Casal passou 20 anos a replantar uma floresta com 4 milhões de árvores

Sebastião Salgado regressou ao Brasil em 1994 após passar anos no exterior. Como fotógrafo, acabara de voltar de uma experiência angustiante, tendo documentado o genocídio de Ruanda.

Ao voltar, esperava encontrar conforto no paraíso das florestas tropicais que deixara para trás. No entanto, quando voltou a Minas Gerais, descobriu que a floresta que pertencia aos seus pais tinha secado completamente e morrido devido ao desmatamento e à exploração descontrolada dos seus recursos naturais, especialmente o minério de ferro.

Sebastião e a sua esposa adquiriram a terra e passaram os 20 anos seguintes a replantar toda a floresta. “A terra estava tão doente como eu – tudo foi destruído”, disse ao jornal The Guardian. “Apenas cerca de 0,5% da terra estava coberta de árvores. A minha esposa teve uma ideia fabulosa de replantar esta floresta. Quando começamos a fazê-lo, todos os insetos, pássaros e peixes voltaram e, graças ao aumento das árvores, eu também renasci – este foi o momento mais importante”.

O casal criou o Instituto Terra com o nobre objetivo de restaurar a propriedade de 6879 hectares ao seu estado natural. Criaram a organização e recrutaram parceiros e voluntários. Juntos, planearam plantar quatro milhões de árvores.

Cuidando das plantas, conseguiram restaurar a floresta, que floresceu nos 20 anos seguintes. Mas não foi fácil. A terra estava seca e as chuvas não voltaram até 1999. Primeiro, tiveram de restaurar o nitrogénio no solo, plantando leguminosas, antes que pudessem plantar as árvores. Mesmo assim, após o primeiro plantio, a maioria das plantas morreu no solo.

“Fizemos os buracos muito apertados”, disse Salgado ao Smithsonian. “Durante semanas estive doente – doente por ver este desastre.”

As plantações melhoraram e, no ano seguinte, perderam apenas 20% das plantas. Hoje, é apenas cerca de 10%. A floresta, agora restaurada e lar de todos os tipos de animais selvagens locais, incluindo cobras e pássaros, é uma reserva natural e sem fins lucrativos. O casal, agora, treina jovens ecologistas, que plantam e nutrem milhões de árvores no viveiro.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Normalmente as pessoas estão tão preocupadas com a sua vida, tal como animais, que esquecem que a espécie humana é a única capaz de atos destes, salvadores da Natureza e do planeta.

  2. È a prova de que afinal é possível fazer melhor e que ainda há esperança. Comprova o dito popular de que a “esperança é a última a morrer”.

RESPONDER

Diabéticos representam 9% das mortes por covid-19

Os doentes da diabetes são um grupo de risco, representando “mais de 9% das pessoas falecidas com covid-19”, mas não têm mais probabilidades de ser infetados pelo novo coronavírus. A informação foi avançada esta quarta.feira pelo …

Covid-19: Infarmed diz que nenhum medicamento provou eficácia no tratamento

O Infarmed assegurou, na terça-feira, estar a acompanhar todos os esforços nacionais e internacionais para o desenvolvimento de potenciais tratamentos e vacinas para a covid-19, mas insistiu que nenhum fármaco provou ainda a sua eficácia …

Adolescente de 13 anos morre no Reino Unido devido a Covid-19

Um adolescente britânico de 13 anos morreu na segunda-feira depois de testar positivo para o novo coronavírus, informou na terça-feira o hospital. Segundo a família, o jovem não sofria de nenhuma outra doença. Segundo noticiou a …

"Por favor, não venham". Autarca de Vila Real apela a emigrantes que não regressem a Portugal

O presidente da Câmara de Vila Real, Rui Santos, apela aos emigrantes para que, "por favor", não regressem agora ao país e nesta Páscoa "fiquem nas terras" que os "acolheram em segurança". "Este vírus infernal que …

84 pessoas detidas por desobediência ao estado de emergência

A PSP e a GNR detiveram, até esta terça-feira, 84 pessoas pelo crime de desobediência e encerraram 1600 estabelecimentos, no âmbito do estado de emergência. Em comunicado, o Ministério da Administração Interna (MAI) refere que, entre as …

Há creches, ATL e colégios privados a cobrar valores indevidos na quarentena

Há creches, ATL e colégios privados a cobrarem valores indevidos referentes a alimentação, transporte e atividades extracurriculares. O alerta foi dado pela Associação de Defesa do Consumidor (Deco). De acordo com a jurista da Deco, Carolina …

Pedro Proença acredita que "vai ser possível jogar na presente temporada"

O Presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) admitiu, esta terça-feira, a possibilidade de realizar jogos à porta fechada e ainda esta temporada. Em entrevista à rádio TSF, Pedro Proença disse acreditar que ainda "vai …

Centeno deixa aviso à Zona Euro. Futuro da UE depende da resposta que der à pandemia

Mário Centeno escreveu aos ministros das Finanças da Zona Euro para os alertar que o futuro da União Europeia depende da forma como conseguir lidar com a crise económica devida à pandemia de Covid-19. Uma …

Governo quer desempregados e trabalhadores em lay-off a reforçar lares e hospitais

O Governo criou uma medida de Apoio ao Reforço de Emergência de Equipamentos Sociais e de Saúde com o objetivo de apoiar as entidades do setor social e solidário. De acordo com o ECO, o Governo …

Recibos verdes podem pedir apoio a partir desta quarta-feira. Será pago ainda este mês

O apoio por quebra de atividade destina-se a trabalhadores independentes que nos últimos 12 meses tenham tido obrigação contributiva em pelo menos 3 meses consecutivos. O formulário para os trabalhadores independentes pedirem apoio por redução de …