Canadá vai ter a primeira cerveja de canábis do mundo

(dr) Province Brands

Canadá vai ter a primeira cerveja de canábis do mundo

Ao contrário de outras cervejas com esta substância, esta nova cerveja será feita a partir dos talos e raízes da canábis.

Segundo o Expresso, o Canadá vai ter aquela que será a primeira cerveja de canábis do mundo. Neste momento, os investigadores ainda estão a apurar quantidades, sabor e técnicas de fermentação.

Em junho, o Parlamento do Canadá aprovou o uso recreativo da canábis, tornando-se no segundo país do mundo a adotar esta medida (depois do Uruguai). A nova lei entra em vigor em outubro, sendo que a venda de alimentos com esta substância apenas poderá acontecer um ano depois.

Em declarações ao The Guardian, citadas pelo semanário, Domma Wendschuh, representante da marca Province Brands, que está a desenvolver a bebida, afirma que esta é uma cerveja diferente das que já existem (fermentadas com óleo de marijuana).

“Não é isso que fazemos. A nossa cerveja é fermentada a partir dos talos e raízes da planta”, disse ao jornal britânico. “Comecei a pensar na possibilidade de desenvolver alguma coisa que pudesse servir os propósitos sociais que o álcool serve na nossa sociedade atual”, explicou.

No entanto, chegar a uma solução que não comprometesse o sabor foi um dos problemas iniciais. “Acabámos com produtos que tinham um sabor terrível. Sabiam a brócolos podres”, conta Wendschuh, admitindo que precisaram da ajuda de um químico.

A equipa conseguiu chegar à combinação perfeita entre lúpulos, água, fermentos e canábis. Além disso, o álcool naturalmente produzido durante a fermentação acaba por ser retirado, fazendo desta uma bebida sem álcool nem glúten.

“O sabor é seco, salgado, menos doce do que o sabor típico da cerveja”. E resulta? Isto é, a chamada “moca” aparece mesmo? “Sente-se imediatamente, o que normalmente não acontece com os produtos comestíveis derivados da canábis”, responde Wendschuh.

O representante diz que esta será a primeira cerveja de um leque de muitas outras, com vários sabores e de vários tipos e, neste caso, com mais ou menos tetraidrocanabinol (THC), o chamado composto ativo da planta. No entanto, deixa os seus alertas.

Wendschuh acredita que este é um produto mais seguro e saudável do que o álcool, mas também sabe que tem os seus riscos. “A marijuana não é boa para a saúde, assim como as nossas cervejas também não o são. As pessoas não devem bebê-las cinco vezes ao dia nem deve ser a primeira coisa que bebem ao acordar. Não estamos a sugerir isso”.

Em vez disso, o representante da marca considera que esta cerveja é o primeiro passo numa industria que já se tornou omnipresente. “Se puder criar uma alternativa ao álcool, poderá ser algo que pode mudar o mundo. É uma coisa pela qual sou apaixonado”.

O jornal britânico escreve que vários analistas sugerem que a indústria dos produtos derivados da canábis pode vir a valer até 22 mil milhões de dólares canadianos, cerca de 14 mil milhões de euros.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Mais um passo a caminho do final! Por este andar qualquer dia quem não for demente não será considerado como pessoa normal e pelos vistos pelas Américas a coisa vai bem nesse sentido.

Responder a Fui Cancelar resposta

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …

Empresa está a contratar uma pessoa que será paga para usar pijamas e dormir

Um start-up de colchões da Índia, que se descreve como uma "empresa de soluções para dormir" está a contratar alguém que será pago apenas para fazer isso mesmo. O objetivo é testar os seus produtos de …

O primeiro local funerário de compostagem humana do mundo abre em 2021

Prevê-se que a primeira instalação funerária de compostagem humana do mundo abra na primavera de 2021, depois de os legisladores do Estado de Washington terem legalizado o processo póstumo no início do ano. A empresa Recompose, …

Estado emprestou dois milhões à Cruz Vermelha para pagar salários

A Parpública SGPS emprestou dois milhões de euros ao Hospital da Cruz Vermelha, nomeadamente para fazer pagamento de salários. A Parpública SGPS, holding tutelada pelo Ministério das Finanças, libertou dois milhões de euros para permitir ao …

Ex-ministro francês François Bayrou acusado de cumplicidade na apropriação de fundos

O ex-ministro francês François Bayrou, dirigente centrista e próximo de Emmanuel Mácron, foi acusado na sexta-feira por "cumplicidade na apropriação indevida de fundos públicos" no caso dos assistentes parlamentares do seu partido. A acusação, "anunciada antecipadamente …

"Profundamente envergonhada", Merkel visitou Auschwitz pela primeira vez

A chanceler alemã, Angela Merkel, visitou esta sexta-feira pela primeira vez o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau num "sinal de reconciliação com os judeus e o estado de Israel", considera o historiador René …