Castração química. Bloco de Esquerda é contra veto a projeto de lei do Chega (e explica porquê)

Tiago Petinga / Lusa

O deputado do partido Chega, André Ventura

A Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias considerou que o projeto de lei do Chega “não preenche os requisitos do ponto de vista constitucional”. O Bloco de Esquerda votou contra e explicou porquê.

O projeto de lei do Chega não vai ser discutido no plenário da Assembleia da República na próxima sexta-feira. Uma deliberação na Comissão Parlamentar dos Assuntos Constitucionais determinou que o diploma “não preenche os requisitos para subida ao plenário”. Ainda que a decisão final de agendamento tenha sido remetida para o presidente da AR, Eduardo Ferro Rodrigues, este retirou o debate do agendamento.

Em causa está o facto de o projeto de lei determinar a criação da pena acessória de castração química temporária para pessoas condenadas por abusos sexuais a menores, o que, alegadamente, fere a Constituição da República Portuguesa, no n.º 2 do artigo 25.º (“Direito à integridade pessoal”): “Ninguém pode ser submetido a tortura, nem a tratos ou penas cruéis, degradantes ou desumanos.”

Segundo o Diário de Notícias, a deliberação da Comissão Parlamentar foi aprovada com os votos a favor do PS, PCP e da deputada Joacine Katar Moreira, e com a abstenção do PSD e do PAN. Por sua vez, o Bloco de Esquerda, o CDS e o Chega votaram contra.

No Facebook, o líder parlamentar bloquista Pedro Filipe Soares justificou o voto contra. “Deve uma comissão parlamentar vetar projetos de lei e impedir a sua discussão e votação em plenário? Não deve. Uma comissão parlamentar não é a primeira instância do Tribunal Constitucional.”

“As comissões parlamentares são compostas por deputados e deputadas e reproduzem a representação partidária do plenário. Isto significa que, em situações de maioria absoluta, uma comissão parlamentar também tem uma maioria absoluta de membros eleitos pelo mesmo partido. Para garantir a liberdade de iniciativa, nenhuma maioria absoluta deve poder vetar iniciativas legislativas de outros partidos sob o argumento constitucional”, escreveu.

Uma Comissão Parlamentar deliberou hoje que um Projeto de Lei do CHEGA não será discutido em plenário. Apresento aqui as…

Publicado por Pedro Filipe Soares em Quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

“Nestas e noutras situações, era indicado que os projetos poderiam conter inconstitucionalidades mas cumpriam os preceitos regimentais, possibilitando o debate e a votação em plenário, ao qual se seguirá o processo de especialidade. A avaliação da conformidade constitucional é feita apenas no final do processo e pelo Tribunal Constitucional”, acrescentou o líder da bancada do BE.

Desta forma, o partido entende que chumbar o projeto de lei do Chega numa comissão parlamentar “é a forma errada de responder à iniciativa”. Para Pedro Filipe Soares, importa expor o projeto e discuti-lo, porque o que prevê “é uma aberração política que atenta contra a dignidade humana”, o que faz da proposta “um dos melhores exemplos da nulidade do contributo” do Chega.

Além disso, “este veto do projeto de lei facilita a vitimização de André Ventura e isso é um favor que lhe é feito”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Constituição da República Portuguesa, no n.º 2 do artigo 25.º (“Direito à integridade pessoal”): “Ninguém pode ser submetido a tortura, nem a tratos ou penas cruéis, degradantes ou desumanos.”

    e o que provocaram as pessoas condenadas por abusos sexuais a menores e afins? tortura, maus tratos.
    secalhar então devam ser empaulados.

    • Subscrevo integralmente. Aparentemente, o BE acha que “Ninguém pode ser submetido a tortura, nem a tratos ou penas cruéis, degradantes ou desumanos.” E os abusados? Sofreram o que? Francamente.

  2. Castração não diria, mas cortar o “bicho” em fatias MUITO fininhas, e a uma pena bem longa (perpétua). Uma tirinha por dia….. 😐

  3. Provavelmente talvez haja pedófilos em cargos de chefia ou mesmo presidenciais que se tenham sentido ameaçados… castração sim, química não …

  4. Reitero na integra a posição do ALEXANDRE OLIVEIRA e acrescento: Se eu fosse pedófilo, imploraria que a lei fosse aprovada e aplicada, a começar por mim! Não conseguiria viver em paz com a minha consciência, sabendo que tinha molestado uma criança e que poderia vir a ser reincidente. Aceitaria de bom grado a castração. Há – estou seguro – muitos pedófilos que agradeceriam esta punição.

  5. AS pessoas que não concorda com André Ventura é têm medo porque alguns podem ser da mesma raça, eu sou a favor da castracção dado que tanto mal fazem esses abutres a crianças desde bébes e a outras crinaças que o trauma fica para toda a vida.
    Quem não concorda é porque está com medo de ficar sem o menino..
    MALDITOS ABUTRES E HIENAS, E ABERRAÇÃO DA NATUREZA…

  6. Haja alguém que pensa nas VITIMAS se faz favor, porque só vejo leis que se lembram e defendem os CRIMINOSOS, mas em defesa das VITIMAS … nada. Eu queria ver se fosse com os juristas, com familiares dos legisladores se não iriam pedir leis para elas. Falam que “o projeto lei determinar a criação da pena acessória de castração química temporária (deveria ser definitiva – amputação) fere a Constituição da República Portuguesa, no n.º 2 do artigo 25.º (“DIREITO Á INTEGRIDADE PESSOAL???”) SÓ TEM DIREITOS? E OBRIGAÇÕES de se portar bem e respeitar a referida INTEGRIDADE PESSOAL das vítimas??? onde está isso salvaguardado na CONSTITUIÇÂO??? As vítimas ficam marcadas para todo o resto das suas vidas, então porque não marcar o CRIMINOSO?
    JUSTIÇA!!! Só a Divina, bem dizem que a justiça é cega, e a favor dos criminosos, corruptos, etc.

    sexuais a menores, o que, alegadamente, : “Ninguém pode ser submetido a tortura, nem a tratos ou penas cruéis, degradantes ou desumanos.”

  7. Aberração política é o BE, toda a Esquerda no geral e alguma Direita e seus apoiantes que apoiam as politicas de morte!!! Alias é preciso ter gente e uma mente muito perversa para estarem mais preocupados com os agressores do que com as Vitimas dos mesmos e de arranjar uma forma desse malucos não voltarem a fazer o mesmo,,, aproveitem agora para chumbar reaccionária e anti-Democraticamente as propostas do CHEGA, que nas próximas eleições legislativas o vosso reinado já era, por isso vão mostrando a vossa “”Democracia”” ao povo!!!

RESPONDER

Governo vai usar empréstimos para capitalizar empresas a fundo perdido. Estradas terão financiamento nacional

O Governo pode vir a usar os 2,3 mil milhões adicionais do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para reforçar os capitais próprios das empresas e este dinheiro pode ser canalizado via subvenções a fundo …

Clubes que desistiram da Superliga vão ter de pagar multa (que pode ser de 300 milhões)

Os clubes que desistiram da ideia de formar uma Superliga Europeia vão ter de pagar uma multa. Apenas Real Madrid e Barcelona ainda não anunciaram a sua saída. Os relatos relativamente ao valor da coima variam …

Antiga moradia do Gerês de CR7 não vai ser demolida. O crime prescreveu

Apesar da IGAMAOT considerar que a construção foi executada à revelia do projeto aprovado, o Ministério Público diz que o caso tem de ser arquivado porque o crime prescreveu. De acordo com o que noticia o …

"Passaporte dourado". Férias, doações ou investimentos: o esquema de Malta para vender a sua nacionalidade

Malta, membro da União Europeia e do espaço Schengen, começou a vender a nacionalidade maltesa há mais de oito anos. Contudo, e-mails da empresa facilitadora, a Henley & Partners, mostram que a "ligação genuína" ao …

Aprovadas alterações à lei eleitoral autárquica. Eleitores em confinamento podem votar em casa e em lares

A Assembleia da República aprovou esta quinta-feira, por maioria, as alterações à lei eleitoral autárquica, que dá resposta às reivindicações dos movimentos de autarcas independentes que se queixavam de dificultar as candidaturas. Votaram a favor PS, …

Sporting interessado em Claudinho, estrela da Red Bull

O Sporting está à procura de reforços para o ataque, tendo em vista já a próxima temporada. Claudinho, do Red Bull Bragantino, é um dos favoritos. O principal foco do Sporting para esta temporada é conquistar …

Sondagem. Operação Marquês faz PS cair e PSD subir

O PSD subiu quatro pontos percentuais na mais recente sondagem, enquanto o PS desceu dois pontos. A decisão da Operação Marquês pode ter tido influência nas intenções de voto. A mais recente sondagem ICS/ISCTE para o …

Cristiano Ronaldo quer regressar ao Manchester United, avança imprensa italiana

O jornal Gazzetta dello Sport escreve que Cristiano Ronaldo quer regressar ao Manchester United, podendo fazê-lo já no final desta temporada. Não seria a primeira vez que se falava do interesse do Manchester United em Cristiano …

Os antigos egípcios tinham uma fixação por gatos. A explicação é mórbida

Os antigos egípcios são conhecidos pela sua adoração por gatos. Ao contemplar peças elaboradas por este povo, são muitas as homenagens aos bichos de quatro patas: desde estátuas gigantescas a joias complexas. Mas por que …

Governo aceita mudanças no teletrabalho. Quer evitar mais uma coligação da oposição

O Governo admite vir a fazer ajustes no decreto-lei que estende até ao final do ano a obrigatoriedade do teletrabalho. O objetivo é evitar uma coligação negativa no Parlamento. Miguel Cabrita, secretário de Estado Adjunto e …