Costa “exatamente igual” a Passos (e o PS reage indignado)

Luís Forra / Lusa

A coordenadora do Bloco de Esquerda acusou este domingo António Costa de usar os votos no PS em 2015 para fazer “sobre o sistema financeiro exatamente o mesmo que fez Passos Coelho, limpar bancos com o dinheiro de todos”.

No comício comemorativo dos 20 anos do BE, que decorreu em Lisboa, Catarina Martins voltou a recordar que o partido, ao longo destas duas décadas, fez “inimigos poderosos” numa elite financeira que “se incomoda” com a presença bloquista.

“Essa elite teve no Partido Socialista um aliado ao longo desta legislatura porque sabemos hoje que se cada voto à esquerda protegeu as pensões e os salários, também sabemos que cada voto no Partido Socialista em 2015 foi usado por António Costa para fazer sobre o sistema financeiro exatamente o mesmo que fez Passos Coelho”, condenou.

Esta comparação entre o primeiro-ministro atual e o anterior prende-se com o facto de António Costa, segundo a líder bloquista, “limpar bancos com o dinheiro de todos e entregá-los limpos ao negócio de alguns”. “Já percebemos nestes anos porque insistem em manter Carlos Costa como Governador. Não é pela sua competência, mas pelas suas costas largas, que muito jeito têm dado a PSD e PS”, criticou.

Catarina Martins voltou a comparar PS e PSD, considerando que ambos os partidos “usaram a maioria dos deputados para entregar o Banif limpo ao Santander e rejeitaram dar um futuro diferente ao Novo Banco”. “Privatizaram-no, como prometeram à Comissão Europeia, com uma garantia pública, mas sabem que essa solução não responde pela maioria do país, pela sua gente e pela sua economia”, apontou.

É por isso mesmo que agora têm vergonha da solução encontrada para o Novo Banco, prosseguiu a coordenadora bloquista, motivo pelo qual “ninguém assume”. “E, imagine-se lá, que agora a culpa até já é do Banco de Portugal”, ironizou.

Dos 20 anos de história do Bloco de Esquerda, lembrou ainda, “metade são marcados pela crise financeira”, garantindo que o partido foi “sempre a esquerda de combate, nunca a esquerda simbólica”. “Denunciámos os donos de Portugal e o gangsterismo financeiro, defendemos que se seguisse o rasto do dinheiro para combater a corrupção e o crime económico. (…) Todo o país ficou a saber do assalto de Dias Loureiro, Oliveira e Costa e restante núcleo duro cavaquista no caso BPN, nunca nos deslumbrámos com os prémios moderninhos dos Zeinais Bava desta vida, nunca tememos Ricardo Salgado nem nenhum dos donos disto tudo”, enumerou.

Da lista do BE faz ainda parte a denúncia de “António Mexia e toda a porta giratória que ao longo dos anos produziu a economia rentista” que os portugueses continuam “a pagar na conta da luz, na portagem da autoestrada, nos apoios à banca, na dívida pública”.

PS reage: “Não pode valer tudo”

A resposta dos socialistas não se fez tardar. A secretária-geral adjunta do PS acusou pouco depois a líder do Bloco de fazer uma “comparação inaceitável” entre o primeiro-ministro, António Costa, e o antecessor, Pedro Passos Coelho, sobre sistema financeiro.

Ana Catarina Mendes, “número dois” da direção do PS, assumiu esta posição em declarações à agência Lusa, momentos antes de ser apresentada a lista de candidatos socialista ao Parlamento Europeu, em Marvila, Lisboa.

“Para o PS não é aceitável a comparação que Catarina Martins faz entre António Costa e Passos Coelho na gestão do sistema financeiro. Aliás, demonstra total falta de reconhecimento pelo empenho do PS e do atual Governo na resolução do sistema financeiro em Portugal”, afirmou a secretária-geral adjunta dos socialistas.

Ana Catarina Mendes referiu depois a “herança” deixada pelo anterior Governo nos casos do Banif, “que estava em estado explosivo e teve de ser resolvido em mês e meio”, assim como a resolução do Banco Espírito Santo (BES), que “criou um banco bom e um banco péssimo”, disse – aqui, numa alusão ao Novo Banco.

“A venda do Novo Banco foi feita nas condições que eram possíveis para o Estado Português. Por outro lado, se há hoje uma Caixa Geral de Depósitos robusta e a dar lucro, tal deve-se ao empenho do Governo no sentido de garantir que o banco público seja o banco de todos os portugueses, sem custos para os contribuintes”, completou.

Neste contexto, a secretária-geral adjunta do PS afirmou que “não é sério que Catarina Martins faça essa acusação e essa comparação entre António Costa e Passos Coelho”.”Em períodos eleitorais não pode valer tudo. A seriedade é aquilo que mais respeitamos. Por isso, a credibilidade do Estado Português diz tanto lá fora”, acrescentou.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. até parece que as “comadres” estão zangadas…

    Fica sempre bem mostrar algumas quezílias para dizer ao “Zé Povinho” que se discorda de algumas coisas…

    Mas quando se vota a favor dos orçamentos depois para o bem e para o mal temos que assumir responsabilidades e esta “gente” do bloco assume as coisas boas e tenta chutar responsabilidades sobre as coisas menos boas.

    É caso para dizer que tudo o que o governo faz de bom deve-se ao apoio do bloco. tudo o que faz de mau o bloco não tem nada a ver…

  2. Pois esta bloquista é tão séria faz tudo bem feito. Aliás fala contra a Europa mas na sociedade que tinha com o marido e parece com a sogra, lá foi buscar os subsidios que essa Europa má vai dando e ela bem se aproveitou deles.

  3. As «sanguesugas» do sistema, até faço ideia de votar neles porque são os únicos que falam nos trabalhadores que trabalham por turno (mais promessas eleitorais?) mas não lhes fica bem cuspir no prato ondem comem a sopa. Votar em sanguesugas?Não são todos?

  4. … meus senhores na casa onde não há pão toda a gente rabuja e ninguém tem razão. Portugal não tem políticos responsáveis para a UE nem para Portugal. A eleição neste país é um ato de pagar a assalariados.

  5. Passos Coelho foi o único que meteu a justiça atrás dos banqueiros e não deu dinheiro à banca como é habitual dar. E como a Catarina Martins deixa que o façam!

        • Não, nada disso – até há quem diga que ele foi o “salvador da pátria”!…
          O Passos, além de nunca ter feito nada na vida, é muitíssimo competente e não “só” vendeu o país ao desbarato (EDP, REN, ANA, CTT, Ocenário, Pavilhao Atlantico, etc, etc) como ainda nos deixou, além da “prenda” do BES, o BANIF e CGD prestes rebentar!…
          Nada mal!….

          • Volto a dizer, parece que foi o P.C. que levou o país à bancarrota, quem assinou a venda ao desbarato foi o “seu” amigo Sócrates, ou não sabia que essas vendas faziam parte das contrapartidas dos 78.000 milhões que nos emprestaram, foi azar nosso, se tivéssemos lá o amigo dele, de apelido Vara, talvez ele não exigisse garantiase não fosse necessário vender o país ao desbarato,

            • Que confusão!…
              Não levou directamente, mas ajudou!…
              1º: O Passos nunca fez nada na vida e ainda recebeu fundos públicos irregularmente (e até se “esqueceu” de pagar as contribuições sociais!).
              2º: Vendeu o país ao desbarato e, no fim, ainda deixou uma dívida maior!
              Se isto não é contribuir para bancarrota; é o quê?
              .
              Sócrates?!
              Não foi esse que também começou “a trabalhar” na JSD, tal como o Passos?!
              Pois…
              E quem assinou todas as vendas ao desbarato/privatizações ruinosas foi o Sócrates?!
              Está bem abelha!…

  6. Sr: José Bettencourt! O Passos Coelho quê? É caso para perguntar, o Sr. está senil ou já nasceu com falta de uma quantidade de neurónios? Tenha juízo homem.
    Passos Coelho foi uma completa aberração como governante, para não falar nas falcatruas em que andou sempre metido com os amigos ” Dr. Miguel Relvas”, Dias Loureiro etc.

  7. A Geringonça a fazer malabarismo e dos portugueses parvos. Truques da Catarina para enganar meninos. Isto está tão mau e votas-te o orçamento??Hum Aqui há gato, ou melhor BE.

Responder a rahul Cancelar resposta

Comer iogurte natural pode ajudar a reduzir o risco de cancro da mama

Uma das causas mais apontadas para o cancro da mama é a inflamação causada por bactérias nocivas. Esta tese ainda não foi provada, mas é apoiada pelas evidências até agora disponíveis de que a inflamação …

Primeiro caso suspeito de infeção por coronavírus detetado em Portugal

Foi detetado o primeiro caso suspeito de infeção infeção pelo novo coronavírus , em Portugal, anunciou este sábado a Direção-Geral de Saúde. “Este doente, regressado hoje [este sábado] da China, onde esteve na cidade de Wuhan …

Slava Semeniuta transforma chuva em atmosfera néon

O artista e fotógrafo russo Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, mistura elementos naturais e faz mágica com eles. Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, retoca fotografias de poças de água para criar composições …

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …