Cartazes no festival Meo Sudoeste geram polémica

t3mujin / Flickr

Há uma polémica relacionada com o Festival Meo Sudoeste a correr pelas redes sociais. Tudo por causa de vários cartazes, com frases machistas e de índole sexual, que foram fotografados nas zonas do campismo do Festival.

“Se a tua amiga for tão boa como tu comemos as duas”; “Já fala, já f***”; “Estação de P****”. Estas são algumas das frases dos cartazes que são consideradas machistas e preconceituosos por alguns.

A Associação Capazes já manifestou o seu desagrado com os cartazes, partilhando as imagens de alguns deles, falando da “misoginia” e do “machismo presentes num dos acampamentos” daquele que é “o festival mais participado por adolescentes”.

“Provavelmente os grunhos que escreveram isto acharam que estavam a fazer humor. Tristes”, escreve ainda a Capazes.

Por outro lado, há quem olhe para a situação como uma mera brincadeira, considerando que os cartazes são inofensivos.

E há até quem confesse ter achado que era apenas uma forma de alerta e de consciencialização dos jovens para um tipo de mentalidade machista que já não se usa. Mas até ao momento não há sinais de que se trate de uma qualquer campanha nesse sentido.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Para mim isto é a “cultura” moderna e se pensam que a culpa é só deles estão bem enganados, basta olhar para o lado e ver a libertinagem e provocação que por aí vai. De lamentar é o estado da falta de valores morais e culturais a que o país chegou e que parece pretenderem teimar em seguir.

  2. Se fosse uma mensagem exactamente igual, mas feminina, já por esse mundo fora a iam aplaudir como sendo uma maravilhosa manifestação da libertação sexual da mulher face ao jugo machista!!

    Hipocrisia!!!! Quando o feminazismo acabar de conquistar os últimos terrenos neutros e esclarecidos, vão ver a que serão obrigados!!! (e sem direito a opinar!)

  3. …senso de humor precisa-se! (e já agora algum discernimento crítico)
    Há limites, mas nem de perto os traço aqui, há coisas bem piores socialmente aceites.
    Mas na real verdade alguém acha que estes cartazes (só vi esta foto do artigo) dão algum resultado prático que não seja uma reacção puramente social, seja ela positiva (riso) ou negativa (crítica)?
    Por muito má que seja (duvido), será sempre inofensiva comparada com 90% daquilo que vão ver e ouvir perfeitamente avalizado nos media disfarçado de moralização ética e social.
    Riam-se que o que não faltam são razões para chorar.
    Para os que criticam, nomeadamente a educação que os pais lhes deram, pensem que a verdade é que os cartazes são correctamente escritos, com uma formula humorística perfeita (polémica obviamente) com certeza escritos por alguém com um elevado nível de educação, ou seja, se calhar os pais até fizeram algo mais do que se opina aqui.
    O que me preocupam são as frases de teor idêntico mas muito menos inteligentes sussuradas ao ouvido de alguém alcoolizado, e longe da avaliação destes painéis de comentadores.
    E quanto a vulgarização do sexo, a grande maioria das mulheres que opinam não perdem um episódio de séries românticas corrosivas onde, aí sim, o sexo é vulgarizado a níveis ridículos, mas continuam a ser a programação com maior numero de “likes”.
    Tanta hipocrisia!

  4. Tanto alarido por causa de uma brincadeira parva. Que eu saiba, a parvoíce ainda não é ilegal.

    Quando houver notícias relevantes, acordem-me.

  5. Só lamento é ainda viver numa sociedade tão hipócrita, começo a concluir que com este povo Salazar teve a vida muito facilitada….

RESPONDER

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …