/

Carlos Carvalhal pode ser o substituto de Jesus no Flamengo

1

Carlos Carvalhal está a ser apontado como potencial substituto de Jorge Jesus no comando técnico do Flamengo. O treinador do Rio Ave tem o aval de boa parte da direção rubro-negra.

Jorge Jesus está de saída do Flamengo e o emblema brasileiro não perde tempo na procura por um substituto. O jornal A BOLA sabe que os atuais campeões canarinhos estão de olhos postos noutro português: Carlos Carvalhal.

O nome do treinador do Rio Ave tem sido referenciado nos bastidores flamenguistas desde a semana passada e começa agora a ganhar mais força. Carlos Carvalhal tem para já o aval de boa parte da direção, escreve o desportivo.

O perfil de Carlos Carvalhal enquadra-se nas exigências do Flamengo e o técnico, que está perto de terminar contrato com os vilacondenses, pode partir para o Brasil em breve.

A situação do experiente treinador português pode depender da qualificação do Rio Ave para as competições europeias. A disputa pelo lugar que dá acesso à Liga Europa continua acesa, com o Famalicão a não abrir mão.

Caso o Rio Ave falhe a qualificação para a Europa, a possibilidade de Carlos Carvalhal mudar-se para o Rio de Janeiro pode tornar-se mais real.

No início da temporada, Carvalhal chegou a ser associado ao Red Bull Bragantino, emblema que estava no segundo escalão brasileiro e que pertence ao mesmo grupo do RB Leipzig e do RB Salzburgo. A transferência acabou por não acontecer, uma vez que o Rio Ave vetou a saída do treinador.

No seu currículo, Carlos Carvalhal conta com passagens de destaque pelo SC Braga, Sporting, Besiktas, Basaksehir, Sheffied Wednesday e Swansea City.

  ZAP //

1 Comment

  1. Não acredito que o Flamengo vá buscar outro treinador português, e se o fizer, vai ser um erro crasso.
    O JJ é um treinador único, não é o facto de ser português que faz com que os treinadores portugueses sejam parecidos com ele (talvez o mais parecido seja o Manuel José, mas mesmo assim com uma grande distância).
    O JJ foi muito criticado quando chegou ao Brasil porque para os brasileiros não tinha currículo (‘só’ tinha ganho 3 campeonatos em Portugal, e ido a duas finais da Liga Europa, pelos vistos para os brasileiros isso é pouco) imagine-se o que iriam fazer ao Carvalhal, que nem isso ganhou.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.