Canadá e alguns hospitais alemães suspendem AstraZeneca em menores de 55

Luong Thai Linh / EPA

O Comité Nacional de Aconselhamento sobre Imunização do Canadá recomendou uma pausa na vacinação da AstraZeneca contra a covid-19 em pessoas com menos de 55 anos.

Segundo o Jornal de Negócios, o Canadá vai deixar de administrar de forma temporária a vacina da AstraZeneca a menores de 55 anos. A decisão foi tomada, esta segunda-feira, depois da recomendação do Comité Nacional de Aconselhamento sobre Imunização, que alega “razões de segurança”.

“Existe uma incerteza substancial sobre os benefícios de administrar a vacina da AstraZeneca contra a covid-19 a adultos com menos de 55 anos, devido aos riscos potenciais”, afirmou Shelley Deeks, vice-diretora deste comité.

Os receios aumentaram depois da suspensão da administração da vacina em vários países da Europa devido à formação de coágulos sanguíneos. Segundo a organização canadiana, a maioria das pessoas vacinadas com a AstraZeneca que desenvolveu estes coágulos são mulheres com menos de 55 anos, sendo que a taxa de mortalidade nestes casos é de 40%.

Até ao momento, não foram reportados casos no Canadá. O país deverá receber, ainda esta semana, dos Estados Unidos 1,5 milhões de doses da farmacêutica anglo-sueca.

Segundo a SIC Notícias, os grupos hospitalares de Berlim Charité e Vivantes também interromperam a administração desta vacina em mulheres com menos de 55. Antes, no distrito de Euskirchen, em Colónia, já se tinha optado pela mesma decisão.

Em causa estão dois casos de trombose registados, um deles numa mulher de 47 anos que morreu dias após a vacinação, conta o canal televisivo.

O jornal online Observador também acrescenta que, quando retomou o uso da vacina da AstraZeneca, França também anunciou que só o faria para maiores de 55 anos.

A vacina tem sido amplamente utilizada no Reino Unido, ao longo do continente europeu e em outros países, mas a sua aplicação foi perturbada por diversos relatórios inconclusivos sobre a sua eficácia e, mais recentemente, pelos receios sobre os seus efeitos secundários e que implicaram uma pausa nas inoculações.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Sem paralelo em qualquer outra experiência externa". Marcelo elogia reuniões no Infarmed

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considera que as reuniões do Infarmed, que juntam especialistas, líderes políticos e parceiros sociais, são realizadas “num quadro político e institucional sem paralelo em qualquer outra experiência …

Fotografia da NASA demonstra Teoria da Relatividade Geral de Einstein

O aglomerado Abell 2813 tem tanta massa que atua como uma lente gravitacional, fazendo com que a luz de galáxias distantes se curve à sua volta. A lente gravitacional acontece quando a massa de um objeto …

Astrónomos descobrem uma super-Terra perto de uma estrela gelada

Uma equipa de investigadores descobriu uma super-Terra a orbitar GJ 740, uma estrela anã fria localizada a cerca de 36 anos-luz do nosso planeta. Nos últimos anos, os cientistas têm levado a cabo uma busca exaustiva …

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …