Câmara de Lisboa fez contratos de 12 milhões de euros com empresa que tem falso engenheiro

Miguel A. Lopes / Lusa

Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa.

A Câmara de Lisboa assinou vários contratos públicos, alguns por ajuste directo, com uma empresa que está a ser investigada pelo Ministério Público por ter, alegadamente, um falso engenheiro. Em causa estão mais de 12 milhões de euros.

Estes dados são divulgados numa investigação da jornalista Ana Leal que foi divulgada no “Jornal das 8” de terça-feira, na TVI.

De acordo com os dados apurados, a Câmara de Lisboa entregou à empresa Tanagra contratos públicos de mais de 12 milhões de euros, apesar de esta estar a ser investigada pelo Ministério Público (MP) por, alegadamente, ter um falso engenheiro.

Mais de 40 contratos foram feitos por ajuste directo, envolvendo verbas superiores a um milhão de euros, durante a liderança de Fernando Medina que já foi confrontado com a situação em vários reuniões da Assembleia Municipal.

Fernando Medina sabe de tudo, não pode negá-lo, já foi confrontado em várias sessões da Assembleia Municipal, e insiste em manter contratos com esta empresa”, salienta Ana Leal.

O alegado falso engenheiro esteve envolvido, nomeadamente, numa obra numa piscina na Penha de França que foi paga numa parceria entre a autarquia e o clube Estrelas São João de Brito. A obra nunca foi terminada, tendo sido detectadas várias irregularidades, nomeadamente buracos e infiltrações.

Veio-se a verificar que o engenheiro que assinou a obra “nem sequer tem uma licenciatura”, como frisa o presidente do Estrelas São João de Brito, Nuno Lopes, realçando na TVI que “utilizava o número da Ordem de outro engenheiro e já tinha outros processos na Ordem”. Os dados são confirmados pela própria Ordem dos Engenheiros que fala de uma “falsificação grosseira”.

Emocionado, Nuno Lopes refere como teve que “despedir as pessoas” e “extinguir um projecto” que nunca se concretizou, prejudicando, inclusive, uma atleta olímpica.

Pelo meio, o presidente do Estrelas São João de Brito acusa Fernando Medina. “Ele acha-se dono de Lisboa, é o quero, posso e mando“, queixa-se.

Da parte da autarquia, Medina acusa o clube pelo facto de as obras não terem avançado. “Foi um erro o que a Câmara fez de ter confiado a execução desta obra ao clube”, referiu o autarca numa sessão da Assembleia Municipal.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Nota artística: pouco Festival no FC Porto-Sporting

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/fc-porto-0-0-sporting-o-musical Está bem: Futebol Clube do Porto contra Sporting Clube de Portugal. Segundo classificado recebe o líder. Jogo que pode praticamente definir o novo campeão nacional de futebol. O encontro é naquele estádio junto ao centro …

Índia e Paquistão comprometem-se a respeitar cessar-fogo em Caxemira

Na quinta-feira, o Paquistão e a Índia alcançaram um acordo para fazer cumprir o cessar-fogo na região de Caxemira, reivindicada pelos dois países. A fronteira entre ambos é palco frequente de ataques que deixam soldados …

Governo quer rever norma da dádiva de sangue que exclui homossexuais

O Governo determinou, esta segunda-feira, a constituição de um grupo de trabalho para rever a norma que exclui dadores "por comportamento sexual". De acordo com o SAPO24, o Ministério da Saúde determinou a constituição de um …

Governador de Nova Iorque volta a ser acusado de assédio sexual

O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, foi acusado por outra ex-assessora de assédio sexual, que foi sua assistente executiva e conselheira de políticas de saúde até novembro do ano passado. Segundo noticiou no sábado o New …

Francisco Assis alerta Governo para riscos das raspadinhas

O presidente do Conselho Económico e Social (CES), Francisco Assis, vai promover um estudo sobre o impacto social do vício da raspadinha e informar o Governo, na esperança de que este repondere o lançamento da …

Mais de 75% dos refugiados sírios podem sofrer de stress pós-traumático

Mais de três quartos dos refugiados sírios podem estar a sofrer de distúrbios mentais, como transtorno de stress pós-traumático (TEPT), dez anos após o início da guerra civil no país. De acordo com um artigo do …

AVC foi a principal causa das 112.334 mortes em 2019

As doenças circulatórias foram as principais causas das 112.334 mortes verificadas em Portugal em 2019, divulgou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística, assinalando que a mais mortífera foi o acidente vascular cerebral (AVC). Em 2019, …

Iémen irá enfrentar a pior fome já vista nas últimas décadas. Guterres implora por generosidade

De acordo com a ONU, a situação humanitária no Iémen é muito grave e o país irá enfrentar a pior fome à qual o mundo já assistiu. Esta situação pode ser revertida se os seus …

"Um erro histórico". Tratado assinado em Portugal incentiva aquecimento global

Um tratado assinado em Lisboa concede um grande poder às empresas de energia para processar os Estados caso se sintam prejudicadas por políticas climáticas. O Tratado da Carta da Energia (TCE) é um acordo internacional assinado …

Jornalistas estrangeiros denunciam "declínio da liberdade" na China

A China utilizou as medidas para controlar o coronavírus, a intimidação e restrições de visto para limitar a cobertura jornalística estrangeira em 2020, dando início a um "rápido declínio da liberdade na media", denunciou o …