Candidatos ao ensino superior têm novas datas para realização de pré-requisitos

Marcos Santos / USP

Avaliação dos pré-requisitos que são exigidos por algumas instituições do ensino superior realiza-se, este ano, durante uma única fase, que termina em 30 de junho, em vez das habituais duas chamadas.

A Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES) alterou o calendário da avaliação dos pré-requisitos para candidatura às universidades e politécnicos, deixando de haver duas fases para realização das provas.

Segundo uma deliberação da CNAES publicada hoje em Diário da República, a avaliação dos pré-requisitos que são exigidos por algumas instituições do ensino superior realiza-se, este ano, durante uma única fase, que termina em 30 de junho, em vez das habituais duas chamadas.

O calendário anterior previa a realização das provas em duas fases, a primeira entre 13 de abril e 15 de maio, e a segunda entre 29 de junho e 10 de julho.

Por outro lado, também o prazo para a certificação dos pré-requisitos foi alterado com a eliminação da segunda chamada para a realização das avaliações, cujos resultados deveriam ser conhecidos até 24 de julho.

Segundo as novas datas, a certificação dos pré-requisitos avaliados em “época normal” deverá ser feita até 10 de julho, a mesma data prevista para a anterior “primeira chamada”.

Os candidatos ao ensino superior continuam a ter a possibilidade de se inscrever numa época especial do processo de avaliação, podendo fazê-lo até 15 de junho, sendo que o prazo anterior terminava em 10 de julho.

As datas para a realização desta época especial não estão definidas, sendo propostas pelas próprias instituições, mas os resultados devem ser publicados até 31 de julho.

A Direção-Geral do Ensino Superior já tinha anunciado, a 9 de abril, novos prazos para a apresentação das candidaturas ao concurso nacional de acesso ao ensino superior, que foram adiados de forma a acompanhar as alterações nos calendários dos exames de secundário devido à pandemia de covid-19.

O Governo adiou a realização dos exames nacionais do secundário, devido à suspensão das aulas presenciais em todos os estabelecimentos de ensino, em 16 de março, uma medida que se vai prolongar até ao final do ano letivo para os alunos do ensino básico e 10.º ano.

Apenas os alunos do 11.º e 12.º anos poderão regressar às escolas, para ter aulas presenciais de preparação para os exames, decisão que será anunciada hoje pelo primeiro-ministro, António Costa, após reunião do Conselho de Ministros.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Facebook prepara medidas para controlar possível agitação eleitoral

Equipas do Facebook estão a analisar a possibilidade acalmar o conflito eleitoral nos Estados Unidos (EUA), implementando ferramentas internas projetadas para o que chama de países "em risco". Segundo fontes ligadas à empresa, citadas pelo Wall …

Vítor Aguiar e Silva é o vencedor do Prémio Camões 2020

O professor e ensaísta Vítor Manuel de Aguiar e Silva é o vencedor do Prémio Camões 2020, anunciado hoje pela ministra da Cultura, após reunião do júri. O Prémio Camões de literatura em língua portuguesa foi …

Football Leaks. José Miguel Júdice chama "ladrão" a Rui Pinto em tribunal

O antigo sócio fundador da sociedade de advogados José Miguel Júdice chamou esta terça-feira “ladrão” a Rui Pinto, denunciando a “violência moral e psicológica” do criador do ‘Football Leaks’ na 17.ª sessão do julgamento. “Fui visitado …

Josep Maria Bartomeu demite-se da presidência do Barcelona

Josep Maria Bartomeu apresentou, juntamente com o resto da direção do Barcelona, a demissão da liderança do clube. Bartomeu era contestado por vários adeptos e jogadores. A direção do FC Barcelona, liderada por Josep Maria Bartomeu, …

Navigator antecipa subsídio de Natal e dá prémios aos trabalhadores em ano de lucro de 20 milhões

A empresa portuguesa Navigator anunciou que vai pagar os subsídios de Natal mais cedo e distribuir prémios pelos trabalhadores. Decisão que surge em ano de pandemia, mas quando a empresa se apresta para divulgar um …

Governo prepara alargamento dos prazos para trocar prendas de Natal

O Governo espera dar mais 30 a 45 dias úteis, a contar a partir de 25 de dezembro, para trocas e devoluções de prendas de Natal. O Correio da Manhã avança, esta terça-feira, que o Governo …

Juan Carlos quer regressar a Espanha. Amigos dizem que tem receio de morrer fora do país

Hospedado nos Emirados Árabes Unidos, a rotina de Juan Carlos varia entre os seus aposentos e as idas ao ginásio. Contudo, o rei emérito está "extremamente" aborrecido na Ásia e tem receio da morte fora …

Justiça brasileira aceita nova acusação de branqueamento de capitais contra Lula da Silva

A Justiça brasileira aceitou uma nova acusação contra o ex-Presidente Lula da Silva, pelo alegado crime de branqueamento de capitais através de falsas doações do grupo Odebrecht, informou na segunda-feira o Ministério Público (MP). A acusação, …

A cada dois minutos há uma denúncia de agressões sexuais na União Europeia

Na União Europeia, a polícia regista um crime sexual a cada dois minutos, em média, segundo a Europol, que lançou, esta terça-feira, uma campanha em 19 países para procurar os agressores sexuais mais perigosos da …

China promete retaliação contra os EUA por venda de armamento a Taiwan

A China prometeu hoje uma retaliação “legítima e necessária” para “proteger a sua soberania e interesses de segurança”, depois de Washington ter anunciado a venda de 100 sistemas de defesa marítima Harpoon e 400 mísseis …