Se todos os carros fossem elétricos, morríamos amanhã por chuvas ácidas

Se todos os automóveis que se encontram hoje em circulação fossem substituídos por veículos elétricos, “amanhã morríamos por causa das chuvas ácidas”, adverte físico russo.

A vida na Terra poderia ver-se ameaçada se todos os automóveis que se encontram atualmente em circulação fossem substituídos por veículos elétricos, segundo advertiu o físico russo e presidente do Instituto Kurchátov, Mikhai Kovalchuk, de 71 anos.

“Quanto aos veículos elétricos, há que entender que há um grande engano“, assegurou o cientista numa mesa redonda no Instituto Kurchátov, em Moscovo.

Segundo explicou Kovalchuk, se todos os automóveis que circulam pela Terra passassem amanhã para eletricidade, “a capacidade de gerar eletricidade teria que ser triplicada“, o que é “impossível”. “E mesmo que o conseguissem, amanhã toda a gente morreria por conta das chuvas ácidas, já que estariam a queimar carvão”, assegurou citado pela RT.

A chuva ácida é um fenómeno que se manifesta quando a humidade do ar se junta com óxidos de nitrogénio, dióxido de enxofre e outros contaminantes emitidos ao queimar carvão ou outros combustíveis fósseis para produzir energia elétrica.

Neste contexto, Kovalchuk frisou a importância de desenvolver tecnologias amigáveis com a natureza em vez de energia alternativa, ou seja, dispositivos que consumam energia em quantidades comparáveis às que consomem os animais e plantas.

ZAP //

PARTILHAR

40 COMENTÁRIOS

  1. Há aquela parte em que a produção de energia não requer carvão, há aquela parte em que veículos elétricos são carregados maioritariamente à noite, servindo sim para acumular energia que seria perdida se não fosse utilizada. Atirar barbaridades para o ar à toa é que trama tudo 🙂

  2. Se todos os carros passassem a eléctricos quanta electricidade gerada nas refinarias deixaria de ser gasta? Toda? Isso seria uma poupança impressionante. Se calhar, o consumo de energia até diminuía, o excesso de electricidade gerada pelas eólicas durante a noite deixaria de ser desperdiçado, acabaria a necessidade de construir mais barragens, o consumo de electricidade durante o dia baixava e até se podia fechar de vez as centrais de carvão e acabar com a compra de energia nuclear aos espanhóis. Se ainda por cima se deixar de emitir aqueles gases que saem dos escapes dos automóveis a combustão, não vejo nenhuma desvantagem. Só vejo desvantagens nos bolsos de quem faz dinheiro com o negócio do petróleo…

  3. Finalmente alguém com bom senso e esclarecido. A paranóia dos veículos elétricos tem que ser desmistificada. Preços altíssimos, baterias que necessitam substituição ao fim de algum tempo, caríssimas, autonomia reduzida, apagão nos postos de recarregamento, enfim. Viva o meu velhinho toyota corolla gti.

    • O autêntico velho do restelo.
      Em resposta às Fake news de quem tem interesses na continuação das industrias mais poluidoras.

      • Fake news, onde? Eu diria, que falta de visão a sua. Portugal não é o centro do mundo. Ignora certamente que nem toda a eletricidade é produzida a partir dos recursos hídricos, solares ou eólicos. É muito bonito falar de energia limpa e verde quando se fala em eletricidade, mas infelizmente muita da eletricidade produzida no mundo é a partir de centrais termo elétricas e nucleares. Bonito, não é? Deixemo-nos de hipocrisia. As coisas são como são.

        • Ora aí está uma boa oportunidade para se substituir as centrais termoeléctricas, centrais nucleares, etc.. por “farms” de energia eólica, solar, etc etc,.. não? Ninguém pede que amanhã e digo amanhã, 22 de Março de 2018 que troquem todos os carros que circulam por carros eléctricos, vem tudo com o tempo, e a seu tempo essa substituição de centrais termoeléctrica etc.. têm que ser substituídas também.
          Agora que a afirmação deste Físico é absurda, claro que é, era o mesmo que dizer que a partir de amanhã se mudasse qualquer coisa radicalmente na sociedade, sem dar o seu tempo de adaptação. Ou seja a meu ver a afirmação deste senhor vale 0. Abraço.

          • Não concordo. A afirmação desse senhor é séria e consciente, pois parece que anda tudo adormecido e deslumbrado com uma nova realidade, e não paramos para fazer uma reflexão objetiva e consistente do que essa nova realidade possa esconder ou significar. A substituição de todos os automóveis a combustíveis fósseis por elétricos, ocorrerá muito mais ràpidamente que a substituição das atuais centrais térmicas e nucleares por centrais limpas. Já pensou nisso? Por essa razão, entre outras, as conclusões desse senhor não são tão absurdas quanto isso, são até bastante clarividentes, por muito que nos custe a aceitar.

            • Quando há procura, há oferta, certamente que as entidades responsáveis irão ver a demanda de produção eléctrica e a não viabilidade de sub-carregar ou criar mais centrais termoeléctricas, e em vez disso, criar sim farms de energia alternativa, mas o tempo o dirá, inclusive a aposta da Tesla em que o próprio utilizador tem telhados fotovoltaicos que a produzem, vamos ver 🙂

  4. Senhores, no fim de contas isto é tudo um bluff. Faça-se o que se fizer cada kilometro que se conduz tem que ser pago, ou de uma forma ou de outra. E quem nao acredita e acha que certas coisas vem pra melhorar, tem sorte, assim vive melhor porque estando na esperança ha sempre uma base de motivação. Ainda vamos conhecer apenas carrinhos elétricos a circular e mega conta de luz para pagar, como ja acontece hoje pra tomar banho e guardar uns frangos na arca frigorifica. Bem haja aos motores a gasoleo..

  5. Parece que ainda todos assumem que o combustivel nasce nas árvores.
    Alguém se esquece que para refinar um 1 LITRO de combustivel é necessário mais que 1 kWh de ENERGIA elétrica e muitas vezes esta é gerada a partir de centrais a carvão, a chamada TRIPLA poluição pois depois desses processos ainda vai ser queimada para a atmosfera.
    Este video é a melhor explicação!
    https://www.youtube.com/watch?v=BQpX-9OyEr4

  6. Parece que ainda todos assumem que o combustivel nasce nas árvores.
    Alguém se esquece que para refinar um 1 LITRO de combustivel é necessário mais que 1 kWh de ENERGIA elétrica e muitas vezes esta é gerada a partir de centrais a carvão, a chamada TRIPLA poluição pois depois desses processos ainda vai ser queimada para a atmosfera.

    • Energia Ponto Zero existe e há muito tempo, mas não interessa nada porque as pessoas iam ter energia disponível grátis para toda a vida…

  7. A questão é que se usa demais do automóvel, qualquer distância menor do que dois quilômetros deveria ser percorrida a pé.

  8. E que tal os árabes encher os desertos de painéis solares e exportar a energia produzida, em vez de gastar em haréns, iates, jóias, hipercarros, palácios e investir na humanidade?
    Painéis solares estrategicamente instalados nos desertos à volta do planeta, nem à noite teríamos o problema da energia eléctrica resolvido. Haja vontade e menos hipocrisia.

    • Esta é que foi a afirmação acertada ä intenção do autor do artigo: Essa é que essa! O negócio mundial do petróleo fala mais alto.

  9. Ora bem… vamos cá a ver as coisas como elas são na realidade e não na tentativa de manipulação de interesses petro-quimicos…
    !º os veículos eléctricos são mais eficientes em todo o circuito de utilização em termos energéticos;
    2º O facto da energia ser eléctrica torna-se independente da forma de origem da produção dessa mesma energia;
    3º contra factos não há argumentos… basta ver os exemplo nos países nórdicos em como já é uma realidade e funcional e com larga utilização de energias renováveis;
    4º Ora a China já proibiu a circulação de veículos a combustão dentro de uma boa parte das cidades, e tem um investimento gigante nas energias renováveis/limpas, para inactivação das centrais a carvão;
    5º A simples adição de painéis solares aos telhados do parque habitacional existente consegue abastecer em excesso, e quando digo excesso, estou a ser conservador… dessa mesma necessidade;
    6º burrice deveria de pagar imposto… especulação de lobbies de m-rda também… e sinceramente… já não há pachorra para noticias ignorantes de gente anormal!

  10. E só “nabos”!
    Porque razão a solução para produzir mas energia eléctrica é sempre o carvão, o mais poluente dos combustíveis fosseis!? Por existir em maior quantidade?! Ou porque dá jeito, para tornar tudo “negro” e dizer que os carros eléctricos são piores que os de combustão interna?
    E a energia solar que há em todo o lado?! E a energia eólica? E a das ondas? E a energia geotérmica?
    E ainda há a energia nuclear, que na minha opinião podia ser aproveitada de forma segura em pequenas centrais nucleares, tipos a de um porta aviões, que em caso de azar pode facilmente ser enterrada em arreia.
    Mas se querem referir os combustíveis fosseis, por não o gás natural?!
    Sabem o que isto é? É mau perder! E vontade de “bota abaixo”!

  11. Quem não percebe imediatamente a estupidez deste artigo deveria ir educar-se rapidamente. Quem não percebe o perigo de escrever artigos deste deveria educar-se rapidamente. Por fim, tenho muita pena que alguém tenha decidido propagar tais absurdos aqui no zap pois são parte do problema.

    É ridículo falar de substituir instantaneamente todos os carros a combustível do planeta por elétricos, isto acontecerá gradualmente e serão feitos ajustes graduais nos sistemas dependentes.
    Onde estão os cálculos matemáticos a provar que a capacidade de gerar energia teria que ser triplicada? Onde estão incluídos os gastos atuais para a produção de combustível, o aproveitar da energia elétrica desperdiçada, o facto de parte da energia elétrica necessária ser gerada pelo próprio veículo, o facto de estes veículos serem mais eficientes e consumirem menos, e tantos outros pormenores.

    Enfim, é assim que se elegem Trumps e que se alimentam os barões do petróleo. Não é bom para nós comuns dos mortais e é preciso abrir o olhos.

  12. Esta é que foi a afirmação acertada ä intenção do autor do artigo: Essa é que essa! O negócio mundial do petróleo fala mais alto.

  13. Este está interessado em vender o petróleo do seu país, nem carvão nem petróleo, há que investir em energias não poluidoras ou então voltarmos à idade da pedra.

  14. Com o devido respeito, acho que este senhor está errado! Mesmo que toda a electricidade a mais que seria necessário produzir viesse de combustíveis fósseis (o que está longe de ser verdade), haveria a eliminação da poluição gerada pelos automóveis. Além disso, os geradores a carvão e fuelóleo das centrais são, mesmo assim, mais eficientes do que os motores de combustão interna dos automóveis; e ainda há a questão dos automóveis eléctricos poderem ser carregados à noite, quando muita energia é desperdiçada! Por isso, contas feitas, acho que seria bem melhor se todos os automóveis fossem eléctricos.

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …