Câmara de Lisboa fez contratos de 12 milhões de euros com empresa que tem falso engenheiro

Miguel A. Lopes / Lusa

Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa.

A Câmara de Lisboa assinou vários contratos públicos, alguns por ajuste directo, com uma empresa que está a ser investigada pelo Ministério Público por ter, alegadamente, um falso engenheiro. Em causa estão mais de 12 milhões de euros.

Estes dados são divulgados numa investigação da jornalista Ana Leal que foi divulgada no “Jornal das 8” de terça-feira, na TVI.

De acordo com os dados apurados, a Câmara de Lisboa entregou à empresa Tanagra contratos públicos de mais de 12 milhões de euros, apesar de esta estar a ser investigada pelo Ministério Público (MP) por, alegadamente, ter um falso engenheiro.

Mais de 40 contratos foram feitos por ajuste directo, envolvendo verbas superiores a um milhão de euros, durante a liderança de Fernando Medina que já foi confrontado com a situação em vários reuniões da Assembleia Municipal.

Fernando Medina sabe de tudo, não pode negá-lo, já foi confrontado em várias sessões da Assembleia Municipal, e insiste em manter contratos com esta empresa”, salienta Ana Leal.

O alegado falso engenheiro esteve envolvido, nomeadamente, numa obra numa piscina na Penha de França que foi paga numa parceria entre a autarquia e o clube Estrelas São João de Brito. A obra nunca foi terminada, tendo sido detectadas várias irregularidades, nomeadamente buracos e infiltrações.

Veio-se a verificar que o engenheiro que assinou a obra “nem sequer tem uma licenciatura”, como frisa o presidente do Estrelas São João de Brito, Nuno Lopes, realçando na TVI que “utilizava o número da Ordem de outro engenheiro e já tinha outros processos na Ordem”. Os dados são confirmados pela própria Ordem dos Engenheiros que fala de uma “falsificação grosseira”.

Emocionado, Nuno Lopes refere como teve que “despedir as pessoas” e “extinguir um projecto” que nunca se concretizou, prejudicando, inclusive, uma atleta olímpica.

Pelo meio, o presidente do Estrelas São João de Brito acusa Fernando Medina. “Ele acha-se dono de Lisboa, é o quero, posso e mando“, queixa-se.

Da parte da autarquia, Medina acusa o clube pelo facto de as obras não terem avançado. “Foi um erro o que a Câmara fez de ter confiado a execução desta obra ao clube”, referiu o autarca numa sessão da Assembleia Municipal.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Arqueólogos revelam condições horríveis de campo de concentração nazi no Reino Unido

Uma equipa de arqueólogos revelou as condições horríveis de um campo de concentração nazi em Alderney, a ilha britânica mais setentrional do Canal da Mancha, onde estavam prisioneiros políticos e trabalhadores forçados durante a Segunda …

Governo quer reabrir ensino secundário a 4 de maio. Telescola deve arrancar depois da Páscoa

O Governo está a preparar a reabertura das escolas apenas para o ensino secundário para 4 de maio. Ainda falta ouvir a Direção-geral da Saúde, os especialistas, o Conselho Nacional de Educação e o Conselho …

“Não há razão para alarme”. Governo quer perdoar penas até dois anos e antecipar liberdade condicional

A proposta de lei do Governo que estabelece um regime excecional para as prisões, no âmbito da pandemia covid-19, já deu entrada na Assembleia da República, podendo ser consultada na página oficial do Parlamento. No diploma, …

O nosso cérebro evoluiu para acumular mantimentos (e julgar os outros por fazer o mesmo)

O nosso cérebro evoluiu de uma forma que, em situações de stress, acumulamos mantimentos e julgamos os outros por fazer exatamente o mesmo. Os media estão repletos de histórias – e a condenação – de pessoas que …

Autarca de Vieira do Minho denuncia: testes estão a ser desviados para Lisboa

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Gerês/Cabreira, Vieira do Minho, detetou 77 infetados pelo novo coronavírus, com os autarcas da área a reclamarem contra a demora na distribuição de testes, disse esta sexta-feira à …

Trump recomenda uso de máscaras (mas recusa-se a usá-las)

Esta sexta-feira, os Estados Unidos tiveram, pelo quarto dia consecutivo, o maior número de mortes em 24 horas, num total de 1.094, e contam com quase 30 mil novos casos. No seu briefing diário, de acordo …

A Antártida já foi uma floresta tropical

A Antártida pode ter sido o lar de ecossistemas quentes e pantanosos cercados por fetos e árvores coníferas há 90 milhões de anos, altura marcada pelo auge dos dinossauros. Uma análise do solo antigo extraído da …

Algumas estrelas têm "veneno" dentro de si (e é por isso que explodem)

Algumas estrelas têm um "veneno" dentro de si: o elemento néon no núcleo das estrelas pode desencadear uma reação química que leva a uma morte definitiva e explosiva. Estrelas menos massivas, como o nosso Sol, expandem-se …

Criada tecnologia que traduz pensamentos diretamente em texto

Uma equipa de investigadores diz ter criado um sistema capaz de traduzir sinais cerebrais diretamente em texto escrito. Este é um passo promissor para que no futuro seja possível escrever num computador apenas com o …

Desaparecimentos, mistérios e lendas. O Triângulo do Alasca pode ser mais perigoso do que o das Bermudas

Milhares de pessoas desaparecem todos os anos no estado norte-americano do Alasca, fazendo lembrar as histórias do Triângulo das Bermudas, onde aviões e navios desapareceram sem deixar rastro. De acordo com a revista The Atlantic, três …