CDS propõe crime de enriquecimento ilícito baseado na exclusividade de funções dos políticos

José Sena Goulão / Lusa

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos

O CDS vai avançar com um pacote de combate à corrupção. As propostas foram apresentadas, na segunda-feira de manhã, por Francisco Rodrigues dos Santos, na sede do partido.

O CDS-PP anunciou, esta segunda-feira, querer criar o crime de enriquecimento ilícito, dizendo não inverter o ónus da prova por se basear “no princípio da exclusividade” da maioria dos cargos políticos, que o partido admite alargar aos deputados.

Numa conferência de imprensa na sede do CDS-PP, o presidente do partido, Francisco Rodrigues dos Santos, anunciou um conjunto de propostas de combate à corrupção, umas dirigidas a titulares de cargos políticos e altos cargos públicos e outras a magistrados.

“O CDS comprometeu-se em tipificar penalmente o enriquecimento ilícito para titulares de cargos políticos e altos cargos públicos sem inversão do ónus da prova, respeitando o entendimento que o Tribunal Constitucional (TC) já expressou no passado”, assegurou Rodrigues dos Santos.

Questionado de que forma poderá o CDS ultrapassar as dúvidas do TC, que por duas vezes já chumbou soluções de tipificação deste crime, o líder democrata-cristão adiantou que o projeto do partido – que não foi divulgado – assentará “no princípio da exclusividade dos rendimentos dos políticos”.

“Se os políticos estão obrigados à exclusividade no exercício daquelas funções e a sua remuneração está tabelada, essa vinculação permite investigar todos os rendimentos que não provenham da sua atividade profissional“, afirmou.

À pergunta de como aplicar este princípio a políticos que não estão obrigados a esta exclusividade, como deputados e vereadores, Rodrigues dos Santos respondeu que a iniciativa do CDS-PP abrange a “esmagadora maioria” dos políticos e que “a maior parte” dos deputados já o é em exclusivo, admitindo “revisitar” a atual legislação neste ponto.

“Não excluo a possibilidade de avançar para um regime, no futuro, que obrigue à exclusividade dos deputados, até porque estamos a pensar apresentar uma proposta que limite os mandatos de deputados a três”, disse.

Questionado se o partido admite contribuir para um consenso parlamentar assente na proposta da Associação Sindical de Juízes – que altera não o Código Penal, mas o regime das declarações dos políticos e titulares de cargos públicos penalizando a falta de justificação -, Rodrigues dos Santos classificou-a de “bondosa“, mas salientou que a prioridade será “discutir as propostas do CDS-PP”.

“O CDS-PP não se furtará ao diálogo, mas tenho dito que por vezes os consensos estão sobrevalorizados e o CDS aposta em cortar a direito”, afirmou.

Rodrigues dos Santos defendeu que “o combate à corrupção no exercício de funções públicas não se fará pelos mesmos de sempre, pelos que há anos se eternizam nos seus cargos e pelos que engordam a máquina do Estado para se servir dele”.

“Nem pelos radicais populistas, que à esquerda e à direita, não oferecem mais do que atoardas e lugares-comuns que deixam tudo rigorosamente na mesma“, afirmou.

O líder centrista defendeu que os diplomas que o partido vai entregar “nos próximos dias” teriam, por exemplo, evitado “grande parte dos crimes que o Ministério Público aponta a José Sócrates”.

Questionado se esta posição não significa uma alteração na posição do CDS-PP de separar matérias políticas e judiciais, Rodrigues dos Santos respondeu negativamente.

“Não, estamos a dotar a justiça dos instrumentos que lhe faltam para combater a corrupção. Não queremos que sejam os políticos a cumprir as funções que cabem à justiça, estamos, respeitando a separação de poderes, a dar os instrumentos aos agentes judiciais para combater a corrupção”, respondeu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Areia para os olhos do povinho. Como se algum partido com assento parlamentar algum dia se fosse preocupar com a corrupção neste país. É o mesmo que dizer aos ladrões para fazerem um sistema de segurança que os impeça de roubar. Tretas e mais tretas…

RESPONDER

Repressão em Hong Kong. Cantor e ativista detido por "conduta corrupta"

O ativista pró-democracia e cantor Anthony Wong foi detido esta segunda-feira em Hong Kong, sob acusações de violar a lei ao atuar num comício, há três anos. O órgão anticorrupção de Hong Kong disse que, no …

Empresa de vestuário Dielmar sucumbiu à covid-19 e pediu insolvência

A empresa de vestuário Dielmar, com sede em Alcains, Castelo Branco, e cerca de 300 trabalhadores, pediu a insolvência ao fim de 56 anos de atividade, uma decisão que a administração atribui aos efeitos da …

Viajantes de UE e EUA vacinados isentos de quarentena em Inglaterra

Os viajantes oriundos da União Europeia e dos Estados Unidos com vacinação completa contra a covid-19 deixaram esta segunda-feira de ter de cumprir quarentena ao entrar em Inglaterra, Escócia e País de Gales. A medida entrou …

Israel ameaça "enviar uma mensagem" ao Irão após ataque contra petroleiro

O Governo de Israel ameaçou "enviar uma mensagem ao Irão" em resposta ao ataque contra um petroleiro de uma empresa israelita, na quinta-feira, na costa de Omã, no qual morreram um segurança britânico e um …

Primazia masculina nas autárquicas. Partidos cumprem lei da paridade "porque são obrigados"

O estudo "Eleitos locais em Portugal: os perfis e a questão de género", do CIES, ISCTE-IUL, analisou a questão de género nas eleições autárquicas de 1974 a 2017. O Diário de Notícias, que cita o estudo …

UE aplica sanções contra primeira-dama do Nicarágua

A União Europeia (UE) aplicou sanções esta segunda-feira à primeira-dama e vice-Presidente da Nicarágua, Rosario Murillo, e a sete outras autoridades por violações dos direitos humanos e por minarem a democracia, durante uma ofensiva contra …

Exames nacionais. Média da maioria das provas desce (e Matemática cai quase 3 valores)

As médias nos exames nacionais desceram a 20 disciplinas, num ano em que o grau de dificuldade das provas aumentou ligeiramente. Português manteve-se igual — média de 12 valores — e só Física e Química …

Presidente tunisino denuncia migração ilegal de jovens e justifica detenção de deputados

O Presidente da Tunísia disse, este domingo, que muitos jovens desesperados são pagos para abandonar ilegalmente o país em direção à Europa, num dia em que foram reveladas detenções de deputados críticos após o golpe …

Número de nascimentos no primeiro semestre de 2021 foi o mais baixo de há mais de 30 anos

Cerca de 37.700 bebés nasceram em Portugal no primeiro semestre, uma redução de mais de 4.400 relativamente ao período homólogo e que representa o valor mais baixo nos últimos 30 anos, segundo dados do Instituto …

Mais 9 mortes e 1.190 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou esta segunda-feira 1.190 novos casos de infeção por covid-19 e mais nove mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Portugal regista esta segunda-feira nove mortes atribuídas à covid-19, 1.190 novos casos …