Carros novos vão ter sistema que “bloqueia” condutores alcoolizados a partir de 2022

A Comissão Europeia vai implementar uma série de medidas de segurança nos automóveis, que serão obrigatórias de forma progressiva a partir de 2022, com objetivo de evitar 25 mil mortes em acidentes rodoviários e 140 mil feridos graves num período de 15 anos.

Segundo avançou o El País, citado pelo Jornal Económico no sábado, o calendário já foi definido pela União Europeia e será desenvolvido em três fases durante seis anos, através de um regulamento denominado GSR (abreviatura em inglês de regulamento geral de segurança) e que deve ser aprovado e publicado antes do fim do ano.

De acordo com a notícia, a primeira fase da implementação dos sistemas de segurança será iniciada em maio de 2022 para os novos modelos autorizados e no mesmo mês de 2024 para todos os carros matriculados.

Essa primeira etapa contempla um limitador de velocidade inteligente (avisa os condutores quando excede a velocidade permitida, um alcoolímetro incorporado ao veículo com um imobilizador (impede o arranque do automóvel quando os limites legais estabelecidos para a condução são ultrapassados) e um dispositivo de paragem de emergência (facilita a sinalização e imobilização do veículo na estrada sem ter de sair para o exterior).

Além disso, integra ainda um aviso de falta de atenção ao volante e detetor de sintomas de sonolência (avisando o motorista quando há um risco de acidente por estas razões), um sistema automático de manutenção das vias (para evitar deslocamentos involuntário na estrada), uma câmara traseira (que permite a visualização de pessoas e obstáculos) e sistemas de proteção traseira e lateral.

A segunda fase do plano irá coincidir com a anterior, tornando obrigatórios os seguintes sistemas em todas as novas homologações desde maio de 2024 e em 2026 para todos os carros registados: sistema autónomo de travagem de emergência (capaz de detetar os utentes vulneráveis da estrada), expansão da área frontal de impacto para proteção de peões e sistemas de assistência que permitem uma condução mais automática, capaz de ajudar o motorista em caso de distração.

A terceira e última fase destina-se exclusivamente a camiões e autocarros, com prazos de novembro de 2025 para as novas homologações e 2028 para todas as vendas, com referência a um sistema de visão direta para melhorar a visibilidade e reduzir ângulos mortos, além de gravar dados automáticos (popularmente conhecidos como caixa preta) para esclarecer as causas de um possível acidente.

TP, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A Comissão Europeia tem é que implementar este sistema na própria comissão, para nos livrar de cenas como as do seu presidente – o esquentador luxemburgues Junker.

Fogos na Sertã dominados. Chamas ainda descontroladas em Vila de Rei e Mação

O Comandante do Agrupamento Centro Sul da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, Belo Costa, disse esta manhã de domingo, que as Forças Armadas estão no terreno com máquinas de rastos, bem como a …

Cemitérios verdes. Especialista britânico sugere enterrar mortos à beira da estrada

O especialista britânico sugere que se use os espaços ao lado das estradas, ferrovias e passeios como "corredores funerários" amigos do ambiente. Uma vez que a ciência ainda não encontrou forma de nos tornar imortais, encontrar …

Consumo de proteínas e laticínios pode ajudar a reduzir risco de diabetes

Cientistas associaram um maior consumo de proteínas e laticínios a um menor risco de diabetes. Em contrapartida, alimentos ricos em calorias foram ligados a um maior risco de diabetes. A diabetes é um problema de saúde …

Médicos alertam: técnica de tapar a boca com fita-cola para dormir melhor é perigosa

Chama-se "buteyko" e consiste em encontrar formas de respirar melhor pelo nariz, entre as quais fechar a boca enquanto dormimos. A tendência está a gerar um debate entre os médicos, que consideram esta técnica perigosa. Foi …

Incentivos financeiros ajudam pessoas a deixar de fumar

Fumar mata um em cada dois fumadores ávidos, mas desistir leva a grandes melhorias na saúde, aumento da esperança de vida e poupança de custos com cuidados de saúde. Pagar às pessoas para pararem de …

Há uma coisa simples que podemos fazer para combater as alterações climáticas: falar sobre o problema

A preocupação com as alterações climáticas pode ser muitas vezes um fardo solitário, mas a verdade é que não precisa de ser assim. De acordo com um novo estudo, simplesmente falar sobre o assunto com …

Em busca das duas princesas alemãs. Vaticano analisa ossários após encontrar túmulos vazios

Os trabalhos começaram esta manhã no cemitério que fica dentro das muralhas do Vaticano e foram analisados os restos dos dois ossários, explicou o porta-voz interino da Santa Sé, Alessando Gisotti. Os ossários estavam perto dos …

Miguel Pinto Lisboa é o novo presidente do Vitória de Guimarães

Miguel Pinto Lisboa foi eleito, este sábado, o novo presidente do Vitória de Guimarães, avança a imprensa portuguesa. Os números ainda não são oficiais, mas as primeiras projeções indicam que o candidato de 47 anos da …

Incêndios em Castelo Branco e Santarém. Há quatro bombeiros feridos, um em estado grave

Dois incêndios em Castelo Branco estão a mobilizar mais de 500 operacionais e 15 meios aéreos. Há estradas cortadas e aldeias evacuadas. Dois incêndios em povoamento florestal, todos no distrito de Castelo Branco, um no município …

"É contra a vontade de Deus". Família que se recusou a pagar impostos é condenada na Austrália

Uma família cristã australiana recusou-se a pagar impostos, alegando que é "contra a vontade de Deus". Em tribunal, o juiz obrigou a pagar 1,3 milhões de euros. Em 2017, na Tasmânia, uma família cristã não pagou …