económica e financeira e bancária de longo prazo, nem muito menos a estabilidade social e institucional”.

Centeno afirmou que, “nos últimos quatro anos, Portugal demonstrou uma solidez das suas instituições sem paralelo no contexto europeu” e considerou que “a estabilidade, previsibilidade e transparência das decisões de política económica são essenciais para a confiança e o investimento”.

“Voltaremos, em conjunto, a conquistar o futuro para que de forma tão árdua trabalhámos nos últimos quatro anos, com verdade e com a responsabilidade de apresentar todas as consequências das propostas que fazemos”, prosseguiu Mário Centeno, reconhecendo ainda que devido à pandemia de covid-19 o Programa de Estabilidade “não pretende responder a desequilíbrios macroeconómicos ou a défices excessivos”.

Ministro “faz de conta”?

Depois de ser desafiado pelo deputado do PSD Álvaro Almeida a dizer se “era um ministro de faz de conta” e qual seria “o preço a pagar” pela reafirmação da confiança política do primeiro-ministro, Mário Centeno respondeu no mesmo tom.

“Vai ser obrigado a ficar no Governo? Teve de abdicar do lugar no Banco de Portugal em troca de outro cargo internacional?”, questionou o social-democrata, dando-lhe os parabéns pela “vitória frente o primeiro-ministro”.

“Para fazer esse desempenho de faz de conta espero que tenha pago um preço baixo para estar nessa bancada, senão foi enganado”, disse, levando Álvaro Almeida a pedir a defesa da honra.

“Em vez de explicar aos portugueses porque não cumpriu a lei de enquadramento orçamental, fez insinuações sobre a forma como cheguei a deputado. Cheguei a deputado porque o povo português me elegeu, ao contrário do senhor que foi escolhido pelo primeiro-ministro”, disse o social-democrata.

E Centeno voltou a responder: “Fui eleito deputado como o senhor, felizmente os portugueses deram mais votos à lista onde eu estava do que a lista em que estava o senhor deputado e por isso eu estou aqui e o senhor deputado está na oposição”.

António Costa recebe partidos em São Bento

Catarina Martins deixou uma referência sobre Mário Centeno em declarações aos jornalistas, depois de ter sido recebida pelo primeiro-ministro em São Bento.

“Tanto quanto me é dado a perceber, Mário Centeno irá fazer Orçamento Suplementar. Será esse o compromisso que tem. Mas o mais importante é travar injeções para a Lone Star, travar os bónus no Novo Banco e proteger o erário público”, declarou.

“Considero lamentáveis as declarações de que o primeiro-ministro seria irresponsável por pretender uma auditoria antes de se injetar mais dinheiro na Lone Star. Irresponsável, seguramente, é continuar a injetar dinheiro num acionista privado do Novo Banco, que faz o que bem lhe apetece e não presta contas ao país”.

Depois da mesma reunião, o líder do PSD, Rui Rio, negou-se a comentar as suas declarações no Twitter sobre a continuidade de Centeno no Governo, tendo considerado que “não é educado, bonito, nem elegante” comentar o caso “em casa do Governo”.

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, também se recusou a comentar o caso, advertindo que não se espere dos comunistas uma tentativa para “salamizar” o Governo.

“O PCP nunca defendeu o princípio de que a política se faz arrumando ministro a ministro. Há um coletivo, há um Governo e um primeiro-ministro que tem essa responsabilidade particular. Não temos essa visão de trabalhar à peça”.

“Não peçam ao PCP para ir salamizando o Governo, porque a responsabilidade é do Governo no seu conjunto. O primeiro-ministro decidirá e atuará”, acrescentou.

O CDS-PP, por seu lado, nas palavras do seu líder, considerou que o Presidente da República deve cingir-se aos seus poderes, não se deixando arrastar para os conflitos no Governo.

Falando aos jornalistas, Francisco Rodrigues dos Santos deixou também um reparo indireto ao PSD, considerando que “é um frete ao Governo” estar a pedir-se a cabeça do ministro das Finanças.

O porta-voz do PAN, André Silva, considerou que houve “responsabilidade política não só do Governo, mas também do Presidente da República ao criarem, de facto, uma crise, uma eventual crise política com a saída do ministro das Finanças, que se anteviu, num cenário que não era de todo desejável, porque neste momento aquilo de que o país precisa é de estabilidade política”.

“Independentemente das razões que existam ou não, esta é uma crise que foi alimentada em grande parte pelo senhor Presidente quando, de facto, a situação interna no Governo estaria a ser resolvida. E, de facto, o senhor Presidente da República não esteve bem, como não esteve o Governo”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Prejudicados são os contribuintes Anos a fio, com a ladroagem do BES !….afirmações desta natureza é insultar os Portugueses e negar o direito Democrático ao escrutínio !

RESPONDER

Rio Ave 0 - 2 Sporting | Leão invicto com uma garra no “caneco”

O Sporting registou o 31º jogo consecutivo sem perder na Liga NOS. Na visita ao Rio Ave, os “leões” venceram o Rio Ave por 2-0 e estão muito perto de conquistar o ceptro de campeões …

Taylor's lança vinho do Porto produzido na vindima de 1896 (e custa uma pequena fortuna)

A Taylor's vai lançar um "raro" vinho do Porto produzido na vindima de 1896, na Região Demarcada do Douro, e que tem uma edição limitada de 1.700 decantadores de cristal, embalados numa luxuosa caixa de …

"Este calendário pode ser muito mais perigoso do que finalizar o campeonato"

Dois treinadores de equipas femininas de andebol analisaram a sucessão de jornadas duplas em fins-de-semana consecutivos. Diogo Guerra avisa: "Este calendário é uma irresponsabilidade enorme. Só espero que ninguém se aleije". A primeira divisão nacional feminina …

Mulher dá à luz nove bebés, mais dois do que mostraram as ecografias

Uma mulher de 25 anos deu à luz nove bebés, mais dois do que mostraram as várias ecografias realizadas ao longo da gravidez. O caso aconteceu no Mali. Este está a ser considerado um recorde mundial …

Andrea Bocelli dá dois concertos em Coimbra em 25 e 26 de junho

O tenor italiano Andrea Bocelli vai atuar no Estádio Cidade de Coimbra em 25 e 26 de junho, em dois concertos que contam com a participação da fadista Mariza. "Em cumprimento das normas de segurança e …

Califórnia vai ter o maior sistema de armazenamento de energia não hidrelétrica do mundo

A empresa canadiana Hydrostor, que fornece soluções de armazenamento de energia de longa duração, revelou esta semana que irá desenvolver 1.000 MW de CAES na Califórnia, de acordo com um comunicado. O CAES é um tipo …

Seis anos e mil milhões de links depois, cientistas concluem que a Internet está a crescer (e a encolher)

Uma equipa de investigadores analisou mil milhões de links ao longo de seis anos e concluiu que a Internet está tanto a crescer como a encolher. O mundo online está em constante expansão — sempre agregando …

Há estranhas rádios-fantasma na Rússia (e exploradores entraram numa delas)

Aos 14 anos, um jovem comprou um rádio de ondas curtas e estava a testá-lo quando encontrou a transmissão errada - uma rádio fantasma. Imagine que é um entusiasta da rádio, sozinho à noite, a trabalhar …

Dinheiro e refeições grátis. A Sérvia vai recompensar os cidadãos que forem vacinados

O Presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, anunciou esta quarta-feira que serão pagos 25 euros aos cidadãos já vacinados contra a covid-19 e aos que se vão vacinar até final de maio, uma iniciativa original no …

Ivã, o (não tão) Terrível. Aliado de Putin reescreve história para reabilitar reputação do primeiro czar da Rússia

Segundo um alto funcionário russo, Ivã, o Terrível, não era terrível e a sua reputação de tirano cruel é o resultado de uma campanha de difamação realizada pelo Ocidente no século XVI. Nikolai Patrushev, o poderoso …