Centeno admite. Não houve uma “drástica” viragem da austeridade

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Numa reportagem do Financial Times, o ministro da Economia, Mário Centeno, admite que não houve uma “drástica” reversão na austeridade durante a governação liderada pelo PS e apoiada pelos partidos de esquerda.

“O próprio Centeno admite que o grau em que o PS reverteu a austeridade não é drástico”, escreve esta quarta-feira o diário britânico num artigo que aborda o modelo de governação levado a cabo pelo PS com o apoio do BE e do PCP.

O ministro da Economia afirma que o Governo fez “mudanças” durante a legislatura, mas estas “não foram grandes mudanças” relativamente ao que estava a ser feito pelo anterior Executivo (PSD/CDS), liderado por Pedro Passos Coelho.

“Era preciso fazer uma mudança, mas não uma mudança grande“, afirmou Mário Centeno, dando conta que no final de 2015, quando tomou posse, o crescimento da Economia portuguesa era “muito pobre” e “estava a desacelerar”.

“Tinha de ser implementada uma mudança, [mas] não uma grande mudança”, sustenta, dizendo ser “muito desconfiado dos visionários que pensam que sabem lidar com grandes máquinas (…) Eu temo as grandes máquinas”, acrescentou Centeno.

O também presidente do Eurogrupo considera que pequenas mudanças na política foram suficientes para restaurar a confiança dos agentes económicos e aumentar o crescimento.

“O truque foi haver um compromisso com um caminho e mantê-lo”, disse ao Financial Times, referindo que a consequência foi um “aumento tremendo da confiança e da atividade económica” no início do segundo semestre de 2016. No mesmo artigo, o ministro da Economia atribuiu a redução do défice para lá do esperado à redução dos encargos com os juros da dívida portuguesa.

O primeiro-ministro é também citado na peça, frisando o ceticismo que encontrou face às políticas económicas que o seu Governo pretendia implementar. “As pessoas estavam altamente céticas em relação às nossas políticas económicas, mas conseguimos mostrar que é possível aumentar os rendimentos, subir o investimento privado, diminuir o desemprego e ainda assim ter finanças públicas sãs”, frisou António Costa.

Quanto ao futuro das contas públicas, e tendo em conta às pressões de vários grupos sociais, António Costa diz que “é normal que depois de um período de grande pressão toda a gente queira tudo agora”. “Um bom Governo tem de lidar com as necessidades sociais, com a capacidade orçamental e as prioridades políticas [que tem]”, sustentou.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Palhaço! Apanha-se mais depressa um mentiroso do que um coxo. O que estás hoje a admitir já eu o sei há muito. Foste dando umas migalhas com uma das mãos e tirando com a outra. Só os parvos não veem isso!

  2. Este Centeno não só é um maestro, mas também um cirurgião da economia e para além disso muito humilde no que toca a enaltecer as suas vitórias. Continua assim Centeno e não ligues às bocas invejosas dos que sofrem do mal de cotevelite!

  3. Absoluta porcaria, regime cheio de armadilhas vergonhosas (nem a mafia teria tantas soluções) para catar o que resta aos que tem já muito pouco e dar sem problemas nenhuns os biliões á banca e aos caloteiros cá da praça…
    Reverteste a austeridade???!!!
    Pois sim!….o Zé Povo e outros pensadores são tão estúpidos que vão mesmo acreditar em ti!

  4. Quando dizes que não houve uma “drástica” queres dizer que não houve nenhuma. A maior carga fiscal de todos os tempos. Agora chama-lhes pressão fiscal para ver se melhor enganas os incautos. E o teu dono, o chamussa, fala em maioria absoluta! MANHOSO!!

RESPONDER

Selfies estão a destruir muralha romana considerada Património Mundial da UNESCO

Uma parte da antiga Muralha de Adriano, no Reino Unido, está a colapsar por causa dos turistas que procuram o local para tirar selfies. O monumento, que em 1987 foi considerado Património Mundial da UNESCO, inspirou …

Carros vão mudar mais numa década do que aquilo que mudaram num século

Embora a aparência dos carros tenha mudado nos últimos cem anos, a maneira como os conduzimos pouco ou nada mudou. Contudo, acredita-se que na próxima década, além da forma como se movimentam ser diferente, também …

São Francisco lidera ranking das cidades onde se recebe melhor

O American Dream está claramente destacado no ranking das cidades onde se recebe melhor, mas há alguns "intrusos" no meio desta lista. Das dez cidades eleitas, há apenas quatro europeias. Apenas três continentes estão representados no …

Em 30 anos, Amazónia perdeu 953 mil hectares de áreas protegidas

Nos últimos 30 anos, a Amazónia perdeu 953 mil hectares em áreas pertencentes a unidades de conservação e terras indígenas que deveriam estar preservadas. A Amazónia brasileira perdeu 953 mil quilómetros em áreas que foram desflorestadas …

Mulheres e meninas norte-coreanas forçadas a prostituir-se e a casar-se na China

Mulheres e meninas norte-coreanas são coagidas, vendidas ou raptadas na China ou traficadas diretamente da Coreia do Norte, denuncia a Korea Future Initiative. As mulheres são forçadas a casar-se, violadas e sujeitas a outros tipos …

Trump corta financiamento para centros de investigação de saúde infantil

A administração de Trump está a terminar o financiamento para uma rede de centro de investigação focados em ameaças ambientais para crianças, colocando em risco vários estudos de longa data sobre os efeitos dos poluentes …

PJ detém ex-diretor da Santa Casa de Ponte de Sor

Um antigo diretor e contabilista de uma Santa Casa da Misericórdia do distrito de Portalegre foi esta quarta-feira detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas dos crimes de peculato e participação económica em negócio, foi …

Costa diz que só soube do memorando de Tancos no dia da demissão de Azeredo

O primeiro-ministro, António Costa, diz que só soube do memorando da Polícia Judiciária Militar (PJM) sobre o assalto a Tancos no dia em que o então ministro da Defesa, Azeredo Lopes, apresentou a sua demissão. A …

Jasper Cillessen muito perto da baliza do Benfica

O guarda-redes do Barcelona Jasper Cillessen está muito perto de reforçar a baliza do Benfica, escreve o jornal Record esta quarta-feira. De acordo com o desportivo, o negócio ronda os 20 milhões de euros. O Benfica …

Brexit. Demissão no Governo deixa Theresa May por um fio

A ministra dos Assuntos Parlamentares britânica, Andrea Leadsom, anunciou esta quarta-feira a demissão do Governo em desacordo com o plano da primeira-ministra, Theresa May, para tentar aplicar o ‘Brexit'. "Não acreditamos que sejamos um Reino Unido …