Uma cataplana de peixe e uma revelação. Costa no programa de Cristina Ferreira

António Costa no programa de Cristina Ferreira na SIC.

António Costa foi o convidado especial do programa de Cristina Ferreira na SIC, onde preparou uma cataplana de peixe, rodeado pela mulher, pelos filhos e pela nora, e onde revelou um “artigozinho” do Orçamento de Estado deste ano para crianças intolerantes à lactose.

O primeiro-ministro foi ao “Programa da Cristina” espalhar charme e mostrar os seus dotes culinários, cozinhando uma cataplana de peixe. A iguaria não ficou pronta a tempo de ser provada em directo pela apresentadora da SIC, pela mulher de António Costa, pelos dois filhos e pela nora, que também participaram no programa.

Mas o governante teve tempo para revelar um “artigozinho” que está quase escondido no Orçamento de Estado (OE) para 2019, como destacou Cristina Ferreira. Está em causa o artigo 221 do OE que obriga o Governo a criar, “durante este ano”, “um mecanismo de comparticipação para leites ou sucedâneos de crianças, atestados medicamente, que tenham intolerância à proteína do leite ou à lactose”, revelou António Costa.

A medida precisa, ainda, de ser regulamentada pelo Ministério da Saúde e foi abordada pelo primeiro-ministro no âmbito de um caso de uma criança multi-alérgica que foi ao programa de Cristina Ferreira.

Costa também referiu que, neste momento, as crianças com alergias ou intolerância à lactose já têm “direito a apoios” no âmbito da Segurança Social, “como complemento do Abono de Família, o chamado complemento para a deficiência“, que, contudo, só é “atribuído a pessoas com rendimentos baixos”.

O primeiro-ministro contou ainda que a sua filha tem intolerância à lactose, notando que quando era criança “não podia beber leite normal”. “Só podia beber um leite de soja que vinha da Alemanha” porque não havia em Portugal, frisou. “Mais recentemente, só quando fez os testes à intolerância, é que se percebeu que era uma coisa séria e grave“, concluiu.

Donativos desorganizados não podiam correr bem

Durante a sua participação no programa de Cristina Ferreira, por iniciativa da apresentadora, António Costa também falou de Pedrógão Grande, assumindo que foi “uma coisa horrível, marcante”, que “será sempre inesquecível”.

O primeiro-ministro quis direccionar a conversa para os donativos concedidos no âmbito desses grandes incêndios de 2017, elogiando “a generosidade espontânea dos cidadãos”, mas lamentando que “acabaram por dar directamente a diversas entidades e não necessariamente através dos mecanismos” criados pelo Estado.

Assim, acabaram por “dar de forma muito desorganizada, não pelos canais correctos”, acrescentou. “Quando vi aqueles armazéns percebi que as coisas dificilmente podiam correr bem”, notou ainda, considerando que era evidente que “ia haver problemas na distribuição das coisas”.

“Os donativos que vieram para o Estado estão todos auditados e esclarecidos“, garantiu também.

Durante a conversa com Cristina Ferreira, num tom mais descontraído, contou como a mãe o obrigou a aprender a passar a ferro e como é ele que vai à lavandaria lavar as suas camisas, garantindo também que a foto em que aparece num autocarro ao lado da mulher é verídica.

A mulher também confidenciou que Costa tinha “imensas namoradas” quando o conheceu. Já o primeiro-ministro manifestou mais interesse em falar do défice do que do amor e do seu relacionamento de 32 anos.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vox quer Armada Espanhola a controlar embarcações de imigrantes

O partido espanhol de extrema-direita Vox pediu esta segunda-feira ao Governo que mobilize a Armada Naval para fazer face ao aumento do número de embarcações com imigrantes que chegam à costa espanhola. Segundo a agência EFE, citada …

Liga Portugal abre inquérito à SAD do Feirense

A Liga vai solicitar a abertura de um processo de inquérito ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), devido à ligação do detentor maioritário da SAD do Feirense a uma casa de …

Morreu John Hume, artífice da paz na Irlanda do Norte

O político da Irlanda do Norte, Prémio Nobel da Paz e artífice da reconciliação na província britânica marcada por décadas de conflito morreu, esta segunda-feira, aos 83 anos, anunciou a família. "John Hume morreu de madrugada na …

OMS admite que pode nunca vir a existir "uma panaceia" contra a covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou, esta segunda-feira, que talvez nunca venha a existir "uma panaceia" contra a pandemia de covid-19, apesar das investigações em curso que procuram conseguir uma vacina contra a doença. "Não …

"Lei fundamental é violada por todos os lados". Oposição venezuelana recusa-se a participar nas eleições

Os 27 partidos políticos venezuelanos que se opõem ao chavismo decidiram no domingo não concorrer às eleições legislativas agendadas para dezembro por considerá-las uma "fraude". Entre os partidos, estão aqueles com representação parlamentar, que assinaram um …

Médias dos exames nacionais subiram. Só MACS teve média negativa

As médias nos exames nacionais deste ano subiram em todas as disciplinas em relação ao ano passado, com exceção de duas provas, segundo dados oficiais divulgados esta segunda-feira. De acordo com os dados do Júri Nacional …

Mortes por covid-19 no Irão são quase o triplo dos números oficiais

O número de mortes causadas pela covid-19 no Irão pode ser quase três vezes superior aos números oficiais, o que significa que as autoridades iranianas estão a tentar esconder a gravidade da pandemia no país. Segundo …

Revelado contrato oferecido pelo Real Madrid a Lewandowski. Só faltava assinar

O diário polaco Onet Sport revelou esta domingo o contrato oferecido pelo Real Madrid a Robert Lewandowski no verão de 2014. De acordo com o jornal, Lewandowski esteve muito próximo de rumar a Madrid e …

Capturado El Marro, líder de um cartel dedicado ao tráfico de gasolina no México

Este domingo, as autoridades mexicanas capturaram José Antonio Yépez Ortiz, um dos criminosos mais procurados do país. Forças militares capturaram no domingo José Antonio Yépez, apelidado de "El Marro", líder de um poderoso cartel dedicado ao …

Editoras criticam prazo apertado para distribuir manuais escolares

Uma vez que os alunos não vão ter de devolver os manuais escolares este ano, as editoras são obrigadas a responder ao aumento da procura num "curtíssimo" período de tempo. Este ano, face à pandemia, os …