Carro elétrico inteligente não poluente luso-brasileiro em desenvolvimento

joseruifelizardo.com

-

O centro português de Inovação CEIIA e a energética brasileiro-paraguaia Itaipu vão desenvolver um carro elétrico inteligente não poluente que funcionará como transporte público, reduzirá os custos da mobilidade das famílias e poderá ser pago na fatura do mês.

Chamam-lhe revolucionário, porque não é apenas um carro elétrico, mas um veículo “inteligente” e com zero emissões que introduz um novo paradigma da mobilidade, baseado na partilha, ou seja, em que o condutor deixa de ser o proprietário e passa a utilizador sempre que assim o desejar, podendo até reservá-lo para determinadas ocasiões e pagando apenas as suas deslocações no final do mês.

“Um dia quando entramos no nosso carro – não quando o adquirimos, mas na fatura da eletricidade, ou quando deixarmos de pagar os nossos seguros da forma como os pagamos mas em função do uso – lembraremos que houve um dia, o dia 14 de março de 2014, em que assinámos um protocolo que permite exatamente isso”, disse o presidente do CEIIA, centro português de excelência na área automóvel e da aeronáutica, Rui Felizardo.

O CEIIA desenvolveu o protótipo do carro elétrico inteligente, em cooperação nomeadamente com a Universidade do Minho, e assinou hoje um protocolo para o seu desenvolvimento com a Itaipu Binacional, a maior geradora de energia limpa e a segunda maior barragem do mundo, com uma área de proteção do tamanho 100 mil estádios de futebol (100 mil hectares).

Com diversas valências, os novos carros vão estar ligados pela plataforma de gestão integrada de mobilidade inteligente, ou seja, vão poder comunicar entre si informações, como por exemplo o trânsito, o dióxido de carbono e os espetáculos que existem em determinadas zonas.

joseruifelizardo.com

Assinatura de protocolo de parceria entre o CEIIA e a ITAIPU, em Curitiba (Brasil), para o desenvolvimento de projetos de mobilidade inteligente. José Rui Felizardo assinou em nome do CEIIA. Do lado latino-americano, assinaram o protocolo Jorge Miguel Samek, diretor-geral da ITAIPU Brasil, e James Spalding, diretor-geral da ITAIPU Paraguai.

Assinatura de protocolo de parceria entre o CEIIA e a ITAIPU, em Curitiba (Brasil), para o desenvolvimento de projetos de mobilidade inteligente. José Rui Felizardo assinou em nome do CEIIA. Do lado latino-americano, assinaram o protocolo Jorge Miguel Samek, diretor-geral da ITAIPU Brasil, e James Spalding, diretor-geral da ITAIPU Paraguai.

Rui Felizardo explica que o objetivo é industrializar o veículo, estando para já o foco no mercado da América Latina, a começar pelo Brasil e Paraguai, mas não esconde “o orgulho” que terá em ver este “novo” transporte público a circular em Portugal.

Sobre o valor do investimento, os eventuais fabricantes e parceiros para a sua produção e as datas em que os veículos poderão estar ao serviço da população nada disse, mas avançou que seguramente os carros vão começar a circular até 2020, num projeto que tem três fases.

A primeira fase corresponde à monitorização e carregamento, a segunda é a partilha dos veículos e a terceira a industrialização e teste de novas soluções.

DR Itaipu

Margareth Groff

A diretora financeira executiva da Itaipu, Margareth Groff

“Portugal foi um país visionário e hoje começa a dar sinais. Não há um construtor no mundo que não esteja a desenvolver um carro elétrico. A quota de mercado do carro elétrico vai ser crescente e significativa”, antecipou Rui Felizardo.

A diretora financeira executiva da Itaipu, Margareth Groff, sublinhou que o projeto, que reúne os três países, “é um grande desafio”.

“O carro elétrico vai existir no mundo e temos que estar na frente. Não podemos deixar de o fazer, é uma necessidade para o planeta e muda completamente a mentalidade”, disse, não adiantando também quais os futuros parceiros, apenas admitindo que a Renault “é o importante parceiro dentro da produção do Twizy“, havendo outros, nomeadamente a Fiat.

A Itaipu Binacional produz num ano a energia necessária para dois anos de consumo em Portugal ou dois dias a nível mundial e tem um orçamento anual de 4 mil milhões de dólares (2,9 mil milhões de euros).

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Facebook está a criar (com sucesso) tecnologia capaz de ler mentes

Há cerca de dois anos, o Facebook começou a desenvolver uma tecnologia capaz de ler as mentes das pessoas. Agora, a empresa apresentou com sucesso os primeiros resultados da sua investigação. O Facebook quer disponibilizar uma …

Descobertas oito novas fontes de Explosões Rápidas de Rádio vindas do Espaço

As Explosões Rápidas de Rádio (Fast Radio Bursts, FRBs) são dos enigmas mais intrigantes da astronomia moderna. Estes sinais de rádio, por norma, duram milésimos até desaparecer, mas alguns repetem-se de forma irregular. Desde a descoberta …

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …