Violência doméstica, simpatia por Jerónimo e OE2020. Catarina Martins foi ao programa de Cristina Ferreira

A líder do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, esteve no programa de Cristina Ferreira na SIC e falou sobre a simpatia por Jerónimo de Sousa, a violência doméstica e o Orçamento do Estado.

A coordenadora do BE, Catarina Martins, revelou que se ia reunir na quarta-feira com o primeiro-ministro, durante uma participação no “Programa da Cristina” em que expressou também “enorme simpatia” que tem pelo líder comunista, Jerónimo de Sousa.

Catarina Martins foi entrevistada no programa das manhãs da SIC, de Cristina Ferreira, o “Programa da Cristina”, um espaço de entretenimento pelo qual têm passado ao longo do último ano vários políticos, como o primeiro-ministro, António Costa, o presidente do PSD, Rui Rio, ou a líder centrista, Assunção Cristas.

“Eu acho que não é surpresa para ninguém se eu disser que tenho uma enorme simpatia pelo Jerónimo de Sousa”, respondeu a líder do BE, quando questionada sobre qual o líder com que tem maior empatia.

Para Catarina Martins, as causas em que se acredita “devem ser defendidas com convicção e com clareza”, considerando que “o debate político é um debate que não deve ser sobre a personalidade de cada um ou sobre a vida privada de cada um”, mas deve ser sobre propostas

Não se constrói projeto político sem as pessoas e qualquer projeto político que seja construído sem a capacidade de empatia, de compreender a situação do outro, nomeadamente das pessoas que têm as vidas mais difíceis, é um projeto político que não serve”, afirmou.

Questionada sobre a dificuldade das pessoas perceberem o que é um Orçamento do Estado, a líder do BE defendeu que “as pessoas compreendem o que é ter mais salário ou menos salário, mais pensão ou menos pensão, o que é a fatura da luz ser mais cara ou mais barata”. “Os orçamentos são isso, são a decisão sobre a nossa vida. Vamos ver, eu logo à tarde tenho uma reunião com o António Costa, a ver se fazemos alguma coisa”, antecipou.

Cristina Ferreira lançou depois o tema da violência doméstica, que, segundo Catarina Martins, foi o motivo pelo qual aceitou a presença no programa. “Quando falamos sobre a vinda ao programa, a Cristina sabe que eu tenho muitas reservas, não por ter nada contra o programa, mas porque normalmente sou reservada sobre a minha vida privada, costumo mais ir a programas de informação, debate, mas quis vir porque a Cristina é a mulher com o programa mais visto deste país e que afirmou publicamente a causa de combater a violência doméstica”, explicou.

Para a líder bloquista, “há muito a fazer em termos de leis em Portugal, mas é preciso mudar os comportamentos”. “Há uma parte do trabalho em que a Cristina e espaços como este acho que são essenciais. Temos de falar todos os dias para prevenir toda a violência, para pararmos com este que é o maior problema de segurança do nosso país”, justificou.

Mesmo no final do programa, Cristina Ferreira quis saber o prognóstico de Catarina Martins sobre as eleições internas do PSD, mas a líder do BE escusou-se a fazer qualquer comentário.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Homem pede "julgamento por combate" com espadas japonesas para resolver disputa legal com a ex-mulher

Para resolver uma disputa legal com a sua ex-mulher, David Ostrom sugere que seja feito um "julgamento por combate" com espadas japonesas. Há precedentes legais que o podem favorecer em tribunal. O insólito aconteceu no Iowa, …

Crimes violentos podem aumentar drasticamente nos EUA devido ao aquecimento global

O número de crimes violentos nos Estados Unidos pode aumentar drasticamente nos próximos anos devido ao aquecimento global, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade do Colorado, em Boulder. "Dependendo da rapidez …

Twitter pede desculpa por permitir anúncios direcionados a neonazis

O Twitter emitiu esta quinta-feira um pedido de desculpa público depois de a BBC denunciar que a rede social estava a permitir anúncios direcionados a neonazis, islamofóbicos e outros grupos de ódio. A emisorra britânica …

Carlos Silva alega falta de apoio do PS e anuncia saída da liderança da UGT

O secretário-geral da UGT não é candidato a um novo mandato na central sindical, alegando que o “desgaste tem sido tremendo” e que é visto como força de bloqueio. “Não quero continuar”, “já está decidido e …

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior. Medirá quase 100 metros

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior: o dirigível híbrido Airlander 10, que media 92 metros de comprimento, vai bater o seu próprio recorde. De acordo com a emissora britânica BBC, a aeronave passará a …

Mortes nos Comandos. Governo só indemniza famílias se for condenado

O Governo deu ordem para parar as negociações com as famílias dos recrutas que morreram durante o 127.º Curso de Comandos, que decorreu na região de Alcochete, em 2016. Segundo o Jornal de Notícias, o Governo …

Eduardo Cabrita diz que polícias compram equipamento "porque querem"

O ministro da Administração Interna afirmou que os agentes policiais que compram equipamento de proteção do seu próprio bolso fazem-no porque o querem. Numa entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, divulgada este fim-de-semana, o …

Chuva deixa Austrália entre incêndios e cheias. Número de mortos sobe para 29

A chuva trouxe algum alívio aos bombeiros e habitantes do leste da Austrália, mas também causou cheias e novos problemas. As equipas ainda combatem cerca 100 focos de incêndio na região e o número de …

Sem Joacine, nova direção do Livre foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos

Este domingo, no segundo dia do IX congresso do Livre, a nova direção do partido foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos (e não conta com a deputada Joacine Katar Moreira). No final …

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …