Canadianos começam este mês à procura de ouro em Boticas

A procura de ouro em Boticas, Vila Real, vai arrancar ainda este mês de Agosto, de acordo com o anúncio da empresa Medgold Resources, com a realização de 12 furos e de um investimento de um milhão de euros.

O projecto, de que dá conta o Jornal de Negócios, recebeu o aval da tutela do património, por se realizar num parque arqueológico classificado, e está a ser alvo das críticas dos arqueólogos.

A Câmara de Boticas privilegia o facto de a exploração permitir a criação de emprego, mas também não quer pôr em causa a preservação do Parque Arqueológico do Vale do Terva, um local que está classificado como sítio de interesse público.

Há cerca de dois mil anos, os romanos iniciaram a exploração de ouro nas zonas de Ardãos e Bobadela, em Boticas, e os vestígios deixados por essa actividade levaram à criação do parque arqueológico.

Agora, a empresa canadiana Medgold Resources vai seguir as pisadas na “perseguição” ao ouro, arrancando neste mês de agosto com uma campanha de sondagens, através da realização de 12 furos.

O investimento de cerca de um milhão de euros foi classificado como de estatuto PIN (Potencial Interesse Nacional) pela Direcção-Geral de Energia e Geologia, que autorizou a empresa cotada na bolsa de Toronto a fazer a pesquisa num campo de 106 quilómetros quadrados.

Um dos representantes da empresa, John Morris, disse à agência Lusa que só ao cabo de “18 meses” foi possível encontrar uma solução para ir ao encontro das exigências da Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC), integrada no Ministério da Cultura.

Uma fonte do ministério referiu à Lusa que será feito um “acompanhamento arqueológico, presencial e permanente de todas as operações que impliquem movimentação de máquinas e montagem de plataformas para a realização das 12 sondagens”.

“De igual modo, a intervenção verificará o afastamento das zonas de pesquisa geológica e mineira em relação aos diferentes vestígios identificados, seja as frentes de exploração mineira romana, as galerias, os canais ou poços, de forma a impedir qualquer afectação negativa”, afiança a mesma fonte do ministério.

Estas condicionantes vão agravar os custos em 30%, de acordo com John Morris, bem “como os riscos para os trabalhadores, porque as máquinas terão que ser transportadas às costas e montadas nos locais”.

Arqueólogos criticam exploração de ouro

Para se proceder à exploração, foi preciso inventariar o património arqueológico que levou à verificação de cerca de 100 novas ocorrências, nomeadamente o sistema hidráulico utilizado na época romana para desmontar os maciços rochosos onde estava o ouro, canais, cisternas, galerias de exploração directa e zona de lavagens.

Estas novas descobertas “confirmam o carácter excepcional da zona de mineração antiga”, considera o arqueólogo Luis Fontes, da Universidade do Minho, salientando que “a exploração de ouro e a protecção deste património são projectos absolutamente incompatíveis“, conforme declarações citadas pelo Jornal de Negócios.

O arqueólogo ainda apela à tutela para que “tenha a coragem de tomar uma decisão, uma posição”.

E o presidente da autarquia local, Fernando Queiroga, frisa, conforme transcreve a mesma fonte, que “este assunto está a ser tratado com pinças”, sublinhando que é preciso aproveitar para “criar emprego sem destruir o património”.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Querem fazer o mesmo que em Fozcoa… Nem barragem nem gravuras…!!!
    Fizeram aquele bloco de betão enterrado, diga-se museu…!!! elefante branco sei lá o quê… por lá ninguém sabe o que é… ou onde fica…!!! onde se gastou mais dinheiro do que se tivesse feito a barragem e que serve de pouco… ou nada… enfim… é a inteligência que temos por cá.

  2. Meus amigos !!!!!!!!!!!!!
    Cheira a dinheiro, interesses, vigarices, destes políticos, que não olham a meios para atingir os seus objetivos e da cambada que os rodeia, são todos a mesma merda de uns ladrões, sem escrúpulos, que só olham para a barriga e interesses deles.
    Já não há homens sérios, muito menos políticos. Estou farto desta cambada de ladrões.
    O Salazar ao pé destes ladrões, era um menino de coro, acreditem.
    Chamavam fachistas ::: e estes são o quê ???
    Ladrões e vigaristas autorizados, sem castigo e sem lei, ou seja são uns fora da lei.
    Quem é que nos pode ajudar, contra esta cambada de vígaros !!!!!!!!!!!!

    Ninguém, infelizmente ninguém.

  3. Coitados, se encontram ouro vão ter que pagar viagens e afins a tudo e a todos.
    Quando derem conta em vez de explorar ouro são explorados em Euros.
    Tenho pena destes.

  4. Pela mentalidade expressa de alguns comentadores acabaremos de facto em nada, a desertificação e os fogos encarregar-se-ão de desaparecer com o resto para alegria de muitos.

RESPONDER

Descoberto uma super-Terra rochosa com 3 sóis vermelhos

O LTT 1445, também conhecido como TIC 98796344, TOI 455, L 730-18 ou BD-17 588, é um trio hierárquico de estrelas anãs vermelhas a aproximadamente 22,5 anos-luz de distância. O mundo recém-descoberto orbita o LTT 1445A, …

A Via Láctea é canibal (e já comeu uma galáxia vizinha)

A nossa Via Láctea comeu uma galáxia gigante há dez mil milhões de anos. Galáxias menores - como a Via Láctea na sua vida anterior - fundem-se e criam as maiores. Ao fazer isso, formam-se …

Bill Gates é o homem mais admirado do mundo. Ronaldo também está na lista

O cofundador da Microsoft já não é o homem mais rico do mundo, mas continua a ser o mais admirado. Cristiano Ronaldo é o 7.º. Na semana passada, Bill Gates perdeu o lugar que ocupava há …

Volvo vai chamar à oficina mais de 500 mil carros até ao fim do ano

O problema detetado no motor dos carros poderá afetar os automóveis a diesel de quatro cilindros, construídos entre 2014 e 2019, nas marcas V40, o V60, V70, S80 e XC60. A Volvo retirou cerca de 70 …

A baunilha é mais cara do que a prata (e há já quem mate pelo "ouro verde")

A baunilha, que era vendida em 2015 por cerca de 90 euros o quilograma, disparou no ano passado para 535 euros, ultrapassando assim o valor da prata. Esta subida que quase sextuplicou o valor da …

"Nova Expo". 300 milhões para requalificar zona ribeirinha entre Pedrouços e Cruz Quebrada

O projeto que vai requalificar a zona ribeirinha entre Pedrouços e Cruz Quebrada conta com um investimento de 300 milhões de euros. À zona ocidental de Lisboa já lhe chamam de "nova Expo". A zona ribeirinha …

Descoberta imensidão de tesouros arqueológicos ao largo da Galiza. São mais de 1.600 objetos

Trabalhos de arqueologia subaquática ao largo das costas galegas permitiram descobrir nas últimas três décadas um total de 1600 objetos arqueológicos. As peças afundaram-se ao longo dos séculos durante inúmeros naufrágios e ali se foram acumulando. …

27 anos depois, Clã anunciam saída de dois elementos

Mais de um quarto do século após a sua formação, a banda do Porto vê dois dos seus elementos fundadores partirem. Os Clã anunciaram a saída de dois dos seus elementos através de um comunicado publicado …

Reduzir o uso de ar condicionado pode ajudar a salvar vidas

Há muitas pessoas a precisar da ajuda preciosa do ar condicionado para sobreviver a temperaturas cada vez mais altas. Contudo, aquele que pensamos ser o nosso maior aliado pode ser, na verdade, o nosso pior …

Porto vai ter policiamento gratificado em "zonas particularmente sensíveis"

Rui Moreira diz que nos últimos 20 anos não houve investimento na polícia e afirma que o espaço público "não pode ser apropriado por gangues". O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, anunciou esta segunda-feira …