Após se perder dos donos, cão encontra caminho para casa depois de percorrer 65 km em 26 dias

(dr) Família Qiu

Doudou já de regresso a casa dos donos

Após ter sido acidentalmente esquecido pelos seus donos, Doudou regressou a casa depois de ter andado perdido 26 dias e ter percorrido cerca de 65 quilómetros em busca do caminho certo para o seu lar.

O cão tem sete anos de idade, mas já é muito autónomo. Doudou já não era visto pela sua família desde o dia 26 de setembro, mas surpreendeu todos por ter conseguido sozinho encontrar o caminho para casa e regressar para o aconchego do seu dono Qiu.

Na semana passada, quando apareceu à porta de casa da família, o pequeno cão encontrava-se bastante sujo e magro, provavelmente pela falta de alimentos e cuidados que teve nos dias que andou a vaguear.



O caso insólito aconteceu em Hangzhou, no leste da China. O desaparecimento aconteceu quando Qiu levou o seu cão numa viagem de família à cidade de Jiande, que se situa a cerca de 130 quilómetros de distância da sua casa.

Segundo o Newsweek, Qiu disse que a família, que inclui a sua esposa e outros parentes, estava distraída a cuidar da filha e passou o dia sem dar muita atenção ao cão.

Os donos de Doudou acreditam que este saiu do carro quando estavam a fazer uma paragem de descanso a meio do caminho, em Tonglu. Contudo, a família só se apercebeu da ausência do cão quando já estava em casa.

No dia seguinte, a família regressou a Tonglu para tentar encontrar o cão, mas Doudou não estava lá. Qiu e a sua esposa retomaram as buscas alguns dias depois, mas continuava sem haver sinais do animal. “Tínhamos esperança de que não tivesse ido longe e que provavelmente ainda estivesse naquela zona”, disse o dono.

Apesar da esperança, a família começou a aceitar que o cão não voltaria mais, pois já começava a passar muito tempo desde o dia do desaparecimento. Ainda assim, Qiu tinha o desejo de que o pequeno cão se mantivesse a salvo. “Eu só queria que ele estivesse vivo e que encontrasse alguém que pudesse tomar conta dele”, referiu Qiu em entrevista a um jornal local.

Contudo, quando menos esperavam a maior surpresa bateu-lhes à porta. No dia 22 de outubro, 26 dias depois de ter desaparecido, Doudou voltou a aparecer à porta da família, deixando os donos completamente perplexos. No entanto, Qiu conta que o cão aparentava sinais de cansaço pois “estava sujo e desnutrido. Teve muita sorte de não ter ficado ferido”.

Qiu, que descreve Doudou como um cãozinho “tímido” e “fraco”, ficou surpreendido por este ter este conseguido regressar a casa sozinho, depois de estar separado da família por longos quilómetros.

Ainda assim, esta história teve um final feliz e o dono do cão garante que este já está recuperado do susto.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

China não está a conseguir macacos de laboratório suficientes para responder à procura da comunidade científica

A proibição do comércio de animais selvagens e o crescimento da investigação científica estão a causar uma escassez de macacos de laboratório na China. A oferta cada vez menor de macacos de laboratório, amplamente usados em …

Câmara do Porto recusa hastear bandeira LGBT no dia contra a homofobia

A Câmara Municipal do Porto recusou hastear a bandeira LGBTI+ na próxima segunda-feira, dia 17 de Maio, data em que se assinala o Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. Segundo o Público, a autarquia …

E se fosse possível passar um mês no Palácio de Buckingham? O preço não seria para qualquer bolso

Viver num palácio pode ser o sonho de muitos, mas não é para a carteira de qualquer um. Agora, já se sabe quanto custaria alugar, durante um mês, uma das casas reais mais conhecidas da …

Cavaco Silva considera que seria "chocante" PSD aprovar reforma das Forças Armadas

O ex-Presidente da República defende que é "um erro grave" a reforma das Forças Armadas que o ministro da Defesa pretende fazer, afirmando que seria para si "chocante" ver o PSD aprová-la. "Considero um erro grave …

Risco de ser hospitalizado ou morrer de covid diminui 90% após vacinação

O risco de um adulto ser hospitalizado ou morrer por covid-19 diminui 90% a 95% passados 35 dias sobre o início da vacinação, conclui um estudo divulgado este sábado pelo Instituto Nacional de Saúde de …

No Japão, combater a pandemia implica pedir ajuda a um grande gato cor-de-rosa

Um super-herói mascarado patrulha dois dos distritos mais movimentados de Tóquio para ajudar os cidadãos japoneses a derrotar o coronavírus. O seu nome é Koronon e é um gato cor-de-rosa. O cruzado é um mascote com …

Portugal regista mais uma morte e 334 novos casos. Internamentos voltam a subir

Nas últimas 24 horas, foram confirmados 334 novos casos e registou-se mais um óbito. O boletim deste domingo dá ainda conta de mais 229 recuperados. Segundo o boletim epidemiológico deste domingo, dia 16 de maio, atualmente …

Romualda Fernandes - PS

"Senti alguma dor". Romualda Fernandes fala sobre a atitude racista da qual foi vítima

Romualda Fernandes pronuncia-se pela primeira vez sobre a notícia da Lusa para dizer que aquilo que a define não é a cor da pele, mas os seus valores. Em causa está uma notícia da Agência Lusa, …

Elefantes encontrados mortos numa reserva florestal. Envenenamento pode ser a causa

As autoridades estão a tentar perceber de que forma é que os 18 elefantes selvagens asiáticos morreram no nordeste da Índia. Os elefantes, que incluíam cinco filhotes, foram encontrados mortos na reserva florestal protegida de Kondali, …

"Máxima segurança". Porto de Lisboa com protocolo de segurança para receber cruzeiros

A administração do Porto de Lisboa assinalou este domingo o regresso do movimento de passageiros de cruzeiros a partir desta segunda-feira, com o levantamento das restrições ao desembarque de passageiros em viagens não essenciais, sublinhando …