Carros novos vão ter sistema que “bloqueia” condutores alcoolizados a partir de 2022

A Comissão Europeia vai implementar uma série de medidas de segurança nos automóveis, que serão obrigatórias de forma progressiva a partir de 2022, com objetivo de evitar 25 mil mortes em acidentes rodoviários e 140 mil feridos graves num período de 15 anos.

Segundo avançou o El País, citado pelo Jornal Económico no sábado, o calendário já foi definido pela União Europeia e será desenvolvido em três fases durante seis anos, através de um regulamento denominado GSR (abreviatura em inglês de regulamento geral de segurança) e que deve ser aprovado e publicado antes do fim do ano.

De acordo com a notícia, a primeira fase da implementação dos sistemas de segurança será iniciada em maio de 2022 para os novos modelos autorizados e no mesmo mês de 2024 para todos os carros matriculados.

Essa primeira etapa contempla um limitador de velocidade inteligente (avisa os condutores quando excede a velocidade permitida, um alcoolímetro incorporado ao veículo com um imobilizador (impede o arranque do automóvel quando os limites legais estabelecidos para a condução são ultrapassados) e um dispositivo de paragem de emergência (facilita a sinalização e imobilização do veículo na estrada sem ter de sair para o exterior).

Além disso, integra ainda um aviso de falta de atenção ao volante e detetor de sintomas de sonolência (avisando o motorista quando há um risco de acidente por estas razões), um sistema automático de manutenção das vias (para evitar deslocamentos involuntário na estrada), uma câmara traseira (que permite a visualização de pessoas e obstáculos) e sistemas de proteção traseira e lateral.

A segunda fase do plano irá coincidir com a anterior, tornando obrigatórios os seguintes sistemas em todas as novas homologações desde maio de 2024 e em 2026 para todos os carros registados: sistema autónomo de travagem de emergência (capaz de detetar os utentes vulneráveis da estrada), expansão da área frontal de impacto para proteção de peões e sistemas de assistência que permitem uma condução mais automática, capaz de ajudar o motorista em caso de distração.

A terceira e última fase destina-se exclusivamente a camiões e autocarros, com prazos de novembro de 2025 para as novas homologações e 2028 para todas as vendas, com referência a um sistema de visão direta para melhorar a visibilidade e reduzir ângulos mortos, além de gravar dados automáticos (popularmente conhecidos como caixa preta) para esclarecer as causas de um possível acidente.

TP, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A Comissão Europeia tem é que implementar este sistema na própria comissão, para nos livrar de cenas como as do seu presidente – o esquentador luxemburgues Junker.

RESPONDER

Mais cinco minutos? Adiar o despertador não é uma boa ideia

Mais cinco minutos na cama ou acordar mal toque o despertador? Apesar de esse cochilo parecer inofensivo, a verdade é que adiar o despertador não é uma boa ideia. Se faz parte da equipa dos mais …

Há uma planta na Austrália que é masculina, feminina e bissexual

Cientistas da Bucknell University (Austrália) descobriram uma espécie de planta que pode ser masculina, feminina e bissexual. Os investigadores publicaram a descoberta na revista PhytoKeys e chamaram a amostra, que foi descrita em 1970, mas não …

Astrónomos descobrem a mais antiga colisão de galáxias conhecida

Uma equipa internacional de investigadores descobriram o exemplo mais antigo de uma colisão entre duas galáxias. A luz dessa fusão teve de viajar durante 13 mil milhões de anos para chegar até nós, uma vez …

Asteróide do tamanho da Torre Eiffel vai passar pela Terra. É a segunda maior aproximação em 120 anos

Na segunda-feira, dia de S. João no Porto, um asteróide muito grande - que pode ser tão grande como a Torre Eiffel - vai passar pela Terra a mais de 45 mil quilómetros por hora. O …

As eleições foram repetidas em Istambul. Erdogan voltou a perder (e por mais)

O candidato da oposição Ekrem Imamoglu ganhou hoje de novo as eleições municipais em Istambul, após a anulação de uma primeira votação, infligindo ao presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, o pior revés eleitoral em 17 …

No Azerbaijão, há chamas que ardem há quatro mil anos

Chamas altas dançam sem descanso num trecho de 10 metros de encosta. É o Yanar Dag - que significa "montanha em chamas" - na Península Absheron, no Azerbaijão. "Este fogo queimou 4.000 anos e nunca parou", …

A lendária Cidade Perdida do Deus Macaco é um refúgio de espécies "extintas"

A Cidade Branca, imponente sítio arqueológico detetado em 2012 nas selvas das Honduras, é também um "ecossistema prístino e próspero, cheio de espécies raras e únicas". A ONG americana Conservation International chegou a essa conclusão depois …

As mulheres têm mais doenças autoimunes do que os homens. A culpa pode ser da placenta

A hipótese da compensação da gravidez mostra que a evolução pode ter tido um papel importante no sistema imunológico das mulheres. Há cerca de 65 milhões de aos, depois da época dos dinossauros, surgiu o primeiro …

Cientistas conseguiram registar canto de uma das baleias mais raras do mundo

Cientistas conseguiram, pela primeira vez, registar sons de um pequeno grupo de baleias-francas-do-pacífico (Eubalaena japonica). Pela primeira vez, investigadores da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA) conseguiram gravar sons de um pequeno grupo de baleias-francas-do-pacífico (Eubalaena …

Único racismo português "é contra os ciganos" (e Portugal devia pedir-lhes desculpa)

O antropólogo e investigador José Pereira Bastos defendeu este domingo que Portugal deveria pedir desculpa aos ciganos e resolver o problema da habitação, apontando que não adianta de nada haver um Dia Nacional do Cigano. O …