Cavalos à solta provocam acidentes rodoviários em todo o país

Observe The Banana / Flickr

-

O acidente perto de Évora no dia de Natal, que causou quatro mortos e quatro feridos graves, foi o mais grave provocado por um cavalo em Portugal, mas por todo o país há registo de sinistros do mesmo género.

O oficial de relações públicas do Comando de Évora da GNR, Rogério Copeto, que está a compilar os acidentes provocados por animais no ano passado, na área desta força de segurança, revelou à agência Lusa que, até Outubro de 2013, ocorreram 1.700 sinistros em todo o país, dos quais cerca de 50 envolveram cavalos.

“O cão é o animal que provoca mais acidentes”, mas, normalmente, “os danos são apenas materiais”, enquanto uma colisão com um cavalo “é mais grave, devido ao porte” do animal, assinalou.

O responsável precisou que, entre Janeiro e Outubro de 2013, registaram-se nove acidentes com cavalos no distrito de Faro, oito em Braga e em Beja e sete em Setúbal, tendo resultado, dos cerca de 50 desastres com equídeos, quatro feridos ligeiros.

Nestas contas da GNR não entra o acidente perto de Évora, que aconteceu a 25 de Dezembro de 2013. A colisão, em que um automóvel ligeiro de passageiros embateu com um cavalo que atravessou a faixa de rodagem e, depois, com outro ligeiro que seguia em sentido contrário, ocorreu na zona de jurisdição da PSP.

Também no distrito de Évora, perto de Reguengos de Monsaraz, a GNR registou, em meados de Dezembro, outro acidente provocado por um grupo de cerca de 20 cavalos que andava à solta por “negligência do proprietário”, que resultou em danos materiais no automóvel.

Ainda esta sexta-feira, a Guarda identificou também 20 equídeos sem documentação e respectivo ‘microchip’, durante uma acção de fiscalização em Reguengos de Monsaraz, incorrendo os proprietários em coimas que variam entre os 250 e os 3.740 euros por cada animal.

Igualmente segundo a GNR, em Viana do Castelo, mas já contabilizados os dados de todo o ano passado, contabilizou-se nove acidentes provocados por cavalos, sobretudo garranos, uma raça típica da região, criada por norma em regime de semi-liberdade, cuja presença na estrada costuma surpreender os automobilistas.

“Muitas vezes não é possível identificar os seus proprietários, nomeadamente quando os animais não possuem marcas que permitam essa identificação”, disse à Lusa fonte do comando de Viana do Castelo da GNR.

Já este ano, no Algarve, a GNR registou o atropelamento de dois cavalos, tendo um deles sido trucidado por um comboio que fazia a ligação entre Faro e Olhão, enquanto o outro equídeo foi abalroado por um camião na mesma zona.

Noutro caso ocorrido na semana passada, militares da GNR retiraram 10 cavalos da Estrada Nacional 125, na zona de Faro e Olhão, adiantou à Lusa uma fonte do Comando de Faro desta força de segurança.

Várias famílias “utilizam os campos próximos da estrada ou da linha do comboio [linha do Algarve] para deixarem os animais a pastar”, mas, apesar de estarem presos, os cavalos rebentam as amarras e “vão para as vias, podendo provocar acidentes”, disse.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Dos mais novos no mundo a morrer." Bebé de seis semanas morre de covid-19 nos EUA

Morreu, nos Estados Unidos, um bebé de seis semanas, que estava hospitalizado desde o fim de semana, na sequência de uma infeção provocada pela covid-19. Um bebé de seis semanas, que estava hospitalizado desde o fim …

Reyes seguia a 187 km/h quando sofreu acidente mortal

O futebolista José Antonio Reyes conduzia a 187 km/h quando rebentou um pneu do carro, provocando o acidente que causou a morte ao antigo jogador do Benfica, indica o relatório pericial da Guarda Civil. A investigação …

OMS está "muito preocupada com o rápido aumento da infeção"

A OMS mostra-se preocupada com a evolução do número de infetados pelo novo coronavírus e pede o perdão da dívida para os países mais vulneráveis. O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) diz estar muito …

Cerco sanitário prolongado em Ovar. "Situação ainda não está controlada"

A Direção-Geral de Saúde decidiu prolongar a cerca sanitária no concelho de Ovar por mais 15 dias, avança o Jornal de Notícias esta quinta-feira. De acordo com o matutino, as autoridades de saúde vão permitir …

Liga belga propõe fim do campeonato e o Club Brugge campeão

A Liga de futebol da Bélgica recomendou esta quinta-feira que se dê por terminada a época 2019/20 do campeonato e a “aceitação da classificação atual” que faz do Clube Brugge campeão, devido ao novo coronavírus …

Pico da pandemia pode ser tardio. "Só saberemos quando começarmos a descer"

A diretora-geral da Saúde disse que ainda não é possível saber quando é que será o pico da covid-19 em Portugal, alertando que este pode ser tardio, uma vez que uma progressão mais lenta da …

"China esconde a severidade deste vírus há meses", acusam serviços secretos dos EUA

Os Estados Unidos concluíram que a China falseou os dados sobre a severidade do novo coronavírus, indica um relatório dos serviços de inteligência norte-americanos divulgado esta quarta-feira a vários senadores. A agência Bloomberg aludiu esta quinta-feira …

Forças Armadas aceitaram líder do CDS como voluntário

O Jornal de Notícias escreve esta quinta-feira que as Forças Armadas aceitaram o líder do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, como voluntário para ajudar nas ações desenvolvidas na luta contra a covid-19 durante o estado …

Portugal duplica capacidade de ventilação. Oito profissionais de saúde nos cuidados intensivos

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, anunciou esta quinta-feira a duplicação dos equipamentos de ventilação e garantiu uma distribuição equilibrada dos testes de despistagem. “Entre ofertas, compras e empréstimos, estaremos em condições de duplicar …

Coreia do Norte reitera que não tem infetados. Coreia do Sul desconfia

A Coreia do Norte reafirmou que não regista nenhum caso de coronavírus (covid-19), numa declaração feita por um alto responsável pelo setor da Saúde de Pyongyang citado esta quinta-feira pela Agência France Presse. A Coreia do …