Líder da IL diz que candidatura de Moedas “não vai ter força” para mudar a Câmara de Lisboa

António Cotrim / Lusa

João Cotrim de Figueiredo, Iniciativa Liberal

O presidente da Iniciativa Liberal considerou, este domingo, que a candidatura do ex-comissário europeu, que tem o apoio formal do PSD e CDS, “não vai ter força” para mudar a Câmara de Lisboa.

Em declarações ao jornal Público, João Cotrim de Figueiredo assumiu que o objetivo do partido em Lisboa não é só “tirar Fernando Medina”, mas também “mudar o sistema por dentro” e, para isso, o líder da IL acredita que a candidatura de Carlos Moedas “não vai ter força”.

“Não tenho motivos para acreditar que não fosse possível obter um programa bastante mais liberal para Lisboa do que com Fernando Medina – mesmo integrando uma outra frente eleitoral – mas a forma de o fazer, ligado aos aparelhos dos partidos, dos interesses dos partidos, a forma como as pessoas são nomeadas para determinados cargos, isso percebi que esta candidatura não vai ter força para alterar a forma como funciona a Câmara de Lisboa”, explicou.

“Melhorar a Câmara, tirando de lá Fernando Medina pode ser uma coisa boa, conseguir que algumas das políticas sejam diferentes pode ser uma coisa boa, mas não chega se o sistema continuar a funcionar da mesma maneira”, considerou.

Questionado se isso poderia mudar com a entrada da IL na candidatura de Moedas, apoiada por PSD e CDS-PP, Cotrim de Figueiredo disse que o partido não tem “massa crítica para mudar a Câmara de Lisboa”.

No sábado passado, o fundador da Iniciativa Liberal, Bruno Horta Soares, foi apresentado como o novo candidato escolhido pela estrutura local dos liberais para encabeçar a lista à capital, substituindo Miguel Quintas, que saiu da corrida autárquica por “motivos pessoais”.

O deputado liberal admitiu que este é um “óbvio risco eleitoral”, uma vez que o fundador da IL é desconhecido do grande eleitorado, mas Cotrim de Figueiredo acredita que os liberais poderão, mesmo assim, “roubar mais votos a Fernando Medina” com uma candidatura própria do que integrada numa “frente”.

IL aprova coligações na Covilhã, Matosinhos e Olhão

A Iniciativa Liberal aprovou, este sábado, a participação do partido em coligações autárquicas na Covilhã, em Matosinhos e em Olhão e candidaturas próprias em municípios como Lisboa, Braga, Setúbal, Viana do Castelo ou Almada.

O comunicado divulgado no final do 14.º Conselho Nacional não faz referência à Câmara do Porto, depois de, na semana passada, em declarações à agência Lusa, Cotrim de Figueiredo ter assumido que esta é uma das “exceções previsíveis à regra” das candidaturas próprias nas autárquicas e revelado que tem havido contactos com o movimento de Rui Moreira.

Na reunião deste sábado, que decorreu em formato digital, o partido aprovou integrar uma coligação na Covilhã com PSD e CDS-PP, encabeçada por um independente, depois de os dois partidos terem divulgado que o candidato à Câmara será o presidente da Federação de Desportos de Inverno, Pedro Farromba, enquanto o ex-secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, será candidato à Assembleia Municipal da Covilhã.

Em Olhão, o partido decidiu integrar uma coligação com o CDS-PP, PPM e MPT, para apoiar um candidato independente. A IL irá ainda dinamizar uma coligação com o partido Aliança em Matosinhos, com um cabeça de lista independente, cujo nome não é divulgado no comunicado.

“A Iniciativa Liberal aponta neste momento para alcançar presença num total de 50 candidaturas em municípios que representarão no território nacional mais de 60% da população”, refere o partido.

Quanto a candidaturas próprias, o Conselho Nacional da IL formalizou e aprovou candidaturas próprias, listas e programas em Cascais, liderada pelo engenheiro Miguel Barros, e em Setúbal, mas sem divulgar o nome do candidato, que será um independente, segundo fonte do partido.

No comunicado, refere-se ainda que existem “algumas candidaturas em desenvolvimento”, tendo sido confirmada a intenção de avançar com listas próprias da IL em Almada, Braga, Felgueiras, Lisboa, Montijo, Oeiras, Viana do Castelo à Câmara e Assembleia Municipais (e várias freguesias), e em Portimão à Assembleia Municipal.

Na Região Autónoma da Madeira, a IL confirmou candidaturas autárquicas no Funchal, Ponta do Sol e Santa Cruz, com o partido a remeter a divulgação dos nomes para os núcleos territoriais.

O partido fez ainda um balanço das eleições Presidenciais, que contou com a participação do candidato Tiago Mayan Gonçalves, tendo sido “unânime o reconhecimento da Iniciativa Liberal pela coragem, trabalho e prestação” na representação dos valores liberais.

Foi aprovada, com uma abstenção, uma moção de “agradecimento e reconhecimento a Tiago Mayan Gonçalves pelo esforço, empenho e coragem demonstrados na sua candidatura à Presidência da República, contribuindo assim para uma maior divulgação dos ideais liberais em Portugal, com uma abstenção”.

O comunicado refere ainda que os conselheiros nacionais da IL debateram a questão do novo aeroporto de Lisboa, referindo que se tratou de um “debate rico” e que continuará a ser “aprofundado” pelas estruturas do partido.

“A defesa do dinheiro dos contribuintes, a boa gestão de investimentos públicos, o respeito por contratos assumidos e a possibilidade da respetiva renegociação, os impactos na coesão territorial, com foco na descentralização, e temas de segurança e ambientais, foram aspetos cuja salvaguarda as soluções técnicas e operacionais deverão assegurar”, refere a IL.

Os conselheiros elegeram Mariana Leitão como a nova presidente do Conselho Nacional da IL, substituindo no cargo Nuno Santos Fernandes, que o ocupava desde a função do partido.

O partido aprovou ainda as suas contas de 2020 e o Orçamento para o ano atual, que foi apresentado “com o objetivo de habilitar o partido para continuar a crescer, com a frugalidade, a imaginação e a eficácia já demonstradas pela Iniciativa Liberal”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Quem vai ter força é este artista que escolhe um candidato que deixou de ser 3 dias depois! Agora tenta arranjar justificativas para a burrice que fez!
    Há cada cromo!

RESPONDER

Nova Iorque quer oferecer vacina aos turistas. Miami vai começar a vacinar no aeroporto

Em Nova Iorque os turistas irão receber a vacina da Johnson & Johnson e em Miami a vacina da Pfizer. Com o objetivo de reativar o turismo na cidade, as autoridades de Nova Iorque querem oferecer …

Carta misteriosa escrita por passageira do Titanic está a intrigar os peritos

Uma equipa de investigadores está a tentar desvendar um mistério que envolve uma carta que terá sido escrita por uma jovem a bordo do Titanic na véspera do naufrágio. Uma família encontrou a carta numa garrafa …

Violência na Colômbia preocupa comunidade internacional

Várias cidades colombianas continuam a ser palco de violentas manifestações contra o Governo do país, mas são reprimidas com força pela polícia e por militares. As manifestações começaram em forma de protesto contra uma reforma tributária …

Veterana de Bletchley Park tem um novo código da 2.ª Guerra para decifrar (mas precisa de ajuda)

Um casal que encontrou mensagens codificadas da II Guerra Mundial sob o assoalho está tentar decifrá-las com a ajuda do seu vizinho, um decifrador de códigos de Bletchley Park. John e Val Campbell encontraram um esconderijo …

"Caixas mistério" com animais de estimação geram indignação na China

Uma nova moda conhecida como "caixa mistério" ganhou popularidade na China. O método consiste em fazer uma encomenda através da internet e é enviada, pelo correio, uma caixa com um animal de estimação. Estas encomendas estão …

Arquivos da polícia do Estado Islâmico revelam como era a vida sob o califado

Arquivos da polícia do Estado Islâmico, conhecida como shurta, revelam como era a vida sob o califado. Os polícias eram tão bem pagos que não podiam ser subornados. Não é sempre que os regimes mirram …

Barco português detido por ancorar ilegalmente em águas da Malásia

Um navio mercante registado em Portugal está retido na Malásia por ter alegadamente ancorado em águas territoriais do país sem autorização, avançou esta sexta-feira a Guarda Costeira malaia. Num comunicado, Nurul Hizam Zakaria, diretor da agência …

”Eficácia e qualidade”. OMS aprova vacina chinesa da Sinopharm

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, esta sexta-feira, o uso de emergência da vacina chinesa contra a covid-19 da Sinopharm. Trata-se da primeira vacina desenvolvida pela China a ser aprovada pela organização, lembra a agência …

Sem estado de emergência não pode haver confinamento de pessoas saudáveis

O constitucionalista Jorge Reis Novais defendeu hoje que sem estado de emergência que suspenda a garantia do artigo 27.º da Constituição não pode haver confinamento de pessoas saudáveis, até uma eventual revisão constitucional. Por outro lado, …

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …